O Yahoo já teve seu próprio mecanismo de pesquisa e, por algum tempo, conseguiu ter participação expressiva nesse mercado. Agora, a companhia entende que está na hora de voltar, mas não como antes: Marissa Mayer, a chefona do Yahoo, vê grande potencial no segmento de buscas móveis.

Yahoo

Falando assim, a impressão é a de que o Yahoo abandonou de vez as pesquisas na web. Na verdade, a empresa continua no ramo, mas, desde 2009, mantém uma parceria com a Microsoft para exibir resultados do Bing (de 2000 a 2004, a empresa usou o motor do Google).

Em abril, o acordo foi renegociado. Assim, o Yahoo se comprometeu a oferecer dados do Bing em pelo menos 51% dos resultados. Para o restante, a companhia ficou livre para prover links do seu próprio buscador ou mesmo de outras companhias. Há até rumores de que o Yahoo estaria fazendo testes com resultados do Google.

Fato é que a maior autonomia está permitindo ao Yahoo compreender melhor os rumos do mercado. Além disso, as parcerias que a companhia fechou para prover recursos de busca têm servido de estímulo.

A parceria mais notória é com a Mozilla. Em novembro de 2014, o Yahoo passou a ser o motor de busca padrão do Firefox nos Estados Unidos. Também houve acordo com a Oracle para distribuição daquelas (irritantes) barras de busca com o Java.

Essas parcerias estão dando resultado. Só no segundo trimestre, o Yahoo viu a quantidade de cliques em links patrocinados nas buscas aumentar 13%. Isso é bom. Mas o Yahoo quer mais, é claro.

Marissa Mayer

Marissa Mayer

“Nós acreditamos que toda a inovação interessante acontecerá no lado das buscas móveis”

Para Mayer, as buscas para desktops já têm boas soluções. Em mobilidade, porém, há muito o que ser feito. “Nós acreditamos que toda a inovação interessante acontecerá no lado das buscas móveis”, ressaltou. Ela fala com a experiência de quem conhece bem o ramo: antes de assumir o Yahoo, Mayer fez parte do alto escalão do Google.

É difícil, para não dizer impossível, fazer frente ao Google (a companhia também vem investindo pesado em mobilidade), mas o Yahoo acredita que, além do foco em tecnologia própria, as parcerias continuarão sendo uma boa estratégia. Atualmente, a companhia está de olho na Apple: o acordo para uso do Google como buscador padrão do Safari termina neste ano.

Se as buscas têm potencial, é natural seguir por esse caminho. E necessário. O Yahoo não está em crise, mas os resultados do segundo semestre acabaram de ser apresentados e não são animadores: a empresa obteve prejuízo líquido de US$ 21,6 milhões contra lucro líquido de US$ 269,7 milhões no mesmo período de 2014.

Com informações: Quartz, Forbes

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Michael Felipe
Não sou dessa época rsrsrs, mas já vi um documentário que o Yahoo já foi forte sim nas buscas.
Michael Felipe
Concordo com você. E o pior disso é que boa parte do conteúdo é fofoca...
kadug
Que época incrível onde um cowboy grita Yahoooooo! enquanto o buscador retorna os resultados de busca
Keaton
Faz tempos que eu nem vejo mais o Yahoo.... fico imaginando se ele continua com aquele visual bagunçado cheio de flash piscando em todos os cantos...
Supersonic
Sim, seu buscador era conhecido aqui no Brasil como "Cadê", era o mais usado lá por 1999.
Mithsiel
Uhum. Senta lá, Marissa.
Ibrahim Cássio
Me lembro que em 2000 eu tive que fazer uma pesquisa sobre o Moma de Nova Iorque e usei o Yahoo; lembro como se fosse hoje do som de caubói gritando Yahoo! que ele fazia quando trazia os resultados.
Emerson Alecrim
Hahaha... Tive uma visão do Bing falando "meu passado me condena" :P
Leandro Ruel
e eu usava o buscador do msn...não pergunte.
Luander Falqueto Beltrame
A um bom tempo eu usava mais o Cadê? que o Google.
Rodolpho Freire
Yahoo forte em buscas... http://stream1.gifsoup.com/view3/1561740/laugh-o.gif´
tuneman
pior: parece um portal de fofocas. fico admirado com esses portais, pois são coisas jurássicas para os padroes atuais.
Emerson Alecrim
Já, em um passado bem longínquo, o Yahoo era uma opção bem conhecida para buscas e diretórios. Eu mesmo usei bastante. Até que o Google chegou e dominou a área.
Leandro
Yahoo já foi forte em buscas?
Alisson Silva
Não vejo mais o Yahoo como uma grande empresa de tecnologia como Google ou Microsoft, agora vejo o Yahoo somente como um portal de conteúdo, como Uol, Terra, etc. Faz um bom tempo que o Yahoo não cria um serviço novo, parece que se conformaram em viver de views em notícias de ex-BBBs.