Opera Mini: a empresa confia que ele chegará ao iPhone

A Opera Software comunicou que irá demonstrar um preview do seu Opera Mini para iPhone no Mobile World Congress, na próxima semana em Barcelona. Apesar do histórico da Apple em rejeitar aplicativos que “duplicam as funcionalidade já oferecidas pelo iPhone OS”, a empresa está confiante de que seu navegador será aprovado.

“O Opera Mine é compatível com todos os requisitos da App Store,” disse Christen Krogh, diretor de desenvolvimento da Opera Software. “Não achamos que se enquadre em nenhuma das tecnologias excluídas.”

A Apple controla a App Store com mãos de ferro, e já impediu a publicação de aplicativos que tinham funcionalidades similares a apps que já vem com o iPhone OS — como o caso do aplicativo Podcaster, que foi vetado antes mesmo do sistema adicionar a funcionalidade de baixar podcasts a partir do próprio aparelho — e com o Opera Mini não seria surpresa se acontecesse o mesmo, afinal, o iPhone OS já vem com um navegador, o Safari. Krogh, porém, discorda:

“O Opera Mini é um tipo diferente de browser, então não podemos ver nenhum conflito com qualquer um dos requisitos da App Store.”

De fato, o Opera Mini promete funcionalidades que o distinguirá claramente do Safari, como por exemplo:

  • Navegação com abas (o Safari tem algo parecido);
  • Speed Dial: uma nova aba é aberta com thumbnails dos seus sites preferidos;
  • Compressão dos dados nos próprios servidores da Opera antes de enviá-los ao iPhone, tornando a navegação mais rápida e o consumo de dados menor;
  • Busca de texto na página (pois é, o Safari não faz isso…)

Quando o app será submetido ao crivo da Apple para entrar na App Store ainda não se sabe, mas a Opera disse que “não deve demorar muito”, o que quer que isso signifique. [Computerworld]

Comentários

Envie uma pergunta