Smartphones são o objeto de desejo de muita gente, certo? A escolha entre iPhone, Android e, por que não, Symbian depende muitas vezes do perfil de uso do comprador. Mas e quem não quer um smartphone, mas algo com recursos a mais (esqueçam o preço aqui, por favor)? A resposta está nos featurephones – não são “smart” por completo, mas realizam tarefas parecidas, e até vêm com alguns recursos bastante específicos. Dou três exemplos bacanas disso a seguir.

Sony Ericsson W995

O W995 é um celular high-end da Sony Ericsson (antes que reclamem, o “S” descolou da parte frontal, tá?) que dá para pendurar na parede (sério!) e, bem, tem o melhor descanso de tela de todos os tempos (como mostra a imagem que abre este post). Falando sério agora, é um bom aparelho para ouvir música com incríveis fones de ouvido com redução de ruído – fato quase inédito nos celulares e smartphones atuais. Seu design parece uma versão maior do W705 e, por consequência, um irmão mais arrojado do Nokia N95. Controles de música de um lado, junto ao botão disparador da câmera fotográfica; do outro, slot para cartão M2 de 8 GB, atalho para Walkman e conector Fast Port. No topo, um suporte móvel (por isso a brincadeira de pendurar na parede) e o conector de fones 3,5 mm, além dos alto-falantes estéreo.

Samsung Jet

O Jet foi alardeado como um dos celulares mais rápidos do mundo – com um processador de 800 Mhz, tem funções de smartphone, sem necessariamente ser um, graças ao sistema operacional proprietário da Samsung. Veja as configurações: Tela AMOLED de 3,1″ touchscreen, 3G, Wi-Fi, 2 GB de memória interna e cartão de 8 GB (fala que não dá pra rodar um Android aí, vai?). E seu browser é bastante decente para um aparelhinho intermediário. Motivo matador para comprar: roda DivX nativo, e tudo indica que com o passar do tempo ele vai ficar mais e mais barato.

LG New Chocolate BL40

O New Chocolate tem jeito e cara de celular chique, com foco em design e pouco em funcionalidade. Errado! O design compridão do New Chocolate é favorecido pela enorme tela de 4″ sensível ao toque, e o bicho tem 3G, Wi-Fi, GPS e um cliente de e-mail que deixa muito smartphone com vergonha (na verdade, divide a tela em duas partes, uma para a lista de mensagens, outra para o texto do e-mail, como se fosse o Outlook). E, como o Jet, roda DivX na maior tela do mercado hoje.

—–

Sei que nem sempre um featurephone bate um smart em preço e oferta das operadoras, mas vale descobrir algo novo – e nem sempre comentado nos sites e blogs especializados – sobre o tema, certo?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Hawk
Alguém sabe se a tela do New Chocolate é capacitiva?
Charles
Desperdício essa configuração do Jet pra não ter SO... Lamentável...
Thiago Mobilon
Além do ponto bem apontado pelo Alisson abaixo, tem também o fato de que 90% dos usuários não possuem conhecimentos necessários para operar um celular com um SO. Eles só querem saber de comprar um aparelho bonito (e pré-pago, claro) que faça sucesso entre seus amigos e que execute o básico: ligação (tá, no máximo foto e música, mas isso todo celular básico já faz com facilidade). Enfim, acredito que estamos caminhando para um tempo onde poderemos gerenciar o SO do aparelho de forma mais parecida com o PC, ainda mais com duas plataformas livres de peso no mercado (Android e agora também o Symbian). Vamos ver no que vai dar! :)
Alisson melo
Bom, sem falar que o Symbian já está disponível gratuitamente, assim como o Android.Agora Gustavo, os Celulares tem uma plataforma totalmente diferente dos PCs,Você não pode simplesmente criar Hardware e Softwares que rodem nas duas plataformas.E,o problema com a pirataria, não tem nada a ver com isso ai (minha opinião).
Gustavo
Não sei pq, mas S.E não me desse! tive dois que serviram para eu pegar total nojo da marca! O Jet é um dos meus sonhos de consumo e bem que alguém podia arrumar um jeito de Por Android nele! LG! Bem virado em tela, mas nada mais de muito funcional! Oq eu vejo é que as empresas de celulares deviam esquecer essa coisa de OS para celular (Fabricantes) e pensar em Hardware, como em um PC temos Windows, Linux e até Mac (e utros), por que não poder optar também pelo OS do Celular! E nesse quesito, tenho certeza, que por enquanto, a MS não sofreria com a pirataria... hehehe