Início » Internet » Sua alma pertence ao Google a partir de hoje

Sua alma pertence ao Google a partir de hoje

Empresa vai usar seus dados para mostrar anúncios ainda mais relevantes.

Avatar Por

Primeiro de março chegou. E com ele chega ao fim a sua privacidade diante do Google, a maior empresa de internet dos tempos modernos. A unificação das políticas de privacidade promovida pela empresa entra em vigor. Portanto, foram-se as suas chances de fugir das garras do Google enquanto havia tempo. A sua alma pertence à companhia ponto-com e não há nada que você possa fazer quanto a isso.

Dramas à parte, é bem por aí que unificação de privacidade vai funcionar. O Google explica que, até ontem, havia mais de 60 documentos de política de privacidade para os mais diversos produtos mantidos pela empresa (e o que o Google mais tem é produto na rede, veja só). A nova política de privacidade abrange a maioria deles, o que torna a sua vida mais fácil na hora de ler e concordar com os termos de uso — como se a gente lesse esse tipo de coisa, não é verdade? Mas deveria.

A integração da política de privacidade é algo que não torna o Google mais evil do que já foi antes, como pregam alguns colunistas da área de tecnologia. É justo por parte da empresa manter uma série de serviços, como Gmail, YouTube ou agenda de compromissos, atrelados a uma só marca e a um só tipo de funcionamento. A nova política permite que a empresa torne esse objetivo mais próximo de ser alcançado.

Em suas boas promessas o Google diz que vai fazer serviços ainda melhores. É como se todos os dados do usuário ficassem salvos numa mesma máquina (falando de forma grosseira) que é acessada por todos os serviços do Google. Dessa maneira a personalização dos conteúdos, recursos de completar automaticamente, entre outras coisas, ficam mais completos. E o que a empresa mais deseja é que o usuário tenha facilidade no momento em que decide mandar um vídeo do YouTube por Gmail ou adicionar compromissos da maneira mais fácil possível a partir da tela de envio de um simples email.

Os exemplos foram pensados por mim, naturalmente, sem qualquer endosso do Google.

Por outro lado, todas as informações também ficam à disposição da empresa para fornecer as publicidades mais interessantes para o usuário. O histórico de pesquisa é o elemento mais sensível dessa história, visto que não era considerado pelo gigante da web para mostrar propagandas nas diversas páginas que serve diariamente para os internautas. Isso mudou. E, de fato, o Google tem alguma razão em querer saber mais sobre seus usuários. É da propaganda que vem boa parte do faturamento da empresa.

Ao concordar em usar os serviços do Google (ninguém é obrigado, lembra?) o usuário aceita uma penca de funcionalidades gratuitas em troca das mais variadas informações pessoais, como lugar onde mora ou perfil econômico. Só podemos torcer para que a empresa use essas informações com sabedoria, sem entrega-las a mãos erradas.

Remover conta? Tem certeza?

De qualquer forma, se o Google quiser entregar os dados dos usuários para os anunciantes, é bem difícil de acreditar que vai começar a fazê-lo só depois de mudar a política de privacidade.

A sua alma, portanto, é do Google apenas se você permitir. E enquanto ficar somente nos servidores do próprio Google, eu continuo aceitando entrega-la em troca do buscador com os resultados mais relevantes (na maior parte do tempo), do melhor serviço de email (na minha opinião) e de um programa de afiliados justo (para o meu blog pessoal). Quem discorda sempre tem a opção de encerrar a conta no Google.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

O Portal da Teologia
Concordo com a opinião do colunista e mudaria o titulo do artigo que ficaria assim; [Sua alma pertence ao Google e FACEBOOK a partir de hoje]. Porque? Um usuário a mais ou a menos para eles não faz diferença, o lucro deles não vem direto do usuário até porque as contas são gratuitas, e se eles perdem 1 usuário eles ganham 10 em 1 minuto, portanto não faz diferença. Neste artigo do Carta Capital isto fica bem evidente com base neste recorte do artigo deles [...] Bastaria a empresa usar os detalhados perfis dos usuários à sua disposição para identificar sua inclinação política, encorajar eleitores afinados com seus interesses e direcionar dicas de lazer e jornalismo de entretenimento aos contrários. [...], mas, eu quero chamar para este trecho [...] Isso sem entrar no poder irrestrito da rede de promover ou excluir postagens e usuários sem ter de dar satisfações a ninguém e impor regras estritas e arbitrárias sobre quais conteúdos são aceitáveis.[...] que é continuação ... ele podem excluir postagens e usuários... isto ocorreu comigo quando minha página do facebook foi deletada logo depois que eu fiz um comentário em um artigo do Estadão. Eu digitei o comentário no artigo e acessei o Face para fazer login para postar, e logo que o login começou ele direcionou para outra página e não para a do artigo do Jornal e travou. Reiniciei o navegador e não consegui abri mais a conta do Face e o comentário no artigo do Jornal não foi publicado. Não consegui recuperar a conta. Entrei em contato com o Facebook inúmeras vezes, mas, nunca me reponderam o que aconteceu até que desisti, e não resgataram a minha conta. Todos sabem que se a conta for hackeada o Facebook resgata ela a pedido do usuário. A minha não. Bom porque será? Sempre crítico a Imprensa domestica quando se há indícios claros de atentado contra a Democracia, e ainda listo os Protagonistas principais: Folha, Estadão, Veja, Globo, Oab, Fiesp e as redes sociais patrocinadas pelos partidos políticos e outros sob o comando da Maçonaria. A minha página tinha inúmeros comentários sobre isto, até que resolveram interferir na minha liberdade de expressão. Isto atesta que todos os usuários que pode se tornar uma ameaça para eles, estão e são monitorados. Veja este artigo; Você se importa com os seus dados na internet? neste link http://www.cartacapital.com.br/sociedade/voce-se-importa-com-os-seus-dados-na-internet?utm_content=buffer7ccb3&utm_medium=social&utm_source=twitter.com&utm_campaign=buffer é importante!
Infocel - Conserto de Celulares e Computadores
muito bom.
th0x
Quem curte um h*ck vai ter que tomar cuidado dobrado agora da máquina onde acessa e faz suas parafernálias...
Yangm
Jogos e ferramentas de trabalho, o resto joga no lixo. Linux ta aê pra fazer todo o resto sem ficar travando. E o Mac está virando uma opção interessante para designers e pessoas que trabalham com áudio e vídeo.
Luandersonn
Jogos e todo o resto neh
Luandersonn
Por causa de uma pessoa não, mas se a maioria absoluta dos clientes estão insatisfeitos e até o governo, ela tem que mudar sim
Geckodriver
Quem acha que deletando sua conta está excluindo tudo dos servidores está apenas se enganando.
SILVIO - SP
Carma, pessoá! A nossa vida é divulgada por tantos outros meios que a gente não faz a mínima idéia.Então, muitos são do Face, twiter, entre outros - e estão lá!!!!!!! Bom, dentro em breve, isso vai se tornar mais natural ainda, assim como um aparelho de celular na maioria das mãos do povo brasileiro...Acorda galera, tem muita gente que divulga informações a nosso respeito o tempo todo e a gente nunca sabe. Por exemplo, qdo você divulga seu currículo, quando está sendo selecionado para uma entrevista de emprego, e de repente você nem passou na seleção. Você já se perguntou a respeito disso? Que venham propaganda, etc, etc, etc, logo logo, colocarei a minha grande marca para o google anunciar.Eheheheheheh, Come on guys, let's believe in luck and god! bye friends!!!!!!
Reges Pineze
Graças a Deus!!! Pois o que eu tenho mais medo é de, gostando de música, fotografia, psicologia e arte, ver propaganda de CD de Sertanejo Universitário, Show de Funk, produtos de beleza e TecPix!!! Me salva google!!!! haushuahsuhaushuhashsa
Guilherme Macedo C.
Vc fala por si. Meus direitos e os direitos da coletividade não estão em jogo pq alguém prefere assim.
Kadu
O Google é uma empresa privada que oferece seus serviços de graça sob condições que eu aceitei antes de criar minha conta. Não me vejo no direito de reclamar, na verdade, o direito eu até tenho, mas o Google não está na obrigação de mudar termos que eu aceitei por conta da minha reclamação. É como assinar um contrato e depois reclamar das cláusulas querendo mudá-las.
Guilherme Macedo C.
Não há abas que deem jeito num flagrante desrespeito aos direitos constitucionais. Google vai continuar destruindo todo o processo de construção da sociedade mesmo usando a função "privacidade". Não é chegando os olhos que o problema some.
Guilherme Macedo C.
Não é bem assim. Não está satisfeito reclame. Vc é o cliente. Eles não estão fazendo um favor. Reclame tbm como cidadão, pois uma empresa não pode jogar no lixo séculos de lutas pró direitos civis, individuais e coletivos.
Guilherme Macedo C.
http://tecnoblog.net/92726/google-politica-privacidade/comment-page-1/#comment-1345400
Guilherme Macedo C.
Se eram vendidas, cedidas ou qualquer coisa, antes, era uma ilegalidade, das mais obscuras. Agora a "ilegalidade" está positivada, posta às claras, e isso é preocupante, pois agora sabemos o que fazem com nossa privacidade e até nossa intimidade. O pior que pode ser uma nova onda, já que ninguém está nem aí e até declara o apoio rasgar nossos direitos conquistados com tanta dificuldade. Uma reportagem para entender algumas partes: http://www.conjur.com.br/2012-mar-01/direito-papel-politica-privacidade-google-entra-vigor
Exibir mais comentários