Início / Arquivos / Aplicativos e Software /

BitTorrent libera primeira versão beta do navegador P2P Maelstrom

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Nesta sexta-feira (10), a BitTorrent Inc. disponibilizou a primeira versão beta para Windows do Project Maelstrom (nome provisório), navegador que promete se destacar dos demais por utilizar uma arquitetura peer-to-peer (P2P).

O browser foi revelado no final de 2014. Uma versão alpha foi liberada dias após o anúncio, mas somente para um grupo restrito de usuários – na maioria dos casos, desenvolvedores. Com a chegada da fase beta, qualquer interessado pode baixar o Maelstrom.

A base do navegador é o Chromium, o que significa que o Maelstrom é capaz de lidar bem com as necessidades de navegação atuais: renderizar páginas em HTML5, executar código em JavaScript, permitir várias abas abertas simultaneamente, entre outros.

O uso do protocolo P2P também serve para acesso a sites, só que, à medida do possível, de modo descentralizado. Explico: quando você entra em determinada página, o Maelstrom a armazena e envia partes dela para outros usuários que, por sua vez, repetem o processo.

Project Maelstrom

Trata-se de um modo de funcionamento que lembra o BitTorrent em si: em vez de servidores centralizando a distribuição de dados, essa tarefa é feita entre todos os nós que participam do compartilhamento. Cada computador ou dispositivo móvel é, portanto, cliente e servidor ao mesmo.

A BitTorrent Inc. acredita que, com esse método, o Maelstrom agilizará o carregamento de páginas. Mas o principal benefício é a não dependência de servidores: se um provedor tiver que bloquear certo site, não conseguirá fazê-lo por conta da arquitetura distribuída – é praticamente impossível identificar e bloquear todos os nós. Imagine a utilidade que um navegador assim terá em países que censuram o acesso à internet?

Para fazer download, basta acessar o endereço oficial do Maelstrom. Mas não vá ficar decepcionado: o navegador acaba de chegar à fase beta, assim, ainda é bastante limitado (e deve demorar muito para cumprir tudo o que promete, se é que a sua proposta vingará).

Há pouquíssimas páginas P2P disponíveis, por exemplo, todas criadas pelos desenvolvedores da BitTorrent. Mas ao menos já dá para ter noção sobre como o modo funciona: ao fazer um acesso, o navegador exibe uma animação que mostra a busca por nós que compartilham a página. É bem interessante.

Vale frisar que o Project Maelstrom também chegará a outras plataformas. A versão para OS X será a próxima a entrar em beta.