Dizem que a única coisa que podemos ter certeza na vida é que um dia iremos morrer. Mas o que vai acontecer com a nossa vida digital quando batermos as botas no mundo real? O Google lançou hoje uma ferramenta que ajuda o usuário a planejar sua morte virtual: no Gerenciador de contas inativas, é possível especificar o que o Google deve fazer com seus dados após um determinado período de inatividade.

Nesta página, você define um limite de tempo para a sua conta, que pode ser de três, seis, nove ou 12 meses. Se a conta não for acessada nesse período, dá para programar duas coisas: escolher até dez pessoas de confiança para compartilhar as informações (evitando a perda daquelas fotos preciosas no Google Drive e vídeos no YouTube) e/ou, opcionalmente, deletar todos os seus dados de forma definitiva.

google-gerenciador-contas-inativas

Um mês antes da exclusão da conta, o Google enviará um email ou mensagem de texto avisando da inatividade. As pessoas que você adicionou como “contatos confiáveis” para terem acesso às suas informações poderão fazer o download dos dados por três meses, provavelmente através do Google Takeout.

O Gerenciador de contas inativas suporta os principais serviços do Google, incluindo Blogger, Google+, Drive, Gmail, Latitude, Pages, Picasa, Reader, Voice e YouTube. Com a nova ferramenta, o pessoal de Mountain View espera “deixar a vida mais fácil para seus entes queridos depois que você se for”. Então tá.

Comentários

Envie uma pergunta