Algum tempo atrás, noticiamos o início das vendas do RetroN 5, a última versão do console retrocompatível da Hyperkin que reproduz jogos de videogames famosos como Famicon, Mega Drive, Super Nintendo e adjacências dignas de museus. Se você se empolgou com a notícia, pode chorar lágrimas de alegria: o RetroN 5 está em pré-venda para o Brasil.

O console, apesar do ar vintage, traz tecnologias modernas: graças a uma saída HDMI, é possível jogar os clássicos dos videogames em 720p, valendo-se do sistema baseado em Android. Para fazer bonito na hora de rodar os games – em cartuchos originais, graças aos vários slots do console -, o RetroN traz alguns macetes que diminuem serrilhados e facilitam a vida na hora de salvar e carregar seus jogos. Além de tudo, é compatível com os controles oficiais do Super Nintendo, do Genesis e do Nintendinho.

retron-5

Algo que pode contar pontos contra o RetroN no Brasil será, como sempre, o preço de venda do console, que chega por aqui a R$ 799. É uma questão de escolha, já que você pode comprar, por este preço, as versões nacionais do PlayStation 3 ou do Xbox 360 ou optar por um só aparelho que desempenhe os papéis de NES, SNES, Mega Drive, Game Boy e Game Boy Color.

Caso você queira sofrer um pouco e reclamar das taxas e impostos do país, saiba que é possível encontrar o console lá fora por US$ 140. Se preferir adquiri-lo aqui mesmo, encontre o RetroN na pré-venda no site da Hyper Mega, braço brasileiro da Hyperkin. O console pisará definitivamente em terras tupiniquins a partir de 20 de julho.

Com informações: Kotaku Brasil

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

UNREALWINS
Paguei 360 reais importando o meu (incluindo impostos e frete). Absurdo esse preço aí.
Thiago Rocha
Entrem no grupo galera: https://www.facebook.com/groups/468930353251677/?fref=ts
Sergio Fagundes
Errado, emulador é de graça, as ROMs em sua esmagadora maioria são PIRATEADAS por meio de dump da memória do cartucho, portanto não são de graça. Com esse sistema MESMO EMULANDO ainda assim é permitido uma vez que terá de ser comprada a mídia original (cartucho).
Sergio Fagundes
Segundo a empresa o sistema não trabalha por emulação, ou seja tem os processadores implementados (muitos usam variações de um mesmo processador comercial 8 ou 16 bits) os recursos de vídeo são implementados na saída de vídeo e não no processamento do jogo (todos os videogames tem um processador de vídeo e som separados).
Breno Ribeiro
Eles são contados separados pelo padrão da pinagem dos cartuchos. o/
Felipe Daidouji
Uma pergunta, não encontrei especificações mais detalhadas, além da resolução em HD e outros, afinal de contas, o que ele faz, ele emula todos os sistemas? OU Ele tem todos os processadores dos 10 consoles (acho impossível mas não improvável)? Acho a ideia legal, pra quem tem coleções de cartuchos, ele pode fazer bem o seu papel, mas, e para não tem mais nenhum cartucho original, vai ter que comprar de novo e gastar ainda mais certo. Quem já joga via emuladores no PC ou no celular com fullsets de ROMs não vai gastar quase 800 contos, fora o custo dos cartuchos, caso não tenha nenhum.
Clayton Teodoro
já tenho todos esses e todos os jogos arcade e muito mais no meu xbox primeira geraçao ; não vale a pena
Valério de Vito
NES e Famicon tb
Intellectual Badass BR
E o ZSNES?
Luiz Ricardo Silveira
Isso: "Além de tudo, é compatível com os controles oficiais do Super Nintendo, do Genesis e do Nintendinho." *-*
Gleber Lima
Fico com o meu Wii com todos os jogos do Virtual Console,NEO GEO,NES,SUPERNINTENDO,Turbografx 16,Master Sistem,SEGA GENESIS,COMMODORE ,Nintendo 64 e GAMECUBE. Chupa RETRO N 5...
Pedro Alves
"braço brasileiro da Hyperkin no Brasil." Braço brasileiro no Brasil? :P
Gustavo Sarmento
Mega Drive e Sega Genesis são a mesma coisa. N00b.
Carlos Alex
Cara, acho que é cartucho mesmo.
Rafael Olah
Mas os jogos funcionam com cartuchos originais, roms? Como ele funciona? Amo vários jogos de super nintendo mas por algum motivo me desanima jogar em emuladores.
Exibir mais comentários