Início » Brasil » iG foi vendido para grupo português, afirma site

iG foi vendido para grupo português, afirma site

Avatar Por

A gente bem sabe que o portal iG está à venda faz alguns meses, seguindo informações inicialmente fornecidas pela revista Info. E parece que, ainda nessa semana, teremos a confirmação de que o número cinco na internet brasileira de fato foi absorvido por outra empresa — no caso, o grupo português Ongoing, diz o site AdNews.

Talvez nem todo mundo conheça o grupo Ongoing. Entre outros empreendimentos, atualmente eles tocam o jornal carioca O Dia, um dos mais tradicionais da minha cidade-natal, bem como o Brasil Econômico, um diário de negócios que foi criado por eles e parece dar bons sinais de saúde financeira (pelo menos esse foi o último update que tive sobre o assunto).

Curiosamente ou não, tanto O Dia como Brasil Econômico são hospedados pelo iG.

A informação partiu do jornal Folha de São Paulo, empresa que faz parte do Grupo Folha, mesmo grupo do qual o portal UOL (concorrente do iG) faz parte. Daí temos certo conflito de interesses, portanto é importante evidenciar esta relação complicada o quanto antes. Da mesma forma, o AdNews é o mesmo site que recentemente afirmou que o portal R7 ia mal das pernas e seria fechado. Não só a notícia não se confirmou, como o grupo Record, proprietário do R7, diz que vai à justiça pedir reparação das informações caluniosas e mentirosas (segundo o grupo).

Entre os interessados em levar o iG estavam a RBS, grupo do Rio Grande do Sul, e o BTG Pactual. A Oi venderia a qualquer um desses, desde que chegasse a um preço bom, o que só foi possível graças ao apetite dos portugueses, relata o AdNews.

Eu falei com a Oi sobre o assunto. Resposta da empresa: “Não confirmamos nada.” Também não comentam sobre o iG estar à venda nem se haverá alguma coletiva nessa semana para apresentar “novidades”. Ou seja, nenhuma palavra mesmo.

Recentemente o Ibope/Nielsen informou que o iG perdeu a quarta colocação no ranking dos portais brasileiros para o R7. Permanece na quinta posição com 23,4 milhões de visitantes únicos por mês. O UOL continua na liderança.

Atualizado às 20h42.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carlos Alberto Silva
Quer directamente, quer em conjunto com sua associada brasileira Ejesa, o grupo português Ongoing tem investido selectivamente nos sectores da mídia e das comunicações no Brasil. É uma estratégia de longo prazo, que tem resultado não só em sucesso na revitalização de títulos que estavam obsoletos, como O Dia, Marca ou Brasil Econômico, como também motivou os players tradicionais a fazerem inovações de há muito necessárias. Não é uma corrida para comprar o mundo, mas sim uma aplicação judiciosa de investimentos com que o Brasil só tem a lucrar.
caRIOca
E a Oi se livrou do iG novamente. Esse grupo português vem com muitos EUROS afim de comprar várias midias brasileiras mesmo, rola boatos aqui no Rio do interesse deles em TVs, só estão com dificuldades por causa da lei brasileira em que um grupo estrangeiro só poder ter 30%. Há mais de 1 ano que eles negociam com CNT e outros grupos para ter uma TV aqui no Brasil.
Thássius Veloso
Tens razão. O texto foi corrigido. Eu estou curioso para saber a constituição societária do Grupo Folha. Você possui essa informação, Manoel?
Maria Vitrine
AdNews sempre solta umas declarações sem revelar as fontes. complicado, esse 'jornalismo' especulativo tá sempre em busca de uns pageviews... xD
Manoel Netto
Algumas correções pequenas: - O jornal se chama Folha de São Paulo (faltou o Paulo no texto). - O jornal não controla o UOL. A Folha é uma empresa do Grupo Folha, o UOL é outra empresa do Grupo e possuem diretoria e gerência distintas. PS: Antes de dizer que eu tenho conflito de interesses porque sou funcionário do UOL, eu não sou mais ;-) Abs
RenatoJG
Vamos esperar para ver... Já faz tempo que rolam boatos em torno desse grupo Ongoing estar comprar o mundo...