O Google concordou em pagar uma multinha no valor de US$ 500 milhões ao Departamento de Justiça dos EUA para se livrar das acusações de que permitia que farmácias canadenses anunciassem seus produtos na versão americana do buscador, o que incentivaria e facilitaria a importação ilegal de substâncias controladas ou até mesmo proibidas.

Em uma declaração divulgada na terça-feira, o Departamento de Justiça afirma que o valor da multa — uma das maiores já aplicadas no país — foi determinado considerando uma punição pela publicidade ilegal e considerando a renda bruta das farmácias canadenses em vender seus produtos a consumidores norte-americanos.

O órgão afirma que os primeiros alertas dados ao Google contra a prática foram dados em 2003, e que o envio de drogas e medicamentos de um país estrangeiro fere as regulamentações locais.

Ainda que o gigante da web afirme ter tomado todas as providências para evitar que anúncios de medicamentos canadenses caíssem às vistas dos americanos, as autoridades afirmam que a empresa chegava a oferecer suporte às farmácias do país vizinho para que seus anúncios ficassem visíveis para os internautas dos EUA.

Em uma declaração dada ao site Register, o Google afirma que “há algum tempo” baniu os anúncios de farmácias canadenses de seu mecanismo de busca para os EUA, completando que “nunca deveria ter permitido esses anúncios, antes de tudo”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caio Furtado
500 milhões é 1/4 da divida com o Brasil, você acha mesmo que isso vai ajudar?
Alexandre
uma bela duma multa!
Ramon Melo
Isso é troco de bar para a Google. Aceita em balinha?
CAVEIRADO
Não tem nada de confuso e/ou repetitivo. O que diz é: "...as autoridades afirmam que a empresa chegava a oferecer suporte às farmácias do país vizinho para que seus anúncios ficassem visíveis para os internautas dos EUA." Claro e de fácil compreensão.
Rodrigo Cardoso
O governo dos EUA agora vai ter algum caixa pra pagar as dividas... HA!
Tio Z
Algo me diz que alguma coisa importante dos EUA vai sumir das buscas ou ficar obtusa por alguns dias.
Marcelo
Se eles concordaram em pagar é porque a multa estava barata(ou pelo menos menos que ele faturaram com os anúncios)
@gabrielablack
Sem querer ser chara, mas já sendo... autoridades afirmam que a empresa chegava a oferecer suporte às farmácias do país vizinho para que seus anúncios ficassem às vistas dos navegantes do país vizinho. tá muito confuso... melhor seria: autoridades afirmam que a empresa chegava a oferecer suporte às farmácias canadenses para que seus anúncios ficassem às vistas dos navegantes do país vizinho. as vezes, a repetição é necessária! =P