Início » Arquivos » Computador » Nvidia apresenta a GPU GeForce GTX 980 Ti

Nvidia apresenta a GPU GeForce GTX 980 Ti

Emerson Alecrim Por

A edição 2015 da Computex ocorre nesta semana e a Nvidia é uma das primeiras a aproveitar o evento para trazer novidades: correspondendo aos rumores que surgiram nos últimos dias, a companhia anunciou a GPU GeForce GTX 980 Ti, modelo que tem entre seus atributos suporte a 4K e aplicações de realidade virtual.

GeForce GTX 980 Ti

O novo chip pode ser visto como uma versão simplificada da poderosa Titan X. Isso significa que temos uma placa de vídeo que não é a mais sofisticada do mercado, mas que promete poder de fogo suficiente para atender aos usuários mais exigentes, em especial, o público gamer.

Nas especificações, a GeForce GTX 980 Ti conta com arquitetura Maxwell, chip GM200 (o mesmo da Titan X), TDP de 250 W, tecnologia de fabricação de 28 nanômetros e 6 GB de memória GDDR5 com frequência de 7 GHz e interface de 384 bits.

A novidade conta ainda com 2.816 núcleos CUDA, 96 unidades de renderização ROP, 176 unidades TMU (para texturas) e clock de 1.000 MHz (1.075 MHz em modo “turbo”). Ao todo, a GPU possui 8 bilhões de transistores, outra característica que a GTX 980 Ti “puxa” da Titan X.

Segundo a Nvidia, essa combinação de recursos capacita a nova GPU a rodar jogos como Battlefield 4, Shadow of Mordor e The Witcher 3 em resolução 4K, máxima qualidade gráfica e taxas de quadros que variam entre 30 e 60 fps.

Com a proximidade da chegada de equipamentos de realidade virtual ao mercado (o Oculus Rift, a opção mais aguardada, deve aparecer nos primeiros meses de 2016), a Nvidia fez questão de ressaltar que a GTX 980 Ti deve também atender satisfatoriamente a esse segmento.

Tecnicamente, deve mesmo. O Oculus Rift, por exemplo, trabalha com resolução de 2160×1200 pixels e taxa de atualização de 90 Hz, logo, precisa de recursos gráficos avançados. Não por menos, os requisitos mínimos do dispositivo incluem GPU GeForce GTX 970 ou AMD R9 290.

Além de dar conta das exigências gráficas do Oculus Rift, a GTX 980 Ti é acompanhada do kit GameWorks VR, que facilita o desenvolvimento de aplicações de realidade virtual graças a uma série de recursos de apoio: VR SLI, Direct Mode, Nvidia Multi-Resolution Shading e por aí vai.

GeForce GTX 980 Ti

No mais, a GeForce GTX 980 Ti oferece suporte a padrões de conexão como Dual Link DVI-I, HDMI e DisplayPort 1.2 (até três portas) e compatibilidade com DirectX 12, OpenGL 4.5, G-Sync (tecnologia que sincroniza a frequência de atualização da tela com a taxa de renderização gerada pelo chip gráfico), entre outros.

Como é de se esperar, a GPU não é para todos os bolsos, embora seja bem mais em conta que a Titan X (US$ 999): nos Estados Unidos, a GeForce GTX 980 Ti começará a ser vendida já neste mês com preço sugerido de US$ 650. Ainda não há informação sobre lançamento oficial no Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Denis Belo
http://forum.clubedohardware.com.br/topic/475733-qual-a-diferen%C3%A7a-entre-dvi-i-dvi-d-dvi-a/ O Google é sempre seu amigo =D
tuneman
acho que é a pinagem
Diz Qus Não
Cerca de R$ 2100,00 sem impostos... kkk... Mas vamos tentar adivinhar o que aguarda essa belezinha em território nacional:?
Rafael Olah
Qual a diferença entre DVI-I para DVI-D?