Início » Legislação » Agência Ag407 processa blog Pristina.org

Agência Ag407 processa blog Pristina.org

Avatar Por

ag407-vs-pristinaA agência de publicidade Ag407 decidiu processar o blog Pristina.org por danos morais. Uma liminar foi concedida em favor da agência, que obriga o Pristina.org a tirar do ar todos os posts que citem a empresa, seus sócios e também funcionários.

A Ag407 acusa o Pristina.org de permitir que comentários “derrogatórios” sobre a empresa fossem autorizados em um post no qual Felipe Tofani, autor do blog, noticiava que o site da agência estava exibindo uma solicitação de cobrança, mensagem não autorizada que a agência diz ter sido publicada após uma invasão hacker.

A reportagem do Tecnoblog falou com Alex Schonburg, diretor responsável pela Ag407, que disse que o Pristina.org desqualificou a agência e que iniciou uma campanha para adoção de avatares de Twitter com imagens difamatórias e insultos. Segundo Schonburg, o processo contra o Pristina.org acontece porque o blog foi co-responsável pelos comentários publicados, que possuiriam teor racista, violento e com incitação à destruição da propriedade alheia.

Pedro Villalobos, sócio da empresa de hospedagem que mantém o Pristina.org no ar, disse ao Tecnoblog que alguns comentários publicados no Pristina.org tinham ameaças ao autor do post e ao blog. Segundo Villalobos, esses comentários tinham autores de nomes distintos, mas partiam de um mesmo IP, o que o empresário considerou suspeito.

Por enquanto Felipe Tofani prefere não comentar o assunto, por orientação dos advogados. A nota que substitui os posts originais sobre a invasão no site da Ag407 no Pristina.org é intitulada de “Esse é um blog censurado”. Nela Tofani agradece a todos que participaram da campanha “#freepristina”, no Twitter e nos blogs, e diz que “as coisas não acabaram aqui”.

Já Villalobos, em post sobre o assunto no PVilla.com, traz para a discussão a questão da liberdade de imprensa. “Um caso como este pode simplesmente dar margem ao que já ocorre na China (Twitter, Facebook, MySpace e YouTube bloqueados): controle total e absoluto sobre tudo que é publicado, dito, falado e quase pensado”, escreveu Pedro Villalobos.

Questionado sobre o porquê da agência não ter processado o Blue Bus, o diretor da Ag407 disse que o site só publicou nota sobre o hackeamento, dando direito de resposta para a empresa e sem publicar comentários ofensivos de leitores. Por fim, Alex Schonburg disse que a liminar contra o blog foi concedida e que ações cíveis e criminais estão em andamento.

[Atualização às 18:30] O Pristina.org deu espaço para que a Ag407 se pronunciasse. Em 29 de junho o autor do blog escreveu: “Ontem eu tentei entrar em contato com a Selma e o Alex Von Schonburg da Ag407, mas não tive nenhuma resposta. Esperava que eles fossem gostar de deixar claro que a empresa não é caloteira, como anda sendo acusada. Mas a ausência de resposta deles deixa os comentários desse post com uma voz ainda maior”. O post não está mais no ar.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

vovogalo
Concordo com a Vanessa. Até agora não sabemos se os processos trabalhistas existem, se a agência é caloteira etc. Há fortes indícios de que são caloteiros mesmo, pq os sócios mal se pronunciaram a respeito. Acompanhei essa história toda porque imaginava que a ag407 era um bom lugar pra trabalhar (isso há 3 anos atrás, quando larguei o design gráfico pra ter uma vida.) Até hoje vejo amigos, colegas de faculdade, trabalhando por madrugadas inteiras só pra enriquecer os donos de agência. É ridículo!
Euripedes
Obrigado Pristina por dizer isso, que se aconteceu alguma coisa, algo de ruim fez essa agência, ninguém recebe tantas reclamações assim do nada, com certeza essa AG 407 fez algo de má fé com alguém para despertar tanta ira. E é isso que vive nosso mercado publicitário, ninguém tem direito a falar, a receber dinheiro por fgts e coisas do gênero, é um mundo de contratos, de notas frias e de trabalho abusivo e exagerado por madrugadas a fora. Direitos, só as empresas, aos funcionários, silêncio... Ainda bem que existem algumas excessões. Ainda bem.
Vanessa Bastos
Obrigada pela resposta, Thássius, mas infelizmente o contato com a AG407 não responde às minhas perguntas, nem de todos os interessados. Na minha opinião, a resposta do diretor só desvia o assunto real de tudo isso: a AG pagou os funcionários e ex-funcionários que lá trabalham? Eles têm processos de funcionários na justiça? Porque ele não se pronuncia a respeito? Essa é a origem de todos os comentários e a falta de pronunciamento da agência só contribui para o aumento da polêmica.
Thássius Veloso
Como o texto informa, o Tecnoblog entrou em contato com a Ag407, que foi representada pelo seu diretor.
Vanessa Bastos
Venho acompanhando toda essa história da Ag407 e fica aqui minha indignação: Porque a notícia gerada sobre o assunto se resume ao lado pessoal dos sócios da agência e blog, a quem postou o que e aonde? Onde está o verdadeiro jornalismo para resolver a real questão de indignação de tantas pessoas e posts - que é prioridade, na minha opinião-? AFINAL, A AG407 É CALOTEIRA OU NÃO? SEUS FUNCIONÁRIOS E EX-FUNCIONÁRIOS RECEBERAM PELOS TRABALHOS QUE PRESTARAM OU NÃO? RECEBERAM FÉRIAS, 13º, ETC, OU NÃO? ELA TEM PENDÊNCIAS COM A JUSTIÇA OU NÃO? Não trabalho em agências, mas sou formada em publicidade e fico impressionada na maneira que os veículos estão "cobrindo" o caso. Onde está o sindicato dos publicitários? Onde estão os veículos que falam sobre o ramo de comunicação e puclicidade? Todos os canais possíveis e imaginários estão falando do poder das "Mídias Sociais"... como monitorar a imagem da sua empresa, como realizar ações junto aos blogueiros, o poder de Twitter, Flogs, Blogs, etc... e essa liminar aparece e então acaba com o poder dos mesmos? Onde está a coerência? Os mesmos que falam do poder das mídias sociais são aqueles que encobrem o caso... Infelizmente essa liminar só mostra a fragilidade desse sistema que estão tentando nos vender e como nossa justiça pode ser retrógrada tirando do ar opiniões de tantas pessoas. Fica aqui uma sugestão: liguem na AG 407... perguntem qual a situação verdadeira deles, investiguem na justiça e, principalmente: PUBLIQUEM E DIVULGUEM O RESULTADO DISSO. Aí sim poderemos ver quem está mentindo.
Candia Zombie
Eu cheguei a ler comentários de ex-funcionários da Agência falando sobre o tal "calote". Logo, eles estão no direito de se manifestar não? Sendo que ELES são a vítima da história. Mas não vi nada Racista/Violento (ao contrário, as ameaças não eram ao Tofani?) no Twitter, nem mesmo o Avatar tem imagens difamatórias ...
Tiago Celestino
Uma "empresa caloteira" querendo ser "boazinha". Li todos os comentários do post do Pristina.org e muitos dos comentários eram de ex-funcionários que ñ receberam até hoje. Ridiculo, pior é que a Justiça do Brasil tá ai para mostrar o quanto não temos a tão liberdade de expressão.
Pedro Ivo
O que acho engraçado é que o caso lembra muito 2 expressões populares: "bode espiatório" e "entregar para c***to"(prefiro não usar o termo total, para que posteriormente não me acusem de radicalismo religioso ou "racismo"(?????) como foi dito acima). Pelo que compreendi, várias pessoas, anônimas ou não, comentaram o que queriam no blog, que em todo o momento foi imparcial. A parcialidade veio dos usuários, que, ao meu ver, podem falar o que quiserem desde que não seja ofensivo. Não é necessário pesquisar muito para ver o volume de prós e contras relativo ocorrido e acho extremamente suspeito a agência expor apenas aquilo que ela acha, sem dar explicitações fundamentadas dos fatos e principalmente, marcando pressão via redes sociais PÚBLICAS... isso seria o termo que usamos de "stalkear?" ... e se "stalkeou" porque não é capaz de dar retorno convincente sobre esse conteúdo supostamente danoso?... O caso agora não é averiguar se alguém falou algo ou não, em tal blog ou não... e sim, a agência em voga tem ou não culpa no cartório quanto as centenas de mensagens enviadas? (incluindo as ameaças ao Felipe Tofani). O que eu acho? POSSO DIZER? Melhor não. Não quero ser processado por ter opinião.
marcela faé
#freepristina!!!! é um abuso isso estar ocorrendo! E gostaria de saber que diabos é a “campanha difamatória no twitter”.. seria a campanha #freepristina??? Se sim, o que de “campanha difamatória no twitter” a campanha #freepristina tem??? Ai ai..
@frc
O chato aqui é a atitude de censura da AG407. Essa posição de censurar o meu blog no lugar de se defender, deixa a força dos cometários muito maior do que era pra ser. Quanto ao BlueBus, é tudo uma coisa bizarra. Eles nao tem comentários e fica dificil abrir uma discussão se voce nao pode falar nada. Isso tudo é uma quebra total da liberdade de expressão e é ridiculo.
Pedro Villalobos
Pois é Wesley, basicamente é isso que parece que está acontecendo. Vamos ver o desenrolar desta história, no meio tempo, gostaria que o Alex soubesse que a "campanha difamatória no twitter" nunca existiu. O que existiu, e ainda existe, é a campanha #freepristina pela liberdade de divulgação, lembrando que ela foi iniciada APÓS a entrada do processo.Em suma, se foi falado mal da AG407 no twitter dentro desta campanha, foi simplesmente por causa do processo irracional que está sendo movido. Mas aguardemos a decisão do juiz e tomara que este saiba a diferença entre difamar e divulgar. Na próxima vamos ver a Globo ser culpada pela queda de um avião no Taiti...
Wesley
Ou seja, está processando por falta de censura? Mas que mundo bizarro...