20130904_104957

Direto de San Diego, EUA – A corrida do smartwatch tem vários nomes envolvidos: Samsung, Apple, Microsoft e até LG estão, umas mais supostamente que outras, desenvolvendo seus relógios inteligentes. Mas ninguém esperava (pelo menos, foi o que percebi pelas reações no anúncio) que a Qualcomm, conhecida pelos processadores de smartphones, entrasse na briga. Eis que, agora há pouco, ela mostrou ao mundo o Toq, smartwatch que leva seu selo e pelo qual ninguém esperava.

A Qualcomm é conhecida pelos processadores, mas tem vários braços além deles – falamos disso quando visitamos o laboratório da marca em São Paulo. O Uplinq, evento que está acontecendo esta semana em San Diego, pretende mostrar isso na prática de uma maneira bem imersiva.

Voltando ao Toq, ainda não consegui colocar as mãos nele, nem mesmo os olhos muito bem (valeu, miopia!). Mas, pelo pouco que foi falado no keynote do CEO Paul Jacobs, ele é… um smartwatch. Um device essencialmente criado para ser tipo um smartphone de pulso, dependendo de um smartphone para enviar dados via Bluetooth e lhe dar sentido.

Na tela inicial, as possibilidades são divididas em hub de comunicações (tanto para ligações como mensagens), calendário, music player, clima, ações, status do aparelho e configurações.

No entanto, há as peculiaridades.

O Toq terá display Mirasol, que ajusta o brilho de acordo com o ambiente e permite visibilidade total das cores inclusive no sol. Além disso, a tela fica sempre ligada. E, segundo Jacobs falou, ainda assim a bateria aguenta “dias” – não mencionou quantos, mas, considerando que ele fique 24 horas por dia conectado a um smartphone via Bluetooth e com a tela sempre ligada… Que bateria é essa?? Bem, ele também não falou. Nem deu mais detalhes das especificações, antes que alguém pergunte.

20130904_104822

Continuando o assunto da bateria, tanto a do Toq quanto dos fones de ouvido que o acompanham é recarregada sem fio. O carregador é o mesmo case para guardar os gadgets, mostrado na foto acima. Ou seja, a Qualcomm uniu o útil ao agradável nessa.

Falando dos fones,são totalmente sem fio, inclusive entre o lado direito e o esquerdo. Por isso, também é possível usar um lado só. No ouvido, eles lembram um pouco aparelhos para quem tem problemas de audição; são bem discretos. Eles também podem ser utilizados para atender ligações, já que têm microfone integrado e sistema de redução de ruído.

O CEO Paul Jacobs com um dos fones. Mal dá para ver - e não é por causa da qualidade da foto

O CEO Paul Jacobs com um dos fones. Mal dá para ver – e não é por causa da qualidade da foto

Não foi falado sobre data de lançamento ou preço e ainda há várias dúvidas sobre ele a serem respondidas. Mas eu, particularmente, estou bem curiosa para ver como a Qualcomm vai se sair nessa.

A editora viajou a convite da Qualcomm.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mayko Nunes
quero esse fone...
Henrique Dourado
é verdade
maxikd
parece melhor que o Gear!
Josiel Hen
I'm Watch... se essa bateria for isso mesmo, acho que o Toq já abateu seus concorrentes, e pior, na surdina.
Kevin Palmgren
Melhor que o Gear! Hahahahaha up
brazlocateli
Parece mais legal que o Gear, mas ainda não é o que eu esperava. Aguardando a Apple, tomara que ela traga algo realmente legal
Denis Franco
será que finalmente vão lançar um produto com e-ink colorido?
Felipe Goulart Athayde
pelo visto não tem android, ou seja, já está na frente do Gear.
Diego Vinicius
bacana, fiquei animado !
Lucas Corrêa
Só o fato de a tela ficar sempre ligada e durar dias já faz dele melhor que o Gear.
Richard Mathias Aguiar
O mais chato é nem lembrarem da Sony que já fez 2 smartwatch.
Gustavo Dornelles Novello
Bateria continua me deixando intrigado...
Ramon Franco
lançaram hoje!
Renato Bessa
Como assim? Já lançaram o Gear? Parece que alguém aqui é anti Samsung
Manoel JLicks
Surpreendente a Qualcomm
Exibir mais comentários