Arquivos Negócios

Uber vai aceitar pagamento em dinheiro em São Paulo

Jean Prado
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Depois de lançar um novo método de pagamento em três cidades do Nordeste, o Uber vai começar a aceitar dinheiro em São Paulo. A novidade, que foi adiantada pelo jornal Folha de S.Paulo, começa a valer nesta sexta-feira (29).

uber-dinheiro-abre

Atualmente, a empresa aceita apenas cartão de crédito em praticamente todas as cidades que atua, exceto Recife (PE), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Belo Horizonte (MG). A estratégia do serviço é captar mais usuários: 60% dos usuários no Nordeste fechavam o aplicativo na hora de digitar as informações do cartão de crédito.

Para pagar em dinheiro, é só adicionar a forma de pagamento nas configurações do aplicativo. Se o motorista não tiver troco, o restante fica como crédito para a próxima viagem do passageiro. A comissão que os motoristas pagam ao Uber (entre 20 a 25%) será descontada semanalmente.

uber-dinheiro

A estratégia é particularmente eficiente em países como a Índia, onde apenas 10% da população têm cartão de crédito. No Brasil, uma pesquisa divulgada em maio de 2015 pelo SPC aponta que 55 milhões de brasileiros têm cartão de crédito, quase metade da população economicamente ativa (PEA), segundo dados do IBGE.

Em janeiro, quando ainda estava disponível em apenas cinco cidades brasileiras, o Uber já havia alcançado 1 milhão de usuários, somente com a opção de pagamento no cartão. Como São Paulo concentra o maior número de usuários do Uber, ainda sem pagamento em dinheiro, em alguns meses devemos ver o impacto dessa decisão.

Como aponta o Gizmodo Brasil, o serviço aceita dinheiro em 86 das 400 cidades em que opera. Outros serviços de transporte individual, concorrentes do Uber, já começaram aceitando dinheiro, como o Televo e o Easy Go, ambos brasileiros.

Jean Prado

Autor

Jean Prado se formou em jornalismo pela Unesp (Universidade Estadual Paulista) em 2018. Em seguida, participou de um intercâmbio na Universidade de Victoria, no Canadá, onde focou em ciência política, francês e tecnologia na sociedade.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque