Arquivos Celular

Instapaper acaba com Premium e libera recursos pagos para todo mundo

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O Instapaper é meu aplicativo de leitura preferido e traz algumas funções adicionais em relação ao concorrente Pocket, como a possibilidade de enviar artigos sob demanda para um Kindle ou fazer marcações em textos. Esses recursos eram restritos ao Instapaper Premium, que custava US$ 2,99 por mês. Até agora. A empresa anunciou nesta terça-feira (1º) que está tornando o serviço gratuito para todos os usuários.

A notícia chega pouco mais de dois meses após o Instapaper ser comprado pelo Pinterest por um valor não revelado. A decisão de liberar os recursos pagos para todos os usuários está diretamente relacionada à aquisição pela rede social de imagens: “Agora que estamos com mais recursos, podemos oferecer a todos a melhor versão do Instapaper”, diz o comunicado.

instapaper-2

A partir desta terça-feira (1º), os usuários do Instapaper poderão fazer buscas nos artigos salvos, criar anotações ilimitadas, utilizar o recurso de leitura rápida, enviar textos para um Kindle tocando num botão e receber automaticamente no e-reader um compilado com até 50 artigos que você ainda não havia lido no Instapaper. Além disso, os anúncios na interface web estão sendo totalmente removidos.

Para quem já era usuário do Instapaper Premium, o Pinterest agradeceu a colaboração ao longo dos anos e diz que vai cancelar as assinaturas. Os ex-pagantes terão direito a reembolsos proporcionais referentes ao período que ainda não foi utilizado.

Você pode baixar o aplicativo do Instapaper gratuitamente para Android e iOS.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque