A japonesa Toshiba e a rede norte-americana Best Buy lançaram no começo desta semana o notebook Satellite L735D, “desenvolvido especialmente para crianças”.

Em comum com os computadores “adultos”, o modelo tem sua tela de 13,3 polegadas LED com a curiosa resolução de 1300×708 pixels, processador AMD E-Series de humilde 1,3 GHz, webcam e uma bateria capaz de trabalhar (no caso, estudar) por 5 horas e meia com uma única carga.

Para crianças. É, crianças.

O lado infantil do aparelho aparece em seu acabamento “com cores vivas a resistentes a impressões digitais”, que alternam tons como verde e prateado, e no teclado emborrachado resistente ao derramamento de líquidos e que pode ser limpo de maneira mais vigorosa pelos responsáveis de seus usuários.

Antecipando-se aos rigores da utilização infantil, o notebook tem estrutura reforçada, com seus cantos protegidos por borrachas e seu disco rígido de 320 GB de capacidade é resistente a impactos.

Além disso, o computador chega equipado com o jogo Lego Harry Potter pré-instalado e diversos de seus programas foram personalizados para o público infantil. Seu browser padrão é o KidZui, programa baseado no Mozilla Firefox com interface amigável aos pequenos e que permite acesso somente a sites aprovados.

O computador só estará disponível nas lojas da rede BestBuy pelo equivalente (lá fora) a R$ 900.

Com informações TechCrunch

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Paulo Kunze
tem que rodar portal 1 e 2 meu irmão de 7 anos é viciado nesse jogo sim,eu me orgulho do meu irmão que enche o meu saco para jogar portal 2 no modo co-op
@Dougfane
Achei o notebook muito lindo e tem cara de ser realmente muito resistente, adorei! =D
Eliezer
heheh essa é boa pensa aquele "leptop" da xuxa por 300 conto !! não da pra acreditar
Willx3
"que alternam tons como verde e prateado" Só colocar um adesivo do Ben 10, meu priminho vai me agradeçer pro resto da vida!
Guilherme Macedo
Pensei no S.O. tbm. Se é pra criança deveria vir com Edubuntu ou algo do tipo.
Guilherme Macedo
Desastre da inclusão digital? Ah, claro, agora até pobre tem computadores. Onde foi parar o país, não é mesmo? Antigamente era melhor pq só a elite tinha acesso à tecnologia. Agora... qualquer um pode ter. Daqui a pouco pobre vai tá querendo fazer faculdade... Não quis ofender, mas chamar sua atenção. Se vc não quiser dizer isso esclareça muito bem. Senão vc pode criar uma imagem de preconceituoso em torno de vc.
Marcello Corrêa
Toma isso, laptop da Xuxa!
@michelblopes
Não tô sendo preconceituoso. Só quero o melhor para meus (futuros) filhos. Acho que há um período certo pra um moleque começar a mexer com computador e celular.
@andrelinod
Não seja preconceituoso.
Marcelo
mulekada vai adorar
Anny Figueira
Proibir realmente não resolve, embora o amigo não tenha usado essa palavra em momento algum no comentário dele. Mas eu concordo com você, conheço uma família que limita tecnologicamente uma pobre criança de uns 6 anos, que normalmente passa seu tempo jogando Lego (não que isso seja algo ruim). O pai até tentou dar um DS pra ele, mas foi vetado pela mãe. O garoto é bem tímido e creio pouco desenvolvido socialmente, e culpo em parte os limites impostos nele. Não é só na tecnologia que os pais o limitam. Em contrapartida, conheço outro garoto da mesma idade, criado de forma completamente contrária. Para vocês terem noção, ele ganhou um PS3 de aniversário de 7 anos, e virou a madrugada do dia do aniversário com os amigos adolescentes do irmão dele, jogando Uncharted e coisas do tipo. O menino é SUPER inteligente e estimulado, extrovertido, energético, corre, brinca muito de coisas "normais" de criança, e é muito mais saudável mentalmente do que o outro que teve até um DS vetado. Triste isso. Uma pena que existem pais que ainda pensem que proibir o filho de ter contato com as coisas faz algum bem. Por isso vemos adolescentes com a mente tão limitada, sem nenhum traço próprio de personalidade e bobalhões. Crianças que não tem contato com coisas "ruins" e boas ao longo da vida, acabam despreparadas para a mesma.
Eliezer
Que OS ele usa?? e quanto a ser pra criança não vejo nada de mais meu filho de 5 anos é ninja no computador ele tem um netbook só dele, pra jogar on line e alguns instalados mas isso não atrapalha em nada o desenvolvimento fisico dele na escola é ta muito envolvido na atividades fisicas e no fim de semana noas vamos pro sitio na casa da minha mãe ou da minha sogra ele esquece que existe computador, ai é cachoeira subir em arvore, etc...
Anderson
Parece bom. Só o preço que não é tão "criança" assim.
Rodrigo Fante
@j2k, onde você leu que eu disse que ele usou tal palavra, apenas alertei contra um movimento crescente de pais querendo proibir filhos completamente de terem contato com a tecnologia, sendo que terão de qualquer forma no tal mundo real, vão conseguir no máximo uma criança irritada que não confia neles. Como disse, educar é a solução.
Rodrigo Fante
@TatoGomes, Concordo com você, mas não precisa ser nem um, nem outro, pode ser ambos, cabe aos pais justamente educar, ensinar a proporcionar corretamente as atividades. Hoje em dia é muito comum os pais proibirem tudo por comodidade, educar é muito mais dificil do que ser proibitivo, por isso a maioria prefere dizer não a tudo do que ensinar a usar corretamente, infelizmente. Hoje sou pai, meu filho com 1 ano e 4 meses já mexe no meu iPhone, sabe ligar os vídeos infantis que ele gosta, mas obviamente que controla se ele pode ou não pegar o celular e em quais momentos sou eu, mas incentivo ele a usar dentro de um tempo que considero normal(alguns minutos por dia) para sua idade.
Exibir mais comentários