Início / Arquivos / Brasil /

GVT em Fortaleza: venda de assinaturas em 30 dias

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A operadora de telefonia GVT anunciou na semana passada que ofereceria banda larga em Fortaleza sem dar mais informações sobre como o serviço será oferecido. Hoje a empresa disse que os fortalezenses poderão solicitar assinatura da telefonia e banda larga em “pouco mais de” 30 dias, que é quando as operações serão iniciadas na capital do Ceará.

Em comunicado, a empresa afirmou que as obras de construção da infraestrutura de telefonia para atender os moradores de Fortaleza vêm sendo executada desde dezembro do ano passado. O planejamento da empresa é de que a banda larga e os serviços de telefonia possam ser oferecidos ao mercado consumidor quando o cabeamento já cobrir 30% da capital (há cidades em que a GVT opera com cobertura que varia de 50% a 80% faz dez anos). Mais de R$ 62 milhões estão sendo gastos para que a estrutura esteja pronta o quanto antes.

Inicialmente, como qualquer operadora de telefonia, a GVT vai concentrar a instalação de sua rede nas “áreas mais centrais da cidade”. Em outras palavras, isso significa que moradores de bairros com muita gente ou bairros de padrão econômico mais elevado serão os primeiros a ter a telefonia e a banda larga da empresa. Os preços exclusivamente do acesso à internet em alta velocidade serão:

  • 3 Mbps por R$ 49,90;
  • 10 Mbps por R$ 69,90;
  • 15 Mbps por R$ 99,90;
  • 35 Mbps por R$ 199,90;
  • 50 Mbps por R$ 299,90;
  • 100 Mbps por R$ 499,90.

Os valores não incluem a assinatura de telefone, necessária para empresas que utilizam tecnologia ADSL na oferta de acesso à internet. A GVT afirmou que seus planos de banda larga não têm limitações com relação a limite de tráfego mensal (seja para download ou upload). Ainda segundo a empresa, profissionais poderão contratar uso de IP fixo à parte.