Início / Arquivos / Brasil /

HTC pensa em voltar ao mercado brasileiro

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Enquanto algumas fabricantes se distanciam do Brasil, outras velhas conhecidas estão estudando a entrada no mercado nacional. É o caso da taiwanesa HTC, que saiu de fininho em 2012 e pode voltar a comercializar produtos no país, começando pelos óculos de realidade virtual HTC Vive.

A informação foi revelada por Joel Breton, vice-presidente global de conteúdo da HTC, em entrevista ao Estadão. A empresa pensa em lançar o Vive no Brasil nos próximos meses. O obstáculo é a alta carga tributária, que pode encarecer o produto: mesmo nos Estados Unidos, os óculos de realidade virtual custam 799 dólares, mais que um smartphone topo de linha.

htc-vive

Se a HTC seguir adiante nos planos de voltar ao mercado brasileiro, a estratégia deverá ser a mesma adotada em outros países: primeiro, a fabricante venderá seus produtos em sua própria loja online e depois fechará parcerias com o varejo.

A HTC começou a funcionar no Brasil em 2007, investindo US$ 10 milhões para trazer os primeiros smartphones da marca ao país, mas teve dificuldades para enfrentar LG, Nokia e Samsung. Aos poucos, os aparelhos da HTC pararam de ser produzidos no Brasil e perderam competitividade. Alguns smartphones da linha HTC One chegaram a ser homologados na Anatel, mas nunca foram vendidos oficialmente.

htc-10

Os produtos da HTC são normalmente elogiados pela qualidade de construção acima da média. O último flagship da marca é o HTC 10, que foi bem avaliado pelo acabamento resistente de metal, tela de 5,2 polegadas (2560×1440 pixels) com cores vibrantes e bom desempenho com os 4 GB de RAM e processador Snapdragon 820. Rumores apontam que a HTC deve fabricar os próximos smartphones Nexus, o que pode ser uma esperança para quem deseja comprar um Android puro no Brasil.

Agora vai?