A Panasonic anunciou na semana passada um investimento no valor de US$ 30 milhões na norte-americana Tesla Motors, fabricante de veículos elétricos conhecida por produzir o esportivo Roadster. Esse veículo é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos – marca digna dos melhores Porsches ou Ferraris – sem queimar uma única gota de combustível.

De acordo com a empresa japonesa, a parceria permitirá “acelerar o desenvolvimento das baterias de uso automotivo” e “explorar futuras oportunidades do mercado”. A Daimler (dona da marca Mercedes Benz), General Motors e Toyota são outras das parceiras da pequena fábrica instalada na Califórnia, que em 2012 deverá lançar um sedã de luxo por hora conhecido como Model S.

Depois de um longo e tortuoso caminho, partes deste carro deverão parar no seu bolso

Desde 2008 a Panasonic também participa do desenvolvimento das baterias do Nissan Leaf, hatchback 100% elétrico que deverá ser lançado no mercado norte-americano e japonês nos próximos meses. Uma de suas várias novidades é um plano que permitirá que seus proprietários usem as baterias usadas e no fim da vida útil – prevista para oito anos – como moeda de troca na compra de novas unidades, “com capacidade e performance atualizadas”.

Apesar de velhinhas, as unidades descartadas dos carros ainda teriam capacidade de sobra para gadgets e seriam recicladas e reutilizadas em notebooks e smartphones, “oferecendo capacidade superior aos modelos atualmente disponíveis no mercado”.

Com informações: Autonews

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

viviane
Ame essa idei!!!!!!!!!!!! Tomere q chegue logo aqui no Brasil!!!!!!
Hernani
Smartphones, netboks, tablets e derivados agradecem
kylefurtado
Prefiro acabar com o petróleo...
Bestknighter
Ia escrever um comentário excelente (meio grande, admito)e deu erro. Tô com preguiça de reescrever. Quem sabe mais tarde eu volto aqui e comento. ¬¬'
Bestknighter
Pior que não é muito caro não. Eu vi no "Maravilhas Modernas" do canal History Channel sobre esse carro e essa empresa (que por sinal, chamou muito minha atenção). Ele é caro para meros mortais, MAS em comparação com Ferrari e semelhantes ele é mais barato.
Bruno Gall
Legal =D
Thiago Sabaia
Tem tempo que não compro pilha,agora só uso recarregavel. Meu carro de controle remoto e de pilha,mais eu adaptei ele para usar bateria.
Alexandre
Sem ler o artigo eu diria que ocorre o contrario, pois a tecnologia das baterias de celulares estao equipando esses carros. Ao ler o artigo fiquei surpreso positivamente pois daqui 50 anos, teremos serios problemas de onde jogar fora as baterias velhas. Só pra acrescentar, semana passada vi na tv um carrinho eletrico que fez um percurso de 600km sem recarga, na europa. Logo logo teremos carros eletricos extremamente viaveis
Rubens Brilhante
Sempre gostei da pilhas da panasonic. Já usava elas nos meus carrinhos a pilha.
Marcell Almeida
Bom, chegar chega. Mas... só para os não-humanos(Ex: Eike Batista).
Thiago Sabaia
Só mais meu veiculo. 54 Pedaladas por minuto Ando 500M em 3min.
Guilherme Mac
Por agora a melhor alternativa são os híbridos. Totalmente elétricos ou vai demorar muito para recarregar ou não tem "posto de bateria" (talvez não tenha nem tecnologia, na qual vc tira a que está acabando e coloca uma nova).
Turdin
A maior pergunta é, será que chega no Brasil?
Thiago Sabaia
Pensei que a Panasonic ja tinha falido.
Marcell Almeida
Otima iniciativa. Seria bom outras grandes empresas fazerem o mesmo. Seguindo o exemplo da Panasonic e da Fiat. Mas eis uma dúvida, cerca de quantos dollares iria custar um carro desses?