Agora papel é demodê, mas há quem goste

Agora papel é demodê, mas há quem goste

Finalmente o Google deverá entrar no cobiçado mercado de livros eletrônicos, e de acordo com o jornal de negócios Nikkei a porta da frente para o novo serviço será o Japão, onde o serviço deverá desembarcar em breve.

Ao contrário do Google Books o novo serviço, que deverá se chamar Google Edition, será pago e comercializará títulos de pequenas e grandes editoras do país, que de quebra terão a liberdade de determinar seus próprios preços e ficarão com 63% do lucro da operação.

O lançamento deve acontecer nas próximas semanas e inicialmente o novo serviço deverá contar com cerca de 10 mil títulos. Europeus e americanos só poderão conferir a novidade da empresa no final do primeiro semestre de 2010.

Uma das maiores diferenças do Google Edition em relação a seus concorrentes – leia-se Amazon – será que os livros não serão baixados pelo usuário, mas sim ficarão disponíveis na rede, podendo ser acessados de mais de um dispositivo.

Agora só falta um e-reader, certo? [MarketWatch]

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação