Início » Arquivos » Antivírus e Segurança » Google, Facebook, Microsoft e outras empresas se unem para evitar desastres como o Heartbleed

Google, Facebook, Microsoft e outras empresas se unem para evitar desastres como o Heartbleed

Paulo Higa Por

Um grupo de empresas de tecnologia formado por Google, Facebook, Microsoft, Intel, Amazon, Dell e outras companhias se uniu à Linux Foundation em um projeto chamado Core Infrastructure Initiative. A ideia é melhorar a segurança de projetos open source e evitar desastres como o Heartbleed, uma falha grave no OpenSSL que afetou boa parte dos serviços da internet e permitia o vazamento de informações sensíveis.

As empresas se comprometeram a doar no mínimo 100 mil dólares por ano nos próximos três anos para projetos de código aberto que são cruciais para a infraestrutura computacional global. Como já existem 12 empresas confirmadas para o Core Infrastructure Initiative, isso significa que há pelo menos US$ 3,6 milhões garantidos para o fundo, que será administrado pela Linux Foundation.

heartbleed

Por “cruciais para a infraestrutura computacional global”, entenda que o OpenSSL está incluído, mas não é o único. A Linux Foundation identificará e analisará outros projetos de código aberto, que ganharão investimentos para possibilitar melhorias. Apesar de ser inspirado na falha Heartbleed, a fundação afirma que a iniciativa não se limitará apenas a resolver problemas de segurança.

Para justificar o Core Infrastructure Initiative, a Linux Foundation diz que muitos projetos que se tornaram importantes para o funcionamento da computação são difíceis de serem mantidos e recebem poucos investimentos. O próprio OpenSSL é um exemplo: você leu em vários lugares que ele é usado em servidores que são adotados por 66% de todos os sites ativos na web, mas o projeto tem recebido apenas cerca de 2.000 dólares por ano em doações. Pouco, né?

Embora boa parte do dinheiro venha das grandes empresas de tecnologia, cada um pode fazer sua parte. Na página da iniciativa, é possível doar o quanto quiser pelo PayPal, ou até configurar um pagamento recorrente, que será feito todo mês de forma automática no seu cartão de crédito.

Com informações: The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta