Início » Arquivos » Telecomunicações » Nokia testa conexão de 52,5 Gb/s para residências na Coreia do Sul

Nokia testa conexão de 52,5 Gb/s para residências na Coreia do Sul

País quer todos os cidadãos com disponibilidade de 1 Gb/s até 2020

Paulo Higa Por

Enquanto as conexões de dezenas de megabits por segundo se popularizam no Brasil, ao menos nos grandes centros, os coreanos estão passando por uma fase semelhante — só que na casa dos gigabits por segundo. A Nokia fechou uma parceria com a SK Broadband, uma das grandes empresas de banda larga da Coreia do Sul, para testar conexões domésticas de altíssima velocidade, que chegam a 52,5 Gb/s.

A operadora está reaproveitando a mesma rede de fibra óptica já instalada, mas agregando diferentes tecnologias no mesmo cabo por meio de uma tecnologia da Nokia. A rede da SK Broadband é composta principalmente pelo GPON de 2,5 Gb/s; agora, eles estão incluindo o TWDM-PON (40 Gb/s de download e upload) e XGS-PON (10 Gb/s, também simétricos).

fibra-optica

É uma tecnologia interessante porque, sem grandes alterações na infraestrutura, é possível aumentar muito a capacidade da rede — claro que nem todo mundo vai assinar um plano de 52,5 Gb/s, mas a operadora consegue ofertar velocidades maiores ou colocar mais clientes no mesmo “armário” sem prejudicar a qualidade do serviço.

Fica claro que os sul-coreanos estão andando a passos bem mais largos que o resto do mundo: na Coreia do Sul, 55% das residências já estão conectadas por fibra óptica, e uma das metas para 2020 é disponibilizar conexões de pelo menos 1 Gb/s para toda a população. Com esse upgrade na rede, a SK Broadband espera conseguir oferecer velocidades de 10 Gb/s para todos os consumidores.

Ainda assim, eu fiquei meio deprimido quando acessei o site da SK Broadband para conferir os planos de internet doméstica: a operadora oferece três velocidades, sendo que a “econômica” (eles chamam de plano “Smart”) é de 100 Mb/s, por 22.000 wons (R$ 62,50), enquanto a de 1 Gb/s sai por 38.500 wons (R$ 109,37).

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

ricartebarros
Quando se popularizar, será o momento em que seu HD vai servir só de cache, e sua VGA vai estar na nuvem renderizando Crysis I em 4k e te mandando só as imagens a +60fps….
SiouxBR
Na realidade a culpa é do FHC que privatizou as telecoms. Se ainda fossem estatais já estaríamos com internet de 1G a R$ 9,99/mês
Dark alliance
Que q vc andou fumando cara?
Keaton
Que nada, culpa do Temer.
Alberto Prado
Seria interessante ter uma análise do mercado de telecom da Coreia do Sul. Será que alguém tem algum conhecido para ajudar o Tecnoblog a produzir um artigo? Qual a incidência de imposto na conta do consumidor final. Achar sites de produtos para operadoras e ver qual o custo dos equipamentos lá. Esse tipo de coisa.
Rodrigo Gommes
@Higa, pode crer que fiquei bem mais deprimido q vc. Pago 200 temers por 2mbs via rádio. :P quem é que ostenta agora??? kkk
Anderson Oliveira
??????
Muriel
Concordo, absurdo, culpa da Dilma.
Wellington Gabriel de Borba
Os coreanos são bons quando vão te enviar um K-POP na torrent, o upload de dois já dá os seus 30 Mbps de download.
Jefferson Rodrigues
Essa proporção tá errada! Se for esse valor, essa tecnologia não irá desembarcar no nosso país.
Anderson Oliveira
fiz uma continha aqui, pago R$79,00 para ter estresse com a OI e junto no pacote vem 15Mb/s de internet, mantendo a proporção eu pagaria mais ou menos R$ 5.400 por 1Gb/s
Andre Kittler
R$ 109,37 por 1G?! ! Muito caro. Me recuso a pagar mais de R$ 99