Início » Arquivos » Internet » Facebook faz mudanças para acabar com os posts caça-cliques no seu feed de notícias

Facebook faz mudanças para acabar com os posts caça-cliques no seu feed de notícias

Paulo Higa Por

O Facebook faz mudanças regularmente no algoritmo do feed de notícias para tentar melhorar a qualidade do conteúdo exibido. Depois de diminuir o peso dos memes e aumentar a quantidade de notícias, o alvo desta vez são os clickbaits, posts que induzem o usuário a clicar em um link para acessar páginas externas, que raramente oferecem conteúdo realmente útil.

Chamadas como “Você não vai acreditar no que aconteceu com esta mulher” ou “Este vídeo vai fazer a sua cabeça explodir” são típicos exemplos de posts caça-cliques. Eles costumam atrair a atenção porque, como são bastante clicados, tendem a aparecer para mais pessoas, gerando um efeito viral no Facebook. Quem gera esse tipo de conteúdo também acaba se beneficiando com o aumento de receitas publicitárias.

Você não vai acreditar no que vai acontecer com este post depois desta imagem

Você não vai acreditar no que vai acontecer com este post depois desta imagem

Mas é claro que as pessoas não clicam nesse tipo de conteúdo porque gostam: de acordo com a pesquisa do Facebook, em 80% do tempo os usuários “preferem chamadas que os ajudam a decidir se querem ler o artigo inteiro antes de clicar no link”.

Para determinar se um post é caça-cliques ou não, o Facebook vai analisar alguns fatores, como o tempo gasto para ler o conteúdo. Se uma pessoa clicar no link e imediatamente voltar para o Facebook, isso provavelmente significa que ela não encontrou o que queria — e, portanto, é provável que este seja um clickbait. Caso isso aconteça com frequência, o post terá menos peso no feed de notícias.

Outro ponto a ser considerado pelo Facebook é a interação com o conteúdo. A ideia da rede social é que, se muitas pessoas clicaram em um link, mas poucas curtiram ou compartilharam o post com seus amigos, provavelmente o conteúdo não é muito importante.

De acordo com o Facebook, um pequeno número de páginas que publicam frequentemente conteúdo caça-cliques irá perceber uma queda no alcance dos posts “nos próximos meses”. A sociedade agradece.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

WoW Discovery
Geralmente compartilho os posts do meu blog na minha página. Com a expressão: "Veja o novo modelo de troll: LINK ", ou "Clique no link abaixo e confira o vídeo bla bla bla...". É sobre isso que estou falando. Uso a minha página pra compartilhar os posts do meu blog, se coibir essas expressões simples "clique no link", "visite", "assista", creio que muita gente será prejudicada. O problema do Facebook é que ele não tem uma regra a seguir. Já denunciei coisas absurdas e a denúncia não foi aceita. Então, creio que eles não sabem o que fazem, sinceramente. Por isso que espero que essa nova ação para coibir sites caça-niqueis, que seja para coibir ESSES sites.
VFXX
Já noticiaram que vão começar a proibir esse tipo de comportamento.
Michael Felipe
Se eles agirem corretamente, creio que não vai prejudicar. Tem muitos sites grandes, relevantes e com credibilidade, que utilizam da técnica de manter "segredo" pra conseguir muitos cliques.
Guilherme Andrade
Você acaba de definir o Yahoo! Notícias no facebook, nunca trazem uma informação relevante no título, são loucos por cliques.
WoW Discovery
Espero que isso não prejudique os blogs e portais sérios.
Burnerman_X
Pior é quando o blog ainda obriga a curtir a pagina para poder ver o conteúdo. Bem que o FB podia coibir isso.
Tiago Celestino
Acho que hoje em dia grande parte do conteudo do Facebook é lixo e nada relevante. Infelizmente. Hoje uso mais por causa do seu "social login", que facilita sem dúvidas, no mais...
Carlos Alberto Rocca
Espero que funcione também para aquelas páginas que trazem a mensagem "para visualizar o conteúdo, clique em curtir".
Raphael Rios Chaia
Sendo bem sincero: nunca cliquei num link desse tipo. Se o sujeito me dá a info, eu me interesso em buscar os detalhes; se ele sonega informações para me fazer ir atrás, eu simplesmente não desenvolvo o menor interesse, pois já fica aquela bruta cara de spam. É algo BEM irritante.
RamonGonz
tem muito blog por aí que usa essa tática. Quando eu vejo esses links com título parecido com "vídeo: fulano caiu na piscina e teve uma reação surpreendente" eu deixo passar batido, pq em 90% das vezes não acrescenta nada mesmo...
Gustavo Sant'Anna
A maioria dos portais fazem isso, Globo, Folha, Terra e etc.: "Famoso cantor é preso por trafico...clique aqui e descubra" "Neymar tem futuro definido, sabe o time? Clique e descubra" Isso irrita profundamente.
Juan Lourenço
E pensar que esse tipo de título surgiu basicamente POR CAUSA do Facebook, mas ótimo que deem um jeito nisso, até grandes portais tavam entrando nessa...
Daniel Cobalto
Você não vai acreditar no efeito que isso causará no Facebook. (Clique aqui) e veja os resultados com seus próprios olhos, é emocionante.