Início / Arquivos / Curiosidades /

Pode ir com calma: um novo ingrediente fará seu sorvete derreter mais devagar

Jean Prado

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Quem nunca teve que consumir um sorvete correndo por medo dele derreter ou pingar? Isso será coisa do passado: uma proteína natural descoberta por pesquisadores das Universidades de Edimburgo e Dundee, ambas na Escócia, fará o sorvete derreter mais devagar.

O ingrediente consegue agir na mistura do óleo e água e impede que o ar escape, fazendo com que o conjunto fique mais homogêneo. Atualmente, ele é usado para fermentar algumas substâncias e pode ser encontrado em alguns alimentos como uma bactéria inofensiva. Os cientistas conseguiram desenvolver um método de produzir a proteína, podendo levar a fabricação do ingrediente em escala industrial.

Esta criança parece feliz com a novidade. (Foto: Liya Zlotnik)

Esta criança parece feliz com a novidade. (Foto: Liya Zlotnik)

A substância, além de contribuir para a durabilidade do sorvete, também faz com que a sobremesa respingue menos e pode reduzir a quantidade de gordura saturada, caloria e açúcar nos alimentos. Ela também age para combater a formação das partículas de gelo, favorecendo na consistência da textura do sorvete.

Segundo Cait MacPhee, pesquisadora da Faculdade de Astronomia e Física da Universidade de Edimburgo e líder do projeto, o sorvete fica estável por mais tempo e não pinga frequentemente enquanto derrete. Cait explica que a substância é aplicada ao substituir moléculas de gordura que estabilizam as misturas de óleo e água, mas que a alteração não deve mudar o gosto.

A proteína também pode ser aplicada em outros alimentos, como mousse de chocolate e maionese. Com seu uso, todos ficam menos calóricos, usam menos açúcar e fazem menos mal para a saúde.

A estimativa dos cientistas é que os produtos com a nova descoberta fiquem disponíveis no mercado em até cinco anos. Também é esperado que o uso do ingrediente beneficie fabricantes, uma vez que ele pode ser feito com matérias-primas sustentáveis e não prejudica a qualidade dos produtos. Todo mundo ganha, pelo visto.

Com informações: BBC Brasil.