zx2-divulgacao-sony

A Sony anunciou nesta segunda-feira (5), durante a CES 2015, a nova geração do clássico Walkman. Antes destinado a todos os públicos, o novo Walkman NW-ZX2 foi projetado pensando em profissionais ou pessoas com interesse especial em sistemas de reprodução e gravação de áudio em alta qualidade.

walkman-zx2

O sistema operacional responsável pela vida do aparelho é o Android 4.2 Jelly Bean. É uma versão muito antiga, lançada em outubro de 2012, mas pelo menos dá acesso aos aplicativos do Google Play, o que abre várias possibilidades para o player de música. A tela sensível ao toque de 4 polegadas com resolução de 854×480 pixels e as conexões Wi-Fi e Bluetooth completam o produto, que pesa 235 gramas.

O novo Walkman conta com capacidade de armazenamento de 128 GB que pode ser ampliada com um cartão microSD. Ele suporta diversos formatos: MP3, WMA, FLAC (192 kHz, 24 bits), Linear PCM (192 kHz, 24 bits), WAV (192 kHz, 24 bits), AAC-LC, HE-AAC, Apple Lossless (192 kHz, 24 bits), AIFF (192 kHz, 24 bits) e DSD (2,8 MHz, 5,6 MHz).

Além de gerenciar diversos formatos, evitando a perda de qualidade com compressões, a Sony trabalhou para que possamos usá-lo durante bastante tempo. A promessa da empresa é que a autonomia do Walkman NW-ZX2 supere as 60 horas reproduzindo MP3 e chegue a 30 horas de reprodução em máxima qualidade (FLAC). Uma tecnologia proprietária amplifica o som, evitando ruídos e distorções.

Deixando claro que o novo Walkman é destinado a um público menor que suas antigas gerações, o preço inicial é de nada acessíveis US$ 1.119,99, o equivalente a pouco mais de R$ 3.000. Inicialmente, ele será lançado no Japão e chegará aos Estados Unidos e Europa no segundo trimestre do ano.

qgveex77blw8crs8prin

krszeiiodkisbemycbd7

fvyqibhdyh6trczegdhk-3

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Silvio Ney
Obrigado, Alex. :)
Alex
Vou só resumir um pouco do que se passa nesse nicho: Não é só meramente pela característica de poder reproduzir arquivos em FLAC, ou AIFF ou qualquer outro arquivo em alta resolução. É todo o conjunto da parte eletrônica do player. Em que sentido? Os arquivos são todos guardados em bits. Ou seja, 0s e 1s. Precisamos de um DAC (conversor digital-analógico) para poder transformar essa informação binária em um sinal analógico que pode ser transformado em som do outro lado, seja fones de ouvido seja caixas acústicas. Tem vários tipos de DACs, vários tipos de algoritmos para essa transformação e várias combinações e variações que modificam o resultado final. Além do DAC, tem uma outra parte muito importante: o amplificador. Alguns fones top de linha tem drivers com características intrínsecas que os fazem ser bem difíceis de reproduzir som fielmente com baixa potência. Não significa ouvir a um volume mas alto, mas poder fornecer potência suficiente para o driver do fone para que ele possa atuar da maneira que ele foi projetado. Tem vezes que o som sai mais "embolado" ou mais "estridente" muitas vezes pela falta de um amplificador adequado para o fone de ouvido. Faz parte da tecnologia/característica do fone. Fazendo uma analogia meramente ilustrativa: temos um carro supersport. Não é só o motor que faz o carro performar bem. É o conjunto todo: o motor, a suspensão, os pneus, a transmissão, a aerodinâmica, o combustível. Seguindo a mesma linha, qual é a diferença entre comprar um Porsche ou um Gol se ambos cumprem a mesma função de se locomover entre um lugar e outro? É um mercado diferente, é um hobby. Pessoas que estão nesse mercado investem por prazer, o que pode ser irracional para outros. Assim como o exemplo do vinho: Comida (Pq comer em restaurantes caros se um prensadão alimenta do mesmo jeito?), Relógios (Pq comprar um relógio super caro se eles cumprem a mesma função de ver as horas?) e por aí vai. Espero ter sido claro e poder vos mostrar que se alguém criou um produto específico, ainda mais uma marca grande como a Sony, é porque tem uma demanda para este produto. Não necessariamente é do vosso "gosto", mas o importante é respeitar os outros e entender que louco para tudo nesse mundo.
Anthony Fernando
A tá, bem mermo assim gosto dos smarts da Sony agora nem q eu fosse rico daria esse valor por esse aparelho, não justifica.
Manoel Mello
Não exatamente, sou de Engenharia da computação, trabalho com Arquitetura de microprocessadores, e estou atualmente fazendo extensão em Ubiquitous computing :)
Anthony Fernando
Tu trabalha com engenharia de som é?
Manoel Mello
Sim, o preço é exorbitante, eu concordo. Mas acredite, apesar de você não perceber, existe SIM perda de qualidade na execução de áudio, a questão é, apenas um profissional (a quem o produto é destinado) consegue reconhecer a diferença. Este não é um produto pra usuários.
Anthony Fernando
Te afirmo q não tenho nenhuma perda de qualidade sonora no meu smart. A Sony quer ser a segunda Apple querendo vender isso por esse preço só por causa do nome!
Manoel Mello
A qualidade de áudio não se deve ao "fabricante dos fones/auto-falantes", para um processamento adequado, é necessário um processador devidamente adaptado para reconhecer detalhadamente todos os dados contidos em cada tipo de arquivo. Infelizmente, nenhuma fabricante investe nesse tipo de componente, de vez em quando até colocam um componente da Beats, mas mesmo assim não chega aos pés de um equipamento como esse, projetado para evitar perda de qualidade.
Anthony Fernando
Não, não é não! Tenho um HTC Sensation XE com Beats Audio de 2011 q dá pau de cipó nesses walkman
Tiago
Mas mas mas mas..... Que que issos, Sony!!! Nada, absolutamente nada disso ai não poderia vir num Xperia. Aplicativos: basta instalar Plaquinha de som: basta colocar. Isso é basicamente o iPod Touch da Sony. Olha, acredito que esse público que a Sony mirou não usa esse tipo de aparelho...... É a Sony sendo a Sony.
Marno
Espero que seja só "zuera" da sua parte esse comentário.
Anthony Fernando
Intão é muito melhor comprar um HTC com Beats Audio pela metade do preço!
Silvio Ney
Gustavo, agora sim :) Concordo com seu posicionamento do insucesso de outros produtos cumprirem o papel, depois se puder me envia alguns, sério, sem brincadeira, gostaria de algo "melhor" que iphone/ipad/mac, mas acho que só o dispositivo não mudaria tanto sem um fone bom também. Só lembrando que eu não apoio a questão do preço super-hiper-mega-bomba, eu apenas to cansado de ver em todo post de valores em dólar esse pessoal que comenta só isso: "EUA: 1000, BRA: 9999". Comentário mesmo é o seu, que tem conteúdo a ler. Entendeu? Não esquece de me mandar os aparelhos bons aí ([email protected]) Abraços!
Gustavo
Silvio, explicou bem o seu posicionamento, mas, apesar de respeitá-lo, ainda discordo. Explico: (i) a maioria das coisas que lá foram custam U$ 1.120 aqui chegam por 5 ou 6 mil reais. Realmente a conta não bate (mesmo se incluirmos impostos, etc); e (ii) garanto, com toda certeza, que tem aparelhos que cumprem papel idêntico a esse aparelho "inovador" que custam menos de R$ 1.500,00 (inclusive com 128 GB e rodando FLAC). Em outras palavras, a suposta inovação trazida pela Sony já veio ultrapassada se levarmos em consideração produtos idênticos com custo infinitamente menor. Lógico que um ou outro irá comprar o produto, mas aposto no insucesso do mesmo. Veremos... Abraço
Silvio Ney
Gustavo, eu não questiono o valor em si, critico a posição de toda venda agora todo mundo ficar de mimimi: lá é 10, aqui é 10mil, bla bla bla. Como a postagem fala, ele é um aparelho voltado a pessoas com essa "necessidade especifica", algo que eu não sei q necessidade é, mas já houve um rapaz aqui que comentou que tem aparelhos de audio profissionais etc, fones que superam esse valor fácil. Daí poderia fazer a mesma pergunta: pq comprar um fone de 10mil se um de 500 tb reproduz? É, a bola no jogador de um alejado não rola igual rola nos pés de um jogador profissional. E não, não sou milionário e não tenho coragem de comprar um walkman desses, apenas critiquei o fato de em toda postagem ter o mesmo mimimi de conversão dos preços EUA x BR
Exibir mais comentários