Arquivos Telecomunicações

Nokia testa conexão de 52,5 Gb/s para residências na Coreia do Sul

País quer todos os cidadãos com disponibilidade de 1 Gb/s até 2020

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Enquanto as conexões de dezenas de megabits por segundo se popularizam no Brasil, ao menos nos grandes centros, os coreanos estão passando por uma fase semelhante — só que na casa dos gigabits por segundo. A Nokia fechou uma parceria com a SK Broadband, uma das grandes empresas de banda larga da Coreia do Sul, para testar conexões domésticas de altíssima velocidade, que chegam a 52,5 Gb/s.

A operadora está reaproveitando a mesma rede de fibra óptica já instalada, mas agregando diferentes tecnologias no mesmo cabo por meio de uma tecnologia da Nokia. A rede da SK Broadband é composta principalmente pelo GPON de 2,5 Gb/s; agora, eles estão incluindo o TWDM-PON (40 Gb/s de download e upload) e XGS-PON (10 Gb/s, também simétricos).

fibra-optica

É uma tecnologia interessante porque, sem grandes alterações na infraestrutura, é possível aumentar muito a capacidade da rede — claro que nem todo mundo vai assinar um plano de 52,5 Gb/s, mas a operadora consegue ofertar velocidades maiores ou colocar mais clientes no mesmo “armário” sem prejudicar a qualidade do serviço.

Fica claro que os sul-coreanos estão andando a passos bem mais largos que o resto do mundo: na Coreia do Sul, 55% das residências já estão conectadas por fibra óptica, e uma das metas para 2020 é disponibilizar conexões de pelo menos 1 Gb/s para toda a população. Com esse upgrade na rede, a SK Broadband espera conseguir oferecer velocidades de 10 Gb/s para todos os consumidores.

Ainda assim, eu fiquei meio deprimido quando acessei o site da SK Broadband para conferir os planos de internet doméstica: a operadora oferece três velocidades, sendo que a “econômica” (eles chamam de plano “Smart”) é de 100 Mb/s, por 22.000 wons (R$ 62,50), enquanto a de 1 Gb/s sai por 38.500 wons (R$ 109,37).

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque