Início » Arquivos » Curiosidades » Microsoft cria lâmina plástica que se transforma em “página interativa” na tela do tablet

Microsoft cria lâmina plástica que se transforma em “página interativa” na tela do tablet

A companhia também apresentou o RichReview, sistema conceitual de revisão de textos

Emerson Alecrim Por

As mentes engenhosas da Microsoft Research aproveitaram o último final de semana para revelar vários dos novos projetos do laboratório. Um deles mostramos aqui pela manhã: o RoomAlive, conceito que transforma a sua sala em um cenário de jogo. Outros dois que merecem destaque são a película interativa FlexSense e o sistema de revisão de textos RichReview.

O FlexSense deve encontrar utilidade em aplicações para modelagem 3D, ilustração digital, projetos de CAD e afins. Trata-se de uma lâmina plástica dotada de sensores piezo-elétricos que, quando em contato com a tela de um tablet, permite a criação de vários níveis de interação.

Microsoft FlexSense

Sabe o conceito de camadas que é explorado pelo Photoshop e softwares do tipo? A ideia é semelhante, só que “física”, por assim dizer. Se estiver fazendo um trabalho de pintura, por exemplo, você pode remover o FlexSense da tela para comparar o antes e o depois.

Como a película é flexível, é possível também dobrá-la para medir superfícies, analisar efeitos de sombra e assim por diante. O vídeo abaixo dá vários exemplos:

O RichReview, por sua vez, deve agradar em cheio a revisores e professores. O programa permite ao usuário revisar textos de revistas, jornais, livros e outras publicações com o uso de uma stylus sobre a tela – pode ser um tablet ou um notebook com touchscreen, por exemplo.

Softwares para revisão não são novidade, mas o RichReview parece, além de ágil, bastante completo: dá para inserir notas “à mão”, mover imagens ou parágrafos, destacar trechos e até incluir observações faladas.

Tudo muito interessante, não? Pena que não há previsão de lançamento. O RichReview até pode inspirar alguma funcionalidade nova para o Word, por exemplo, mas a maior parte das invenções da Microsoft Research não vai além dos muros de seus laboratórios.

Caso você queira conferir os demais projetos apresentados neste final de semana, basta visitar o canal da Microsoft Research no YouTube.

Com informações: TechCrunch, DamnGeeky

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago
até mesmo a utilização do kinect ou algo assim onde seriam feitos os mesmos jestos de levantar só que sem a necessidade dos sensores físicos.
Keaton
Parece bem interessante, gostei de alguns dos usos. Porém ainda tenho dúvidas sobre a durabilidade disso. Nenhuma coisa, por mais flexivel que seja, aguenta ficar sendo dobrada diversas vezes. =P
David Rabelo
Sobre o FlexSense, tenho grandes dúvidas se o caminho certo é criar uma extensão de hardware para tal função, sendo que uma adaptação de software poderia proporcionar praticamente a mesma experiência (talvez até mais agradável) e sem riscos de estragar, arranhar ou amassar. Talvez em alguma outra área essa tecnologia possa ser melhor aplicada.