Início » Brasil » Conexões 3G crescem mais de 100% em um ano

Conexões 3G crescem mais de 100% em um ano

Cobertura da Vivo lidera com quase 3 mil cidades.

Avatar Por

A banda larga no Brasil não para de crescer. Dados da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) para maio mostram que há 75 milhões de conexões de alta velocidade no país, com franco crescimento de 74% frente ao mesmo mês no ano passado. Os acessos por meio da banda larga móvel lideram o crescimento, visto que o número saltou 114,6% em somente 12 meses.

São 56,4 milhões de acessos por banda larga móvel. Desse bolo, 11,2 milhões são modens de acesso que devem ser conectados ao computador. O restante, mais de 45 milhões, são smartphones, tablets e outros dispositivos conectados. Desconsiderando os modens, houve crescimento ainda maior: 128,6% se comparado com o mesmo período do ano passado.

Ao infinito e além (ou não)

A Telebrasil ressalta a importância do 3G: está presente em quase 3 mil municípios brasileiros. De acordo com a associação, a cobertura com esta magnitude estava prevista para abril de 2013, mas foi alcançada pouco menos de um ano antes do prazo determinado. Mais de 300 cidades receberam sinal 3G em 2012, com cobertura de 85% da população brasileira.

A Vivo possui a maior cobertura de 3G, com 2.831 cidades atendidas pela tecnologia, de acordo com o Teleco, site que serve de parâmetro por agrupar informações sobre telecomunicações. Em seguida vem a Claro com 890 cidades, a TIM com 517 cidades e a Oi com 320 cidades atendidas. O grupo espanhol faz questão de anunciar nos meios de comunicação que oferece a cobertura maior que a das demais operadoras somadas, informação que se confirma quando olhamos os números.

As operadoras tinham até abril para cobrir os municípios que, em 2006, tinham população superior a 200 mil habitantes. Somente a Oi não cumpriu a meta.

Toda essa gente conectada à internet por 3G resulta naquele problema crônico que nós conhecemos tão bem: as redes, em especial nos ambientes urbanos, não suportam o uso simultâneo de tantos assinantes e caem. Simples assim. As operadoras respondem a essa demanda com mais investimentos no HSPA+, ofertado como pacote de dados premium, enquanto se preparam para instalar a infraestrutura para o 4G (LTE 2600), recentemente leiloado pela Anatel por alguns bilhões de reais.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

tucuxi
Esse post tá meio tendencioso. Quer dizer que a culpa é dos assinantes que usam o que lhes foi vendido e pagam caro???? Se caem é porque as operadoras vendem o que não têm. 3G, 3G+ e 4G é tudo a mesma porcaria, não vai adiantar nada 4G. Se o 3G funciona-se direito, nem precisaria de 4G, 5G etc etc.
@EmanuelSchott
A unica operadora que nunca usei 3G foi a Claro. Quanto a velocidade e o sinal, nada a reclamar, as três sempre me entregaram a velocidade prometida, o problema, como sempre disse por aqui, são os limites tocos atrelados aos planos. As operadoras não conseguem entender que o consumidor quer velocidade o tempo inteiro. O que custa fazer um plano de sei lá, 300kbps realmente ilimitado?? Não adianta nada ter 3412341234mbps antes da franquia e depois ser obrigado a ficar em 128kbps ou, em cenários piores, 64kbps. Planos baseados em velocidade e não em quantidade de dados, deixaria os consumidores muito mais satisfeitos.
rafaeltr
Grava um vídeo no YouTube explicando como funciona. As pessoas vão ver o quão lixo é esse PNBL.
MaTSuBa
3G da oi funciona, mas nao é dos melhores nao....
@_eliasalberto
128kbps é otimismo demais. Se as operadoras disponibilizassem 128kbps após consumida toda a franquia, eu estaria até feliz. Operadoras como a tim disponibilizam meros 30kbps após o fim da franquia. Nessa faixa de preço (R$30), dependendo da operadora, da região e do horário, não dá pra conseguir 128kbps nem que você esteja conectado pelo hspa+ (que teoricamente permite 7mbps). Na Tim raramente passo dos 200kbps mesmo quando conectado pelo hspa+, e na Oi nem consigo uma cobertura que permita passar dessa velocidade (QUANDO consigo algum sinal, é edge). Mal posso esperar pela chegada das redes 4G. Não faço questão nenhuma de ter uma internet móvel de 20mbps, mas com a chegada dessas redes acho que as operadoras serão forçadas a melhorar a velocidade dos links de suas torres - e mais do que isso, terão que oferecer os serviços atuais a um preço mais baixo. Eu, particularmente, me viro com 1mbps onde não houver internet wifi. Será que demora pra termos uma conexão móvel de pelo menos 1mbps efetivo com uns 3gb de tráfego por R$30?
@_eliasalberto
128kbps é otimismo demais. Se as operadoras disponibilizassem 128kbps após consumida toda a franquia, eu estaria até feliz. Operadoras como a tim disponibilizam meros 30kbps após o fim da franquia. Nessa faixa de preço (R$30), dependendo da operadora, da região e do horário, não dá pra conseguir 128kbps nem que você esteja conectado pelo hspa+ (que teoricamente permite 7mbps). Na Tim raramente passo dos 200kbps mesmo quando conectado pelo hspa+, e na Oi nem consigo uma cobertura que permita passar dessa velocidade (QUANDO consigo algum sinal, é edge). Mal posso esperar pela chegada das redes 4G. Não faço questão nenhuma de ter uma internet móvel de 20mbps, mas com a chegada dessas redes acho que as operadoras serão forçadas a melhorar a velocidade dos links de suas torres - e mais do que isso, terão que oferecer os serviços atuais a um preço mais baixo. Eu, particularmente, me viro com 1mbps onde não houver internet wifi. Será que demora pra termos uma conexão móvel de pelo menos 1mbps efetivo com uns 3gb de tráfego por R$30?
@yagogabriell
Ler o contrato ninguém quer. ´E o mal do consumidor burro.
YanGM
Eu já cheguei a consumir 1GB no 3G da tim (ainda bem que sou beta, sem limitação de velocidade) usando coisas bobas que qualquer um se interessaria, como ver vídeos, ouvir música, baixar e atualizar apps, etc. Como o governo acha que uma pessoa normal com um computador, 30 dias por mês irá usar 300MB?
caRIOca
Puts, aqui no Rio a TIM de manhã dá picos de 4 mbps enquanto à noite 56 kbps. Ridículo!!!
@angelobgu
Está pesquisa reflete bem como o panorama do 3G no BRASIL, enquanto umas operadores investe e dão qualidade outras enganam seus clientes com propaganda enganosa, a VIVO com certeza tem a melhor cobertura e velocidade, a OI aqui no RIO tá muito boa com qualidade, na cobertura em alguns lugares mas afastados deixa a desejar um pouco, as piores são TIM e Claro já que fazem muita propaganda, a TIM é a melhor nas propagandas mas sua qualidade está péssima, tem cobertura mas a qualidade caiu muito já que com a entrada de muitos usuários a rede não está suportando mas, faz propagando enganosa e só quem é leigo cai nessa( na sua maioria ) .
Cláudio
Pior de tudo será o governo fornecer o "plano básico de internet" disponibilizando 300 MB por 35 reais, com esta franquia, a maioria dos usuários gastarão isso num dia e reclamarão da velocidade de 128 Kbps, maioria irá contratar esta "promoção" sem saber ao menos como funciona.
@roneamabile
se você perguntasse quando o mundo acabará seria mais fácil..
Adriano De ARRUDA-BOTELHO
Somos reféns dessa PORCARIA !!!!
Pedro
O 3G da Vivo é, sem dúvida, o melhor. Costumo viajar semanalmente entre cidades e, no meio do nada na estrada (inclusive numa serra), conto com cobertura 3G.
Rafael
em quanto (%) a qualidade melhorou?
Exibir mais comentários