O Yahoo segue tentando fazer o Flickr ter a glória de outrora. Nesta quinta-feira (7), a companhia apresentou as novas versões da modalidade web e dos apps móveis do serviço. O objetivo é óbvio: tentar te convencer a mandar o máximo possível de fotos para lá.

Flickr para Android

A renovação tem como alvo principal os usuários de dispositivos móveis. Um dos fatores que fizeram o Flickr perder relevância foi justamente a falta de uma estratégia para o segmento – não faz muito sentido mandar fotos do celular para lá se você pode conseguir mais visualizações e interações no Facebook ou no Instagram, por exemplo.

Para virar o jogo ou, pelo menos, amenizar a situação, os novos apps do Flickr para iOS e Android tentam facilitar o upload automático de fotos tiradas com o smartphone.

Quando isso é feito, um algoritmo de reconhecimento analisa o conteúdo para poupar o usuário da tarefa de organizar as fotos. Assim, a pessoa consegue localizar facilmente determinada imagem para editá-la, compartilhá-la ou simplesmente visualizá-la.

Tanto na versão web quanto nos apps, a organização melhorada se deve à interface Camera Roll, que arranja as fotos em uma espécie de linha do tempo. Com poucos cliques, você pode selecionar as imagens de um determinado mês, por exemplo, para movê-las de pasta ou editá-las em bloco. Se optar pelo modo Magic View, o acervo será dividido em categorias – paisagens, preto e branco, abstrato e por aí vai.

Flickr Camera Roll

Flickr Camera Roll

Como o contexto social é extremamente importante, o Flickr também ganhou melhorias nas opções de compartilhamento. Segundo o Yahoo, você não precisa mais criar um álbum para compartilhar um grupo de fotos. Agora, basta selecionar as imagens no acervo e clicar na função de compartilhamento. É possível compartilhar a seleção via email, Twitter, Facebook, entre outros.

O Yahoo não esqueceu o desktop. A empresa também atualizou o Flickr Uploadr para Windows e OS X. A ferramenta está mais fácil de usar e consegue fazer upload automático de imagens armazenadas em diferentes pontos, inclusive em unidades externas conectadas ao computador.

Flickr Uploadr

Se essas e as demais mudanças vão trazer resultado, é difícil saber. Mas ao menos o Yahoo está tentando. É preciso mesmo agir assim, nem que seja para segurar os usuários ainda fiéis ao serviço. Segundo a empresa, o Flickr possui 100 milhões de contas ativas. O rival Instagram tem três vezes mais, ainda assim, 100 milhões está longe de ser um número inexpressivo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jairo Dos Santos
interessante valeu pela informação
Tiago
Apesar das comparações com o Instragram, na minha opinião, as redes são muito diferentes. Sou apologista de que devemos utilizar cada uma delas consoante os nossos objetivos e, claro, de acordo com o nosso gosto pessoal. Além disso, usar uma não significa que não utilizemos a outra. Confesso que ainda recorro muito ao Flickr, principalmente para encontrar imagens de qualidade e que posso usar referindo o autor. Acredito que a rede se conseguirá manter e que se saberá adaptar-se às novas tendências.
Vitor Mikaelson
Acho que ele quis que vai ficar mais difícil se recusar a fazer app com mais usuários.
F. S.
"Site não é adaptado para touch..." e a "experiência de uma app é diferente de um site" são duas afirmações diferentes. Mas os meus comentários não se trataram disso, eu disse que um app não é necessário? Não, só corrigi ele por ele ter dito que com o Windows 10 eles seriam *obrigados* a lançar um bom app.
Vitor Mikaelson
Estou falando em tablets..... A experiência de um app fica bem melhor.
F. S.
Não sei que site que tu tá falando, porque sites responsivos estão aí pra quem quiser usar. E não entendi da onde surgiu isso, quem falou em site?
Tiago Celestino
hahahahahahahahahahahahaha "disculpi" fotógrafo. ;)
Vanderlei Gomes Fotografia
È com essa fotinho de perfil paro aqui.
Tiago Celestino
A quantidade de visualização sempre teve, inclusive hoje você pode ver sem precisar pagar. Sobre o público, se não me engano, ainda é possível fazer isso e sem precisar pagar. O meu questionamento maior é que hoje em dia, realmente não vale a pena pagar, só se por algum motivo você tiver mais de 1Tb de fotos, ai sim, mas tirando isso, o Flickr vem atendendo e muitos os fotografos. Ah, tinha uma coisa que gosta: selo Pro na minha conta!! hahahahaha
Vanderlei Gomes Fotografia
Simples saber quais eram as fotos mais vistas e por qual publico.para um profissional faz muita diferença.
Tiago Celestino
Cara, já fui assinante do Flickr há anos, muito antes de ser possivel pagar aqui no Brasil e duas vantagens: remoção de propagandas e espaço ilimitado. Existia algum outro beneficio? Me conte, pq realmente vc era o usuario que via mais alguma coisa em ser assinante do flickr.
Vanderlei Gomes Fotografia
Se vc nem sabe para que servia uma conta Pró é melhor para de comentar sse post.
Vitor Mikaelson
Site não é adaptado para touch...
F. S.
E disso que eu falei, só não fui muito claro. Se até os tablets vão ser capazes de rodar o cliente velho que eles já têm, pra que se dar ao trabalho de fazer um novo?
Delta Force
Me referia ao Windows para laptop mesmo.
Exibir mais comentários