Início / Arquivos / Computador /

USB 3.0 na Intel? Espere sentado.

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O USB 3.0 pode ser considerado uma revolução na troca de dados entre equipamentos. Para você ter uma ideia, a taxa de transmissão é dez vezes (isso mesmo, 10x) mais rápida que na versão anterior, o USB 2.0. Isso significa um pulo de 480 megabits por segundo para 5 gigabits por segundo. Uma enormidade. Pena que não vamos ver a tecnologia sendo adotada em larga escala pelo menos até 2011. E a culpa é da Intel.

Sendo a maior fabricante de processadores e placas-mãe do mundo, a Intel tem posição privilegiada na hora de decidir quais tecnologias serão adotadas pela indústria (ou não). Pois bem, a decisão da empresa é a seguinte: só vão implementar o USB 3.0 quando a próxima versão do Windows sair. Isso é esperado para o fim de 2011.

A transição do USB 1.0 para USB 2.0 levou o período de 2001 a 2002 para ser concluída. No caso do USB 2.0, a demora é um pouco maior: a NEC começou a produzir equipamentos com USB 3.0 faz um ano. A indústria, no entanto, só deve adotá-lo em larga escala no fim do ano que vem, com a adoção da Intel.

E por que a Intel não adota logo o USB 3? Porque não é uma prioridade para eles, visto que a versão anterior do USB ainda funciona muito bem. Enquanto isso, nós ficamos sem as altíssimas velocidades de transmissão que a tecnologia promete. E mais um detalhe: dispositivos com suporte a USB 3.0 não precisarão de uma fonte de energia externa.

[via Nanotech]