Macworld Conference & Expo®: pela primeira vez sem a Apple.

Começa hoje (9) a Macworld Conference & Expo® 2010. O que esta 26ª edição da conferência centrada nas plataformas da Apple e em produtos voltados a elas tem de diferente das 25 anteriores? Pela primeira vez está começando uma Macworld sem presença oficial da empresa sobre a qual o evento gira em torno.

Em 2008 a Apple havia anunciado que a MacWorld 2009 seria a última com presença oficial da empresa. Nos últimos 12 anos o evento havia sido aberto por uma palestra de Steve Jobs, normalmente apresentando um novo produto. Em janeiro de 2009, durante a licença médica de Steve Jobs, o Vice-presidente Senior de Marketing Phill Schiller subiu ao palco da Macworld para representar a Apple pela última vez. A palestra de Schiller foi encerrada com uma apresentação de Tony Bennett, que cantou “The best is yet to come” (“O melhor ainda está por vir”), mandando uma indireta da Apple, que havia afirmado que, com sua presença aumentada através de centenas de lojas de varejo no mundo, não tinha mais necessidade de comparecer a conferências. Desde então a empresa tem apresentado seus produtos em eventos organizados por ela mesma, nas datas que a empresa decidiu.

A Macworld começa hoje e vai até dia 13 de fevereiro. A Apple não estará lá, mas palestrantes como David Pogue, John Gruber e Guy Kawasaki estarão, assim como diversas empresas expondo seus produtos compatíveis com Macs, iPhone e iPods. Esta edição será decisiva para o futuro do evento. A Macworld 2009 representou o fim de uma era. A edição de 2010 mostrará se será o início de uma nova era ou apenas uma tentativa de adiar um fim inevitável de um evento que perdeu seu protagonista.

Comentários

Envie uma pergunta