Início » Arquivos » Legislação » Uber não reduziu o número de corridas de táxis, diz Cade

Uber não reduziu o número de corridas de táxis, diz Cade

Os resultados não fornecem nenhuma evidência de que o número de corridas de táxis diminuiu com o Uber

Lucas Braga Por

File illustration picture showing the logo of car-sharing service app Uber on a smartphone next to the picture of an official German taxi sign

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) liberou um estudo que analisa o impacto do Uber sobre as corridas de táxis tradicionais. O órgão, pertencente ao Ministério da Justiça, afirma que o uso do aplicativo de transporte privado individual não provoca alterações no volume de corridas de táxis convencionais.

O estudo foi feito entre os meses de outubro de 2014 e maio de 2015. A análise considerou dois grupos: o primeiro, que compreende as cidades onde o Uber já oferece serviço (Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo) e o segundo nas cidades onde não havia operação do serviço, como Porto Alegre e Recife.

A principal estratégia de pesquisa foi comparar os números de pedidos de chamadas do Uber com os aplicativos 99Taxis e Easy Táxi. O objetivo era verificar se as corridas do Uber apresentaram algum grau de substituição ou mesmo exercido algum tipo de rivalidade. O resultado da análise é bem claro:

“[…] A análise do período examinado, que constitui a fase de entrada e sedimentação do Uber em algumas capitais, demonstrou que o aplicativo, ao contrário de absorver uma parcela relevante das corridas feitas por taxis, na verdade conquistou majoritariamente novos clientes, que não utilizavam serviços de táxi. Significa, em suma, que até o momento o Uber não “usurpou” parte considerável dos clientes dos taxis nem comprometeu significativamente o negócio dos taxistas, mas sim gerou uma nova demanda.”

Isso contraria o argumento dos taxistas de que seus serviços estariam sendo canibalizados pelo Uber: o aplicativo passou a atender uma demanda reprimida, de usuários que não faziam uso do táxi. É fato que ambos os serviços acabam sendo concorrentes, mas na prática a diferença não é significativa o bastante para que os motoristas de táxi se preocupem tanto.

O estudo completo, detalhando todas as metodologias de pesquisas e resultados obtidos está disponível na íntegra.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tadeus Araújo
Mas o 99 e o Easy não fazem isso há um tempão não?
Antonio Carlos Pires
Volume de corridas em são Paulo este mês (julho / 2016) caiu 60% em relação ao período do estudo do cade. Isto não muda a posição do cade ? Ou o cade tem uma simpatia gratuita a esta tão nobre empresa que está explorando seus motoristas vassalos, digo motoristas parceiros.
Bruno Bastos
Meus amigos que usam UBER nunca usaram táxi antes. Começaram a usar pra tirar onda (andar de Mercedes, Fusion, etc e com motorista? Quem não quer?). Gostaram tanto do serviço que acabam usando com certa regularidade agora.
Thiago Sabaia
Se tem alguém que prejudica o número de corridas são os próprios taxistas, muitos com o costume de escolher a pessoa e o destino que faz, carros mal cuidados, falta de educação, etc. Se eles trabalhassem normalmente, o Uber não afetaria em nada, ele chegaria, o pessoal ia usar para conhecer a novidade e depois continuar no taxi devido a facilidade de sempre ter um parado ou andando proximo onde você está.
Douglas Baião
Eu tbm! Deixei de ir a um lugar certo dia pq nenhum táxi que eu parei aceitava cartão. Se eu tivesse Uber na época, teria chamado, sem me preocupar de digitar senha do cartão, de ter que ter dinheiro na hora. Viria tudo na fatura depois. Praticidade mil do Uber!
Douglas Baião
Eu, por exemplo, havia utilizado táxi uma vez, pois era urgência urgentíssima. Não utilizava por ser muito caro. Com o Uber, eu não abandonei o táxi, eu simplesmente comecei a utilizar o Uber. E se acabarem com o Uber, eu não começarei a pegar táxi. Voltarei pro busão. E ao invés de melhorarem e baratearem o táxi para todos terem condições de utilizarem, estão criando o "Táxi Premium", mais caro ainda que o táxi normal. Como se a primeira exigência fosse luxo, e não preço justo. Fico mais inclinado ainda a optar pelo busão mesmo.
Turdin
Isso que acho muito engraçado, me assustei quando visitei SP e quase nenhum lugar passava cartão. Aqui até carrinho de picolé passa, quanto mais taxi e moto taxi :S
Matheus Gonçalves
Eu tô nesse montante aí dos que não usavam taxi e que passaram a usar Uber.
"Ah mas por que você não usa o taxi no lugar do Uber?"
Foram justamente todas as vantagens que o Uber trouxe que me convenceram a pagar por uma corrida. Coisas que o Taxi nunca me proporcionou, como poder chamar o motorista, inserir o trajeto e efetuar o pagamento tudo à partir do aplicativo. Some a isso a gentileza e treinamento dos caras, ganharam um cliente. Um cliente que taxista nenhum perdeu, pq nunca teve.
Keaton
Ah, esse tipo de alvoroço sempre acontece... Ainda lembro quando começou o VoIP, o Skype estaria supostamente matando as operadoras de telefonia fixa por permitir fazer ligações locais, distantes e internacionais de forma totalmente gratuita e deveria ser considerado ilegal.... mais recentemente foi o whatsapp que estaria supostamente matando as operadoras de telefonia móvel por "sms gratuito" e outros gratuitos, também foi chamado de telefone pirata. Sério, o pessoal tem de parar de agrupar serviços parecidos, porém diferentes, na mesma categoria.
Jonas S. Marques
Após maio e, consequentemente, após os protestos eu imagino que esse cenário tenha sim mudado. Muitos amigos meus que se quer imaginavam que o Uber existia passaram a contar com o serviço. E agora, mas apenas agora isso vai ser um problema pro taxi. Por que enquanto eles vão dando porrada em motorista e até em passageiro o Uber derruba preços, da conforto, etc.
Supersonic
Acho que esse é o principal motivo, enquanto um tu simplesmente pega na rua e paga em dinheiro o outro para usar é necessário estar cadastrado com cartão de crédito em um aplicativo.
rafamp
Vai chora?
Feripe Hatsune
Vejam só... o mimimi barulhento dos taxistas acaba de cair por terra. Agora quero ver qual será a razão do motim agora..
Leonardo Spricigo
Ah mas vão perder sim, é só continuar com essas reações violentas que eles tem que ninguém mais vai querer usar o serviço.
Burnerman_X
Parte da demanda reprimida por conta dos taxistas não aceitarem cartão de crédito/débito e o Uber sim (apenas crédito).
Exibir mais comentários