Isso, vai colocando todas as suas informações pessoais no Google. A qualquer momento um funcionário da empresa poderá utilizar-se de sua posição privilegiada para espionar seus dados e usá-los contra você. Claro que são raros incidentes desse tipo, mas eles acontecem. E um veio à tona nessa semana: um engenheiro da empresa espionou quatro adolescentes enquanto trabalhava no Google.

Barksdale, o engenheiro fofoqueiro

David Barksdale, um jovem de 27 anos que trabalhava como engenheiro da gigante das buscas em Washington, por pelo menos quatro vezes fez uso de sua posição dentro do Google para obter acesso a dados de jovens. Nesses casos, Barksdale teve acesso a informações dessas pessoas armazenadas no servidores do Google sem o consentimento delas.

Em um dos casos, o engenheiro desbloqueou a si próprio na lista de contatos do Gtalk de uma pessoa. Essa pessoa já havia tomado atitudes para cortar relações com Barksdale, mas ele insistiu e burlou a segurança do Google Talk para tirar proveito disso.

Um adolescente de 15 anos também foi alvo do engenheiro. Ele teve os seus registros do Google Voice investigados por Barksdale, cujo objetivo era descobrir o nome da sua nova namorada. Depois de obter essa informação, o engenheiro fez ameaças ao jovem, dizendo que ia telefonar para a menina.

Os pais desses jovens entraram em contato com o Google, que decidiu investigar o caso. Uma pessoa que reclamou do engenheiro com a diretoria da empresa recebeu em resposta que eles verificariam a situação: “Muito obrigado pelo relato; nós vamos investigar discretamente e entraremos em contato novamente se precisarmos de mais alguma coisa”, respondeu Eric Grosse.

Barksdale foi demitido em julho desse ano, depois que o Google tomou conhecimento de suas ações.

Em comunicado à Gawker.com, o Google afirmou que “controlamos o número de funcionários que têm acesso aos nossos sistemas”. De acordo com a empresa, um número limitado de pessoas “sempre será necessário para acessar esses sistemas se nós quisemos operá=los corretamente”.

Com informações: ValleywagMSNBC.com.

Comentários

Envie uma pergunta