O Sway apareceu no início de outubro com a seguinte proposta: tornar fácil a criação de apresentações para a web – é um misto de PowerPoint e blog, de certa forma. Para quem ficou curioso, mas não pôde testá-lo na época, eis a boa notícia: a Microsoft liberou a novidade para uso público nesta semana.

Até então, o Sway só podia ser acessado mediante convite. Mais de 175 mil foram emitidos, segundo a companhia, a maior parte em novembro. De lá para cá, a Microsoft implementou recursos e fez pequenos ajustes que viabilizaram o “liberou geral”, apesar de o serviço continuar em fase beta.

Sway - iPad

As apresentações criadas no Sway suportam inserção de vídeos do YouTube, tweets, postagens do Facebook, arquivos do OneDrive ou Dropbox, imagens em diversos formatos e por aí vai. O resultado final fica armazenado nas nuvens e é responsivo, ou seja, se adapta a telas de qualquer tamanho.

O que torna o Sway mais do que uma mera variação online do PowerPoint é a montagem ágil das apresentações: à medida que conteúdo é inserido, algoritmos desenvolvidos nos laboratórios da Microsoft Research fazem adequações automáticas para dar um ar profissional ao material.

Com isso, o Sway pode ser utilizado para diversos fins: criação de álbum de fotos, promoção de produtos na internet, complementos para cursos, enfim, é só soltar a criatividade.

É pouco provável que este serviço vire “sensação”, mas a Microsoft aparenta ter planos de longo prazo para ele. O Sway está sendo desenvolvido para fazer parte do Office 365 e, no estágio atual, já figura ao lado do Outlook.com e do Onedrive, por exemplo.

Por enquanto, o Sway possui apenas versão web, mas a Microsoft pretende lançar apps do serviço para Android, Windows Phone e iOS. Esta última plataforma já conta com uma versão “preview”, mas, por enquanto, apenas usuários da Nova Zelândia e Austrália têm acesso a ela.

Para avaliar o serviço, basta acessar Sway.com e fazer login com a sua conta na Microsoft.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Christian Hartung
Desculpa a demora. Está aqui: https://bitbucket.org/chrishartung/tgi-deteccao-xpath-injection/src/47662336a0ea1ea1e1ea0c8847201509a555ea7c/Apresentacao/?at=default Não espere A APRESENTAÇÃO, já que foi a primeira que fiz usando a ferramenta. Usei o MikTeX para "compilar", e o TeXnicCenter para editar. Ele já baixa os pacotes necessários e tal.
Vitor Mikaelson
Ela não faz isso.... Quase nunca usam Surface e WP nos vídeos dela. :(
Gnull
Seria interessante! se puder me ajudar fico grato!
Christian Hartung
Não acho que seja uma boa ideia. Você não conseguirá colocar o logotipo da faculdade nos "slides", por exemplo. O Sway foi feito para "apresentações" web. Eu usei o pacote Beamer para LaTeX na apresentação do meu TCC, e achei que ficou bem legal. Acho que tenho os fontes em algum lugar da nuvem, se quiser dar uma olhada.
ochateador
Não custa nada tentar, mas deixe o sway como uma alternativa. Testa a apresentação nele em vários locais e depois tu apresenta no TCC, mas pelo que vi no vídeo é necessário ter conexão com a internet para usar ele (isso que só temos interface web).
ochateador
Microsoft poderia ter usado os surfaces no vídeo, assim divulgaria seu próprio produto :P
Gnull
Estive pensando se é possível utilizar essa ferramenta para uma apresentação de um TCC. Está se aproximando a data para a apresentação de minha monografia e eu pretendia fazer algo mais legal, fugindo do comum power point. Meu professor já tinha falado no prezi, mas pelo jeito ele também nao tinha muito conhecimento sobre a ferramenta.
Keaton
Microsoft... deixe o PowerPoint morrer em paz. Sério, ninguém aguenta mais esses slides! XD
Christian Hartung
Nem tanto. O prezi (pelo que me lembro, já faz um bom tempo que não uso) é um PowerPoint, mas ao invés de trabalhar com slides e suas transições, você trabalha com zoom. Basicamente, você aumenta ou diminui o zoom para mostrar informação. O Sway não tem conceitos assim. Não tem slide, não tem zoom. Na verdade, ele só tem blocos. Cada bloco tem seus sub-blocos, que podem ser um cabeçalho, uma imagem, um texto, um tweet, um vídeo... A única coisa que eu escolho é se esses blocos utilizarão um layout vertical (que apresenta o texto estilo um post em um blog) ou horizontal (acho que parece com slides mais tradicionais), mas ele faz todo o resto. Escolhe tamanho de fonte, onde colocar os elementos etc. etc. etc. No fim, ele te dá uma página HTML. Então é complicado definir o que ele é. Você pode usá-lo para criar slides, você pode usá-lo para criar um artigo para seu site... Mas de qualquer forma, ele é bem legal. Estou tentando usá-lo como parte do meu workflow para meus projetos. Depois de ter as ideias preparadas e boa parte desenvolvida e tal, ele entra criando a página que lista o que o aplicativo faz. Como não sou nada bom em criar layouts para sites, ele faz todo o dirty work pra mim.
Kaike Santos
É tipo um prezi.com então?