Início » Arquivos » Telecomunicações » Você pode fazer ligações interurbanas de graça em orelhões da Oi nestes 14 estados

Você pode fazer ligações interurbanas de graça em orelhões da Oi nestes 14 estados

Paulo Higa Por

A partir desta quinta-feira (1º), você poderá fazer ligações interurbanas para telefones fixos sem pagar nada nos orelhões da Oi em 14 estados. A medida foi imposta pela Anatel como uma punição pelo fato da operadora não cumprir os patamares mínimos de disponibilidade de telefones públicos nessas regiões.

A determinação vale para os estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Nesses locais, a Oi não atingiu duas metas: disponibilidade de orelhões no estado (mínimo de 90%) e disponibilidade de orelhões em locais atendidos apenas por telefones públicos (mínimo de 95%).

orelhao-oi

A operadora está sendo obrigada a oferecer ligações gratuitas para telefones fixos nos orelhões desde abril, quando a punição valia para 15 estados. Depois da última medição realizada pela Anatel, no dia 30 de agosto, apenas Sergipe passou a atender os patamares mínimos de qualidade de orelhões, onde a Oi pode voltar a cobrar pelas chamadas.

As medições de qualidade são feitas pela Anatel a cada seis meses, e a punição aumenta com o tempo. Nos estados em que a Oi não atingir os índices mínimos nas medições de 29 de fevereiro e 30 de agosto de 2016, a operadora será obrigada a oferecer ligações locais para celulares (a partir de abril) e ligações interurbanas para celulares (a partir de outubro) sem cobrar nada.

Pelas regras, as concessionárias de telefonia são obrigadas a disponibilizar orelhões, mas a popularização dos celulares faz com que a utilização dos telefones públicos seja cada vez menor — e o dinheiro que as operadoras ganham com os orelhões muitas vezes não pagam a manutenção dos terminais. A Oi é a maior concessionária de telefonia fixa do país, possuindo concessões em todos os estados, exceto São Paulo.

Com informações: Agência Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Luiz Otávio Naufel
Como se faz uma chamada interurbana? Tentei fazer uma por orelhão no Paraná e não consegui. Alguém pode-me ajudar?
Wilton Sampaio Sampaio
boa noite sim mais por que so faz ligação local não faz di uma cidade pra outra ou ate de um estado pra outro mesmo por que local guase a gente não liga nós liga mais e pra fora de que local então libere em geral logo pra todos os lugares
Firmino Gomes
TEm que trocar os orelhões por ponto de wi-fi grátis.
F. S.
Que bom que tu não precisou, isso não significa que ninguém precise e que devamos acabar com os orelhões.
F. S.
Boa sorte pra abordar alguém a meia noite.
F. S.
Tu só precisa lembrar o de casa (desde que não more sozinho).
wellington wescles
Sou de São luis do Maranhão e você achar um orelhão aqui é mais raro do que achar nota de R$ 100,00 na rua
Anthony Fernando
Essa punição se
Vagner Ligeiro Abreu
Eu pensava que qualquer serviço de telecomunicações entrava como concessão. Obrigado :)
Fernando Albuquerque
A GVT não oferece serviços públicos, e sim serviços privados. Todos os serviços que ela oferece têm que ser regulados por um contrato privado entre ela e seu cliente. É diferente por exemplo da Oi, que é obrigada a disponibilizar um determinado número de orelhões e aceitar ligações apenas com a compra de um cartão, sem poder exigir contrato nenhum. A Embratel também é uma concessionária de telecomunicações. A diferença é que como ela nunca foi uma concessionária local, mas somente de longa distância, as obrigações dela são diferentes da Oi e da Vivo.
Vagner Ligeiro Abreu
Tenho um temor disto. Preparem-se para uma onda de trotes por aí... Uma coisa paradoxal: por mais que tenha a meta de colocar mais orelhões, ao mesmo tempo os celulares meio que "deixaram isso de lado". Orelhão sempre foi um serviço quase "emergencial". Diferente de um telefone pessoal, orelhões são formas de comunicação da comunidade. O ruim também é quando a própria comunidade não cuida disto - vide os inúmeros aparelhos depredados. Acho que não adianta aplicar multa aí, sendo que a manutenção e reposição de orelhões não vira. O próprio Estado, que deveria cuidar da segurança do patrimônio (os orelhões), não cuida, não prendendo pixador/vândalo.
Vagner Ligeiro Abreu
Higa, agora fiquei confuso - de qualquer forma, serviços de telecomunicações não são concessões públicas (já que oferecem serviços públicos) de qualquer maneira? E Embratel também era uma oriunda de estatal.
Vitor
Mas é óbvio que se a Oi ao invés de cumprir com a meta, resolver acabar com todos os Orelhões a Anatel aplicará outro tipo de punição. Quem sabe algum tempo sem poder vender linhas fixas?
Assunção Jr
Clap! clap! clap! Excelente observação.
Emanuel Schott
Tenho celular as uns 8 anos e não me lembro da ultima vez que tive que usar um orelhão.
Exibir mais comentários