Início » Arquivos » Gadgets » Adeus, controle remoto: Samsung está criando TVs que reconhecem gestos e controlam dispositivos próximos

Adeus, controle remoto: Samsung está criando TVs que reconhecem gestos e controlam dispositivos próximos

Emerson Alecrim Por

No que depender da Samsung, o controle remoto da sua televisão será coisa do passado. Em parceria com uma startup também coreana de nome VTouch, a companhia está desenvolvendo uma tecnologia que não só te permitirá comandar uma smart TV, como também controlar dispositivos ao redor com gestos.

tv_gestos

Qualquer semelhança com o Kinect, da Microsoft, não é mera coincidência: uma combinação de câmeras com sensores e um software especial analisará os movimentos dos olhos e das mãos do usuário para entender qual comando ele está dando. A diferença é que estes componentes todos virão embutidos na TV.

Você poderá mudar de canal ou aumentar o volume da televisão como se fosse um “mágico”, portanto. O mais interessante é que, com o mesmo “poder”, você poderá controlar a iluminação ambiente ou ligar um sistema de som próximo, por exemplo, simplesmente apontando para ele.

O vídeo abaixo, feito pela VTouch com base no Kinect, dá uma noção de como a tecnologia funcionará:

A Samsung espera colocar no mercado as primeiras smart TVs equipadas com este sistema a partir de 2016. Mas talvez a tecnologia demore um pouco mais para funcionar da maneira esperada, uma vez que há uma série de desafios pela frente.

Um deles é determinar que gestos representam quais comandos e diferenciá-los com precisão dos movimentos naturais do usuário. Outro é desenvolver um padrão de comunicação que torne a tecnologia compatível com dispositivos ao redor.

Na última CES, a Samsung apresentou um sistema chamado Smart Home onde vários dispositivos na residência se comunicam a partir de um aplicativo unificado. Talvez as novas TVs utilizem uma versão aperfeiçoada desta tecnologia.

O certo é que a Samsung tem lá seus motivos para se antecipar a uma ideia como esta. No último trimestre, os televisores responderam por 17% da sua receita, mas apresentaram baixa margem de lucro por causa da concorrência acirrada. Vender mais sem diminuir os preços é a melhor maneira de amenizar este desequilíbrio e, para isso, só mesmo se destacando da concorrência.

Com informações: WSJ.com

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Emerson Alecrim
Rbahia, talvez tenha faltado esclarecer este aspecto mesmo, mas eu apenas gostaria de ressaltar que o foco do post é uma tecnologia que permite o controle da televisão E de dispositivos ao redor. Acho que isso ficou explícito.
rbahia
Eu tenho esse modelo e o que você está dizendo aqui nos comentários está correto. Mas, o texto do seu post, de fato, careceu de uma introdução que deixasse claro o entendimento de que o autor já sabia o que acabou de explicar.
Emerson Alecrim
Mauricioba86, sabemos que algumas smart TVs contam com algum grau de reconhecimento de gestos, mas de maneira muito limitada. Os sensores do modelo UN46ES8000, por exemplo, não funcionam muito bem em ambientes escuros e exigem que o usuário fique bem posicionamento à frente da TV. O que estamos falando aqui é de algo com um nível de interatividade e alcance muito maior, similar ao Kinect.
mauricioba86
Minha SmartTv de 3 anos atras da Samsung ja tem reconhecimento de gestos. Vcs tao bem desinformados Tecnoblog!
Douglas Charles Cunha
O Rubinho Barrichello foi contratado?
Ricardo Mussolini
Imagino o dia que teremos que começar a desenvolver websites sensíveis a gestos, talvez um sensor como uma webcam colocado sobre o computador para capturar os movimentos do internauta. Loucura talvez...