Início » Arquivos » Jogos » Nintendo fala sobre o motivo de não haver homossexuais em Tomodachi Life

Nintendo fala sobre o motivo de não haver homossexuais em Tomodachi Life

E Tomodachi Life continuará sem personagens homossexuais.

Por

Tomodachi Life é um dos jogos que mais prometem para a Nintendo – e ela bem que poderia usar uma grana a mais nos cofres. É uma espécie de The Sims muito louco no qual você cria seu personagem e pode interagir com outros avatares que moram na ilha de tudo quanto é jeito.

Enquanto as relações interpessoais são o cerne de Tomodachi Life, uma polêmica surgiu logo de cara: a Nintendo não vai permitir a criação de casais homossexuais no jogo.

Obviamente, isso causou uma grande campanha na internet para que a Nintendo repensasse seus conceitos e chegasse logo ao século XXI. Chamada de #Miiquality (um trocadilho com o Miiverse, serviço da Nintendo que permite que os jogadores interajam entre si), ela pede que casais homossexuais possam ser formados no Tomodachi Life e teve uma adesão estrondosa.

Depois de muito tempo sem se manifestar a respeito, a Nintendo finalmente decidiu explicar por que que só vai poder ter homem com mulher no jogo, mesmo com todas as reclamações. E, como você pode imaginar, a resposta não responde absolutamente nada: “As opções de relacionamentos no jogo representam um mundo alternativo de brincadeira e não uma simulação da vida real. Esperamos que nossos fãs vejam que Tomodachi Life foi pensado para ser um jogo engraçadinho e não estamos de maneira alguma tentando inserir comentários sociais”. Só que, nesse caso, se abster também é uma forma de comentar.

No cenário mais leve, olhando apenas pelo lado da experiência do jogo, impedir que os personagens se casem nele com quem quiserem impede também que eles aproveitem tudo que ele tem a oferecer, como casas maiores ou ter filhos. Ou seja , até do lado business é uma decisão bem burra.

2525355-miiquality

Vale lembrar que Tomodachi Life ainda não foi lançado no ocidente: ele chega no dia 6 de junho. Se a Nintendo não pretende mudar o código do jogo antes, que foi lançado no Japão no ano passado e é um dos maiores sucessos de vendas do 3DS até hoje, pelo menos tentou colocar panos quentes dizendo que está ouvindo todo feedback sobre o jogo e “usando essa oportunidade para entender melhor nossos clientes e suas expectativas”. Mas, por enquanto, não fará nada além disso.

A campanha #Miiquality continua. Quer engrossar o coro? É só usar a tag nas redes sociais.

Com informações: Gamespot