Numa época em que a existência de drones nas cidades ainda é vista com restrições, principalmente legais, não esperamos que carros voadores façam parte do nosso dia a dia tão cedo. Mas uma startup francesa, a Mix Aerospace, já quer dar o primeiro passo nessa direção e criou uma campanha no Indiegogo para tentar lançar (han han?) o primeiro carro voador. A meta é bem ambiciosa: 2,25 milhões de euros.

20140408060401-taxiV

O Skylys será um veículo híbrido, que consegue tanto andar nas ruas de uma cidade quanto voar ao ser acoplado a um módulo que conta com hélices. Ele não usará combustível: será elétrico, ajudando a preservar o meio ambiente e reduzir a emissão de gases poluentes na atmosfera.

O objetivo inicial com o crowdfunding é conseguir transferir o escritório para o Vale do Silício, ficando mais próximos de potenciais investidores e mão de obra; isso deve acontecer com 180 mil euros arrecadados. Com 500 mil, o escritório fica maior e começam os testes técnicos e mecânicos. Com o valor total de 2,25 milhões de euros, são garantidos o primeiro ano de trabalho da empresa e um protótipo. A versão final deve ser produzida só em 2018.

No site do projeto, entende-se que a intenção da Mix Aerospace não é, pelo menos por enquanto, popularizar o Skylys a ponto de todo mundo ter um na garagem em 2018, mas sim disponibilizá-lo para as autoridades, para uso pela polícia, hospitais ou resgates no caso de desastres. No vídeo de apresentação, o diretor criativo da empresa fala que espera que ele se torne um substituto de helicópteros para pequenas distâncias. A (muito) longo prazo, ele também poderá desafogar o trânsito.

Entre as cotas para financiá-lo, tem uma que te dá o protótipo, mas ela custa um milhão de euros e, como não tá fácil pra ninguém, há diversas outras cotas mais baratas para ajudar a tornar o Skylys realidade, com recompensas mais simples como chaveiros e camisetas.

Por que é legal? Porque tirar onda de Skylys amarelo é muito melhor que de Camaro.

Por que é inovador? Bom, é um carro que voa. Já existem protótipos de coisas do tipo, como o da Terrafugia – mas, convenhamos, ele está mais para um avião que roda na cidade.

Por que é vanguarda? Além de voar, ele é elétrico. Se teremos um futuro de carros voadores, começar com modelos que desde o início já respeitam o ambiente é uma excelente ideia.

Vale o investimento? Este é um daqueles casos em que você não vai financiar esperando receber o produto pronto, mas sim apoiar o desenvolvimento da tecnologia. Se for um entusiasta de carros voadores, é sua chance de fazer parte do futuro. 😉

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Pedro Ruiz
Edipo Gonçalves A ideia desse tipo de financiamento coletivo é exatamente essa, se você acredita no projeto ou é um entusiasta do assunto, vai querer colaborar com o projeto. Lógico que quanto mais informações confiáveis, mais investimento será arrecadado, mas nem toda grande ideia vem de um cara que tem dinheiro suficiente para construir um carro voador (por exemplo). Tais projetos costumam ser financiados, via croud founding ou não, baseado apenas em projetos, cálculos e renders. Acho que se a pessoa gostar da ideia ela pode e deve colaborar para que tenhamos cada vez mais boas ideias produzidas por pessoas que de outra forma, nunca tirariam seus sonhos do papel.
Fer
Se eu tivesse descontando a raiva de passar no teste de direção, com certeza não teria dito aquilo. Só acho que o comentário se encaixou como uma luva em alguém!
Pedro Maich
Não passou na prova de carteira de motorista e veio descontar a raiva aqui?
Edipo Gonçalves
Pedro Ruiz Eu sei muito bem disso mas é muito melhor garantia do que dar seu dinheiro ao vento, acha mesmo que os caras tem algo a mostrar? Caro ou não, se tivessem um prototipio arrecadariam muito, muito mais do que pedem, desse jeito fica fácil qualquer uma vir pra web, mostrar um monte de renders e dizer que pode construir uma nave espacial. E como eu já disse, já existem empresas no ramo a anos e até agora não conseguiram mostrar nada que preste, simplesmente não temos tecnologia atualmente para criar um carro voador como tanto sonhamos, o que acabam prometendo se parece muito mais com aviões só que com autonomia porca e não tão legais assim para usar no meio urbano.
Thiago Garcia Koschtschak
Rola fazer adaptação num DeLorean?
Pedro Ruiz
Porque realmente produzir um protótipo de carro voador é bem fácil. Custa pouco e os caras só não fazem porque são preguiçosos.
Fer
Caros já são a pior invenção da humanidade, dando o incrível poder de estragar desde o dia (todo dia) até a vida dos outros na mão de completos imbecis, imagine carros voadores? Não, obrigado!
Vinicius Araujo
Com certeza vai haver um mecanismo que avisará quanto de combustível tem... E exibirá alertas conforme a quantidade.
Gabriel Menossi Suriano
Modulo de segurança que com 10% de bateria pousa sozinho :P
Felipe Goulart Athayde
Achei que era o Matthew Broderick
Edipo Gonçalves
Nossa que perda de tempo, tem empresa que já está no ramo e até agora não conseguiu mostrar nada que preste. Essa ai só vai arrecadar grana e quando chegar 2018 quem investiu vai ver que seu dinheiro voou. Querem grana mesmo aos montes? Basta mostrarem um protótipo real e que funcione como esperado e vão ser comprado por bilhões por uma google ou facebook da vida.
Antony Pena
Quem aqui nunca deixou acabar o combustível... no ar vai ser uma beleza.