Início » Arquivos » Jogos » Papers, Please e The Last Of Us são os grandes vencedores das premiações da GDC

Papers, Please e The Last Of Us são os grandes vencedores das premiações da GDC

Avatar Por

Aconteceram ontem à noite as premiações da Games Developers Conference. Divididas em duas partes, elas contemplam tanto os indies no Independent Games Festival, como lançamentos, das grandes publishers no Game Developers Choice Awards. Como vem acontecendo nessa temporada 2013/2014 de premiações de games, os grandes vencedores das duas premiações foram Papers, Please e The Last Of Us.

Papers, Please, jogo criado por Lucas Pope que mostra a difícil vida de um oficial da imigração do fictício (e claramente soviético) país de Arstotzka nos anos 80, levou, no Independent Games Festival, os prêmios de Excelência em Narrativa e em Design e o Seumas McNally Grand Prize, que é o grande prêmio. De todas as categorias às quais foi indicado, só perdeu Prêmio Nuovo, que ficou com Luxuria Superbia.

Papers, Please também foi premiado no Game Developers Choice Awards como Melhor Jogo para Download e Prêmio de Inovação, totalizando cinco subidas ao palco de Lucas Pope.

1912140_10202016437749467_1053757880_o

The Last Of Us, que foi o grande vencedor de 2013 na categoria games pelo tanto de estatuetas que levou em premiações no ano passado, ganhou outras três no Game Developers Choice Awards: Melhor Narrativa, Melhor Game Design e Jogo do Ano. Depois dele, Bioshock Infinite foi o único a ganhar mais de um prêmio: Melhor Arte Visual e Melhor Áudio.

AnitaSarkeesian

Outros destaques ficam com as estatuetas dadas a pessoas da indústria: a de Embaixadora foi para Anita Sarkeesian, por seu trabalho para melhorar a forma como mulheres são mostradas em videogames. Por causa de seus estudos, Anita foi ridicularizada e ameaçada de tudo quanto é jeito por ~trolls~ na internet mas, em vez de fazer com que isso a desencorajasse, usou como prova de que tem algo errado na indústria e precisa ser combatido. Atualmente, ela trabalha na série Tropes Vs. Women in Video Games, que foi financiada pelo Kickstarter (inclusive, os ataques geraram bastante publicidade involuntária para o projeto).

A outra, de Pioneirismo, foi para Brandon Beck e Marc Merrill, fundadores da Riot Games, simbolizando a importância de League Of Legends no mercado – é, atualmente, o game mais jogado do mundo, com mais d e27 milhões de usuários logando todos os dias – e para o crescimento dos eSports em todo o mundo.

A lista completa de vencedores das duas premiações está no Joystiq.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eric Mackrodt
A Anita Sarkeesian é uma imbecil, ela usa edits tendênciosos nos vídeos dela e o pior de tudo é que ela desativa os comentários e os likes dos vídeos, o que não permite discussões sobre os mesmos. Ela não aceita que outras pessoas deem contraponto às opiniões dela, e se fazem, ela já acusa de misógino e outras coisas.
Ottoni Bastos
Ah tah a tal Anita é a feminista do Kickstarter do youtube.Eu vi os videos dela e,embora ela toque em alguns pontos interessantes,os exemplos que ela dá muitos ruins.Ela critica jogos antigos sem levar em conta que eles são de uma época em que gamming era algo "nicho",exclusivo para basicamente garotos pequenos.as criticas dela são o mesmo que eu dizer que o que o shampoo para cabelos lisos é racista porque foi feito pensando em quem tem cabelos lisos.(majoritariamente caucasianos)
Ottoni Bastos
Desculpa a ignorância,eu to meio perdido nas noticias BR(muito tempo no NeoGAF dá nisso).Mas quem é Anita e oque ela disse?
Gisa Castro
Desculpe mas é difícil dar credibilidade a alguém como a Anita, mesmo eu que sempre toco no assunto "garotas e games". Normalmente e infelizmente, as críticas que ela faz nos vídeos mostram que ela nem sequer JOGA o jogo que critica. Muitas mulheres mesmo fizeram vídeos excelentes criticando a postura radical pesada dela, que ao invés de contribuir com opiniões construitivas, seleciona tendenciosamente alguns títulos ignorando a existência de outros. E realmente, ela ficou popular pela quantidade de críticas e é fácil dizer que foram os "trolls da internet" nesse tipo de tema "sensível". Existem críticas e críticas, mas a Anita é infelizmente fanática e bitolada. Falar mal sem fundamentos e vitimismo, IGNORANDO jogos de grande potencial E excelente participação feminina, é diferente de mostrar o que realmente pode ser feito para aumentar a participação feminina nos games. Quanto ao prêmio de Papers, Please, desde a primeira vez que joguei já tinha dado o prêmio de "melhor game" mentalmente. SUPER merecido. The Last of Us é outro jogo que nem precisava falar, perfeito.
Paulo Henrique
Paper, Please é viciante.