Início » Brasil » Evento misterioso da Microsoft será sobre Office

Evento misterioso da Microsoft será sobre Office

Companhia anuncia software de produtividade baseado na nuvem

AvatarPor

Semana passada falamos sobre um misterioso convite que a subsidiária nacional da Microsoft encaminhou para a mídia especializada. Convidava jornalistas a se “surpreenderem” com algo agendado para 29 de janeiro, sem dar maiores detalhes sobre a programação. Pois bem, agora nós sabemos de fato do que se trata: será o anúncio oficial do Office 365 no mercado brasileiro.

Microsoft convida

Trata-se do Office que concorre com as soluções e tecnologias do Google no campo da produtividade profissional. Sei que é perigoso fazer uma afirmação dessas porque Microsoft e Google têm pegadas diferentes com relação a suíte de aplicativos com editor de texto, software de planilhas e algo para apresentação a la Keynote. Para simplificar: Office 365 e Google Docs são ambos aplicativos baseados na nuvem para trabalhar. Nesse aspecto são concorrentes.

Não tem nada a ver com o tablet Surface, hipótese levantada por alguns veículos especializados em informática. Aqui na redação estávamos na dúvida e até falamos disso no artigo sobre o convite. As chances de falarem do Surface são bem pequenas, portanto. Felizmente, tive a chance de usar um desses na minha mais recente viagem aos Estados Unidos e voltei um tanto decepcionado. O Windows RT sem o ambiente de produtividade antes conhecido como Área de Trabalho faz muita falta. Pretendo retomar a este assunto num momento mais apropriado.

Parece-nos que a Microsoft não falará por enquanto sobre o Microsoft Office 2013, suíte de produtividade instalável no computador. O Office 365 depende de assinatura mensal compatível com o número de usuários cadastrados pela empresa. Alguns provedores nacionais trabalham com a revenda do serviço, dentre eles o UOL. Essa é uma tendência não muito nova, mas agora mais evidente em empresas de tecnologia: vender mais as chamadas soluções e menos os produtos finais. Assim dá para capitalizar em cima de uma assinatura mensal que garante ao cliente acesso contínuo a uma ampla gama de aplicações atualizadas constantemente. Melhor do que comprar o Office e ficar preso àquela versão para sempre, pensam alguns diretores de TI. Vejamos se a moda pega no país.

O Tecnoblog provavelmente estará na coletiva e trará todas as novidades até você. Provavelmente porque no mesmo dia começa a Campus Party. Teremos de nos dividir em mil editores para cobrir tudo que acontece na outra semana.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcos Benites
Quem comprou o Office 2010 Retail (FPP) a partir de outubro/2012 (só não lembro a partir de qual dia desse mês) vai poder adquirir o Office 2013 sem custo. Quem tem assinatura do Office 365 vai migrar para a nova versão.
Marcos Benites
Chega em Março. No Android só para celular. Na assinatura do Office 365 vai poder instalar em até 5 dispositivos.
Marcos Benites
Windows 7 e 8. No XP não instala.
Vinícius
não
Thanara Corrêa
Será que esse novo office terá compatibilidade somente com o Windows 8?
Thássius Veloso
Penso eu que não existe produto final na internet. Daí a frase.
Denis Belo
No meu ver tá certo, solução é como as empresas estão chamando os serviços, e o produto final é o office na caixinha, pra vc guardar na gaveta. Software Shareware normalmente se refere a um programa para você testar, e se gostar, comprar e eles normalmente tem limitações de uso.
Saint-Clair Stockler
Sabe tudo hein? =D
Marcos Benites
Vai ser para lançar o Office 365 e Office 2013 como assinatura e para dispositivos moveis, iOS, Android (exceto tablets) e Windows Phone/Surface o lançamento será em março. O Office 365 vai ter versões doméstica (família) com 60min de ligações mensais pelo Skype, educação, pequenas empresas com até 25 funcionários e empresarial. Serão assinaturas anuais, exceto a doméstica que será de 4 anos. Além dessas versões ainda será vendido por FPP.
Oroshy
"Essa é uma tendência não muito nova, mas agora mais evidente em empresas de tecnologia: vender mais as chamadas soluções e menos os produtos finais" que frase horrível. Tudo o que sai para produção é um produto final. Você quis dizer: Vender mais serviços do que softwares shareware (que são aqueles que você paga somente uma vez). Certo?
Luandersonn
Não, acho que deve ser por causa do impasse da Apple e Microsoft sobre os 30% que a Apple que lucrar sobre assinaturas.
Luandersonn
Na realidade, o Windows RT tem sim área de trabalho, que roda o IE, Calculadora e é claro, o Office.
RonaldoGogoni
O Surface RT não tem a interface da Área de Trabalho, só o Pro, que roda o Windows 8 Full.
Orley Lima
Já não existe um Office pra iOS?
twi_24904702
Office pra iPad já não tem?
Exibir mais comentários