Início / Arquivos / Internet /

Mensagens de pessoas não seguidas poderão mesmo aparecer na timeline do Twitter

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A eliminação de imagens de falecidos não é a única novidade que o Twitter reservou para esta semana. A companhia também confirmou que seus usuários poderão encontrar tweets de pessoas não seguidas em sua timeline. Aparentemente, a novidade está ligada ao recente experimento que exibe mensagens “favoritadas” como retweets.

Escritório - Twitter

A confirmação não se deu via comunicado oficial, como de praxe, mas a partir de uma atualização na seção de suporte do Twitter. A versão em inglês desta página passou a exibir o seguinte aviso (em tradução livre):

“Além disso, quando identificamos um tweet, um perfil a ser seguido ou outro conteúdo popular ou relevante, nós podemos adicioná-lo à sua timeline. Isso significa que, ocasionalmente, você verá tweets de contas que você não segue. (…) Nosso objetivo é fazer seu histórico ser ainda mais relevante e interessante.”

Até então a mesma página sinalizava apenas para a possibilidade de o Twitter exibir mensagens patrocinadas, conteúdo relevante ou retweets das pessoas seguidas pelo usuário.

A atualização é discreta e não deve causar grande impacto na experiência de uso da rede social. Por outro lado, alguns aborrecimentos são esperados. No caso dos testes que exibem tweets marcados como favoritos pelos contatos, há o risco de o usuário se deparar com mensagens de pessoas das quais ele não gostaria de receber informações.

Tweets favoritos mostrados como retweets

Exemplos de tweets favoritos mostrados como retweets

Também pode ser incômodo “favoritar” uma mensagem ou começar a seguir um perfil e, sem demora, descobrir que todos os seus seguidores foram informados da ação por meio de tweets automáticos.

A mudança deve acontecer de maneira gradual, começando por usuários que utilizam o Twitter em inglês. Até agora, quase todos os tweets “intrusos” foram notados em contas neste idioma.

Apesar da polêmica, o silêncio impera no Twitter. A empresa não deu nenhuma explicação sobre o assunto até o momento.

Com informações: Mashable, Quartz