No ano passado, a Sony deu a entender que lançaria menos smartphones em 2015, mas isso não quer dizer que a redução de modelos será drástica, certo? Pois bem, a companhia acaba de anunciar mais um telefone: o Xperia C4.

Xperia C4

Assim como o C3, o modelo antecessor, o Xperia C4 chama atenção pela sua câmera frontal de 5 megapixels acompanhada de flash LED. A intenção aqui é óbvia: atender ao público que adora selfies. Para tanto, a câmera frontal também conta com lente grande angular de 25 mm e campo de visão de 80 graus, além de estabilização óptica.

A câmera traseira, por sua vez, evoluiu ligeiramente em relação ao Xperia C3. Sai de cena um sensor de 8 megapixels e entra um com 13 megapixels e, claro, flash LED.

O Xperia C4 tem 7,9 mm de espessura, um bom tamanho

O Xperia C4 tem 7,9 mm de espessura, uma boa medida

Também há mudanças na tela. O componente continua tendo 5,5 polegadas de tamanho e tecnologia IPS LCD, mas agora vem com resolução full HD (o Xperia C3 é HD).

Para dar conta de tudo, o Xperia C4 foi equipado com processador octa-core MediaTek MTK6752 de 1,7 GHz (64 bits), 2 GB de RAM, 16 GB para armazenamento interno de dados expansíveis com microSD e bateria de 2.600 mAh. Na conectividade, há Wi-Fi 802.11n, Bluetooth 4.1, NFC e 4G.

Xperia C4

O sistema operacional é o Android 5.0 Lollipop. Exceto por um detalhe ou outro, a interface é a mesma que a Sony emprega há algum tempo na linha Xperia (ela é funcional, mas o seu visual já dá sinais de que precisa de uma boa renovação).

Segundo a companhia, o modelo será oferecido em versões single e dual SIM a partir de junho em “países selecionados”. Ainda não há informação sobre lançamento no Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Keaton
muito provavel, ainda mais levando em conta o histórico de baterias explosivas da Sony... =p
Marcos Tony Lehmann
A câmera frontal tem estabilização optica mesmo? Não seria digital? E tem foco automático?
MXNB
O pós processamentos não é muito bom. A Samsung usa sensores da Sony e consegue muitas vezes obter melhores resultados do que a própria fabricante dos mesmos.
Ezio, Auditor
Pois é, o que ela divulga é são binários de firmware e bootloader. Mas ainda assim, sem a devida documentação e suporte das fabricantes do processador e GPU a comunidade fica atada a fazer gambiarra. Dificilmente estes modelos ganham ROMs oficiais de grandes desenvolvedoras como a CM, por exemplo. Só ports não oficiais mesmo.
Vinicius
Já ouvi falar bastante disso. A MediaTek mudou um pouco sim, é até parceira do Google na fabricação do Android One... talvez seja diferente. Não vou me arriscar a falar de desenvolvimento de ROMs (não é meu forte kk), mas a Sony tem o costume de divulgar arquivos open-source dos seus aparelhos. Exemplo: http://developer.sonymobile.com/downloads/xperia-open-source-archives/open-source-archive-for-25-0-a-1-42/ (do Xperia E4g que também é MediaTek). Talvez isso possa ajudar em algo... não sei.
Vinicius
Pode ser, Sony nunca foi um exemplo de empresa econômica... mas a Motorola tá bem careira, viu? Mesmo vendendo bem, tem dificuldade em sair do vermelho por conta do baixo lucro. E o Moto E 2015 já mostrou que eles querem aumentar o preço e sair dessa situação... não sei como vai ficar, mas torço pra que a Sony não bote o preço nas alturas, não dessa vez. A linha 2015 tá bem interessante e tem potencial, resta saber vender :P
tuneman
realmente o problema sempre foi o preço. aí vem a Motorola e anuncia um novo Moto G com specs similares e um valor bem abaixo.
Ezio, Auditor
Só não arrisco mais Mediatek na minha vida devido aos drivers de código fechado e pouquíssimo suporte à comunidade no que tange a desenvolvimento de custom ROMs. Meu último MT foi a 3 anos e desde então passo direto quando vejo esse nome e, por estar atualizado, posso estar falando bobagem. Hoje em dia, para mim, tem que ser qualcomm.
Vinicius
Engraçado que vi alguns sites dizendo que o C4 seria a opção mais intermediária da Sony para esse ano, colocando o M4 Aqua em um nível acima. O processador MT6752 é muito bom, melhor que o Snapdragon 615 do M4 Aqua. O da MediaTek além de suportar reprodução em 4K HEVC (615 vai até o Full HD), consegue usar todos os oito núcleos simultaneamente. Isso pode garantir um ganho de performance interessante. Em alguns benchmarks, a pontuação chegou a ser quase o dobro. Ponto para o MediaTek. Fora essa frontal gigantesca, tem a tela também. As 5,5'' 1080p do Xperia C4 são um sinal de que ele não veio pra ficar no preço do Moto G... Bateria me preocupa um pouco, são 2600mAh pra sustentar esse phablet. Mas a Sony conseguiu uma ótima reputação desde o Z3, em relação a software e otimização de bateria, então... Talvez alguns tenham tido essa impressão de ser mais barato por ser MediaTek. No final das contas, pode ser uma vantagem! Justamente por ser MediaTek, são processadores mais acessíveis que o da Qualcomm e a diferença no preço pode ser menor. Resta aguardar para saber os preços desses novos "super-intermediários", se serão competitivos e terão um custo benefício legal. Aliás, o Xperia C4 Dual entrou no site da Sony Mobile brasileira, com direito a banner na página inicial. Acho que vem :P Ambos são modelos muito bons. A maior cagada que a Sony pode fazer é no preço.
Louis
Belo smartphone. Enquanto a Microosoft faz aparelhos sem flash ao menos na traseira, a Sony parece estar mais interessada na qualidade. O mais bacana pareceu ser a borda inferior, com um padrão que deveria ser seguido por outras fabricantes.
Bruno Pinho
Estava pensando exatamente isso...
Felipe Teodoro
esse celular vai ser um estouro. "C4" hahahahahahahahaha
Vader
como é o software de edição e pós-processamento dos Sony Xperia? será que com esse flash na frente as possibilidades de olhos vermelhos e faces fantasmagóricos não são maiores?