Início » Gadgets » Rumor do dia: Moto G de 3ª geração terá Moto Maker

Rumor do dia: Moto G de 3ª geração terá Moto Maker

Aparelho poderá ser personalizado nas partes frontal, traseira e no detalhe da câmera

Jean Prado Por

Já foram divulgados aqui no Tecnoblog os possíveis preços do novo Moto G, que devem começar em R$ 929. Enquanto o evento de lançamento não chega, mais informações vêm sendo publicadas sobre o aparelho, como as várias possibilidades de combinações de cores do smartphone, como informado pelo @evleaks.

A imagem nos leva a entender que, ao menos nos países em que o Moto Maker está disponível, será possível personalizar a próxima geração do smartphone de médio custo da Motorola com cores nas partes frontal, traseira e no detalhe da câmera.

moto-g-maker-rumor

Nessa ferramenta da Motorola, há centenas de possíveis combinações de cores. Como o Moto Maker (ainda) não chegou ao Brasil, pode ser que a fabricante traga apenas algumas combinações específicas, como fez com o Moto X de 2ª geração. Não foi à toa que a Motorola buscou recepcionistas do sexo feminino com “estilos diferentes” e “cabelos coloridos” para o evento de lançamento, portanto.

Mais informações já foram divulgadas

Esse não é o primeiro rumor envolvendo o novo Moto G. Conforme divulgado pelo Android Police, um usuário do Google+ já havia postado um vídeo no mês passado com o possível novo aparelho, com modelo XT1543 ― este já foi homologado no Brasil e será o modelo mais básico, com dois chips.

No vídeo, é possível ver algumas especificações do produto, que roda o Android 5.1.1. A tela e a resolução continuam as mesmas: 5 polegadas e 1280×720 pixels, respectivamente. O aparelho mostrado no vídeo tem 1 GB de RAM e 8 GB de espaço, mas um usuário do Reddit encontrou no código do Moto Maker uma versão do Moto G que pode vir com 2 GB de RAM (finalmente!) e 16 GB de armazenamento.

codigo-moto-g-maker-dtv

Outras especificações do modelo XT1543 sugerem melhoria nas duas câmeras: a traseira tem resolução de 13 MP (em vez de 8 MP) e a frontal, ou “de selfie”, tem 5 MP (contra os 2 MP da versão antiga).

O novo Moto G também pode ser lançado com o chip Snapdragon 410, um pequeno upgrade em relação ao Snapdragon 400, usado desde a primeira geração do aparelho. Até agora, os rumores parecem bem convincentes. O que você acha?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Leonor Barbosa
gostaria de saber se vçs vende as capas traseiras do moto G3 xt 1544 e tanbem aquelas molduras que fica ao redor da câmera ? quero muiito comprar varias cores como faço ? qual o linque aguardo respostas ok
Drarevo

Muito bonitinho!
Porém deveria vir com 16GB de armazenamento e 2GB de RAM para acompanhar a evolução do sistema operacional e aplicações.

Dra. Sofrida
Muito bonitinho! Porém deveria vir com 16GB de armazenamento e 2GB de RAM para acompanhar a evolução do sistema operacional e aplicações.
thiago Oliveira
Eu acho que se esse smartphone tivesse pelo menos 2GB de RAM, 100 dúvidas, ele faria mais sucesso, mais pra mim não serve com tão pouca memória.
Henrique Ferreira Lima
Motorola se fizer isso com o Moto G vai ser um velo tiro no pé. Apesar de errar mais que acertar, a Samsung está lançando aparelhos já com o Snapdragon 615 para os intermediários. Tem a Asus chegando e a Xiaomi fazendo seu marketing, já já lança o resto da linha .
Don Ramón
E "atualizar" trocando um aparelho intermediário por outro, da mesma marca, não é atualização, é queimar dinheiro. Por atualização, espera-se que o sujeito troque um Moto E por um G, ou um G por um X, e assim sucessivamente. Trocar de aparelho todo ano e manter o mesmo patamar, não é uma atitude inteligente
@Sckillfer

Primeiro sinal de que o Moto G ia ser sucesso foi a invasão no metro. HTC nunca foi sucesso por ser premium em uma época que a maioria não via valor nem em smartphone barato.

F. S.
Primeiro sinal de que o Moto G ia ser sucesso foi a invasão no metro. HTC nunca foi sucesso por ser premium em uma época que a maioria não via valor nem em smartphone barato.
Clodoaldo Santos
Não entendo esse consumismo de trocar celular todo ano e ficar usando pré pago. Pessoas tem fazer uso consciênte do seu dunheiro
betacaroteno

Cosmética para justificar aumento de preços. Pode ser que para alguns isso seja legal. Mas para mim é um pouco de perda de tempo.

Marcel FF
Cosmética para justificar aumento de preços. Pode ser que para alguns isso seja legal. Mas para mim é um pouco de perda de tempo.
ばか

Se usuários do metrô definisse a quantidade de usuários de uma marca eu diria que 50% dos paulistas usam Nokia/M$, pois é o que mais se vê no metrô.
Na realidade, só vai comprar ASUS o pessoal que esta ligado na internet e no andamento do mercado de celulares, que alias são poucos, pois a massa brasileira desconhece completamente fabricantes como ASUS, HTC, Xiaomi.

Bruno
Se usuários do metrô definisse a quantidade de usuários de uma marca eu diria que 50% dos paulistas usam Nokia/M$, pois é o que mais se vê no metrô. Na realidade, só vai comprar ASUS o pessoal que esta ligado na internet e no andamento do mercado de celulares, que alias são poucos, pois a massa brasileira desconhece completamente fabricantes como ASUS, HTC, Xiaomi.
Junior
O que eu quero dizer é que subir preços não é a única opção de se reduzir prejuízos. Eles deveriam pensar em outras estratégias, como marketing, mercados de vendas, etc. Subir preço é a mais simples, mais rápida, não demanda esforço, porém eles se esquecem que subir preço também afasta consumidores, principalmente quando você tem alternativas no mercado e o resultado final disso é, vendo mais alto, em menor volume e normalmente empata ou continua no prejuízo. Se querem sair do prejuízo, faz igual a Xiaomi, que tal manter o preço e vender diretamente através do site sem intermediários? Só ali já enxugaria boa parte do prejuízo. Sem contar outras soluções de mercado que podem ser adotadas, importação de componentes X fabricação nacional, frete, fornecedores. A Lenovo é uma das maiores fabricantes do planeta de equipamentos eletrônicos nesta área, eles têm condições de negociar bons preços por peças e produção.
@Sckillfer

Engano teu, a Asus já tá aparecendo nas selfies de Instagram, nas mãos de usuários de metro... Sinais de sucesso.

Exibir mais comentários