Início » Arquivos » Gadgets » Este cabo faz backup e carrega seu smartphone ao mesmo tempo

Este cabo faz backup e carrega seu smartphone ao mesmo tempo

Cabo usa criptografia e um módulo bem inteligente para manter seus dados salvos

Jean Prado Por

meem-abre

Um projeto de sucesso no Kickstarter visa acabar com a dor de cabeça de perder seus arquivos ou perceber tarde demais que um backup na nuvem deu errado. Batizado de Meem, ele salva seus dados localmente e pode ser pareado com diferentes dispositivos. É uma ideia interessante porque você carrega o seu smartphone todo dia (ou mais que uma vez por dia), mas nem sempre faz backup dos dados.

meem-cabo-dentro

O funcionamento do cabo se deve ao módulo que fica próximo ao conector Micro USB ou Lightning. Ele é composto de uma placa de circuitos, memória e um processador. Basicamente, é um armazenamento “inteligente”, por isso o preço relativamente alto de 49 euros, o equivalente a 196 reais.

Ainda que estejamos na época de backup na nuvem, a empresa por trás do Meem defende que o cabo complementa o seu backup em servidores. E, como nós falamos no Tecnocast 024 — Quem tem um, não tem nenhum, é sempre bom ter mais de uma opção para guardar as suas preciosas informações.

meem-cabo-carregamento

Além disso, a empresa menciona uma pesquisa da Cisco, constatando que 1,4 bilhão de consumidores usaram armazenamento na nuvem em 2015, quando havia 3,4 bilhões de smartphones ativos. A pesquisa fez uma projeção para 2019, mostrando que essa diferença vai permanecer. Ou seja, nem todo mundo que comprar celular vai fazer backup na nuvem, não fazendo backup algum ou recorrendo a alternativas locais (como o Meem).

O uso do dispositivo (podemos chamá-lo assim?) é bem simples: basta conectar o cabo do Meem e baixar o aplicativo necessário. Depois disso, o usuário precisará criar um PIN para assegurar que outras pessoas não poderão acessar o backup indevidamente. As informações são armazenadas com criptografia AES de 256 bits.

meem-cabo-multiplos-dispositivos

O Meem funciona com mais de um dispositivo, então você pode compartilhar o cabo para fazer backup de alguém ou mesmo restaurar as informações do seu smartphone antigo. A empresa nota que, para compartilhar o cabo, você precisa confiar o PIN do Meem para outra pessoa. Apesar do cabo só ter app para Android e iOS, a saída Micro USB permite que aparelhos BlackBerry e Symbian S60 tenham seus dados salvos e exportados para Android.

Abaixo, você pode ver o que o Meem salva no Android. No iPhone, as opções são ainda mais limitadas, guardando apenas contatos, calendário, fotos e vídeos. A extensão para SMS e música no Android é interessante, mas nem todos esses dados são suficientes para um backup completo.

meem-backup

Ainda que esses arquivos mais acessíveis para nós sejam importantes, seria interessante que o Meem guardasse também dados de aplicativos, para você não perder o seu progresso em jogos ou suas informações salvas em algum bloco de notas, por exemplo. Os dados (e somente eles) nem ocupariam tanto espaço, mas a falta de um padrão para isso em ambas as plataformas deve ter desmotivado os desenvolvedores.

De qualquer forma, é visível que o Meem é um cabo de alta qualidade e o projeto foi muito bem elaborado. Os dados salvos estão, definitivamente, seguros, porque para perdê-los, seria necessário perder o smartphone e o cabo, já que o Meem espelha o backup no smartphone.

Você pode conferir mais detalhes sobre a engenharia do Meem no site oficial. O cabo de 16 GB (Micro USB) custa 49 euros (R$ 196 em conversão direta) e o de 32 GB (Lightning) está disponível por 75 euros (R$ 300 em conversão direta).

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago Silva
O preço pesa também, mas eu compraria sem problemas.
MalcriadoRJ
O projeto é interessante, mas tem como ponto negativo o preço. Por esse preço, lá fora, se compra outro aparelho celular.
Weller Santibanez
Achei muito interessante, mas pelo menos no meu uso não acho necessário, pois o meu backup é automático, não preciso fazer nada para tudo ficar salvo na nuvem...