Início » Arquivos » Gadgets » Financie isso: PonoMusic, de Neil Young, promete músicas de alta qualidade para o seu dia a dia

Financie isso: PonoMusic, de Neil Young, promete músicas de alta qualidade para o seu dia a dia

Emerson Alecrim Por

Ponoplayer

A maioria das pessoas pode até estar satisfeita com o áudio de seus smartphones, mas quem tem ouvidos mais apurados para música vira e mexe reclama da qualidade sonora destes dispositivos. Ninguém menos que Neil Young viu aí uma oportunidade: o músico acaba de iniciar uma campanha no Kickstarter para financiar o PonoPlayer, aparelho que promete oferecer a melhor experiência com música digital da atualidade.

O dispositivo chama a atenção logo de cara pelo seu formato triangular que remete a um prisma, embora seja difícil não associá-lo à embalagem dos chocolates Toblerone. A despeito deste aspecto, seu design é limpo: em sua parte frontal há apenas a tela touch acompanhada do botão Power e das teclas “+” e “-” para ajuste do volume; numa lateral ficam as entradas para fones e auxiliar; na outra, uma porta micro-USB e um leitor de microSD.

Internamente, o PonoPlayer conta com 64 GB de storage complementados com um cartão microSD de mesma capacidade. A bateria parece ser o seu ponto mais fraco: sua autonomia é estimada em oitos horas de uso contínuo; pouco, se compararmos com as 40 horas do iPod touch ou as 30 horas do iPod nano de última geração.

Tamanha capacidade de armazenamento tem um motivo: os desenvolvedores do projeto creditam principalmente o formato MP3 pela má qualidade das músicas digitais, por isso, o PonoPlayer foi preparado para trabalhar com FLAC, um padrão de compressão de áudio que não apresenta perdas e que pode, por consequência, resultar em arquivos relativamente grandes.

Você também poderá tocar suas músicas em formatos como MP3, WAV e ACC, se quiser. Algumas tecnologias empregadas no dispositivo, como um filtro desenvolvido pela Ayre Acoustics, poderão amenizar possíveis perdas de qualidade destes arquivos.

É neste ponto que a proposta converge para a PonoMusic. Este é o nome da loja que servirá de suporte ao PonoPlayer: o serviço só oferecerá músicas em FLAC. Assim que comprar as faixas, bastará ao usuário conectar o dispositivo ao seu PC ou Mac e utilizar o PonoMusic App para sincronizá-las. Só não ficou claro se o serviço funcionará para clientes fora dos Estados Unidos.

PonoPlayer - Edição limitada

Atualmente, os smartphones são ótimos players de áudio, serviços de streaming estão substituindo os arquivos de música e o formato peculiar do PonoPlayer o torna pouco adequado para deixá-lo no bolso. Mesmo assim, será que o projeto figurará entre as campanhas bem sucedidas do Kickstarter?

Muito provavelmente. A campanha começou hoje com meta de US$ 800 mil, mas havia arrecadado quase US$ 400 mil até a publicação deste post. Pode até ser que o envolvimento de Neil Young tenha ajudado, mas se é este o motivo, só sendo muito fã do músico para desembolsar US$ 300 pelo aparelho – e este é o preço promocional; o PonoPlayer custa US$ 399, na verdade.

A maioria dos apoiadores deve ter gostado da proposta mesmo. Tendo como diferencial a oferta de áudio com altíssima qualidade, o PonoMusic vem para atender a um nicho, tal como o é hoje o mercado de vinil, por exemplo.

Neil Young e seus parceiros vêm trabalhando na ideia há tempos, vale destacar. No vídeo abaixo, é possível vê-lo no programa de David Letterman apresentando um protótipo do player. A entrevista foi ao ar em setembro de 2012.

Por que é legal? Para quem preza pela qualidade na hora de ouvir músicas, o PonoPlayer é feito exatamente para isso.

Por que é inovador? Pensando que se trata basicamente de um player de áudio digital, não é muito inovador. Mas ter o foco na qualidade da música é o que o torna atraente.

Por que é vanguarda? Pode ser que seja o primeiro de uma leva de dispositivos portáteis a terem tanta preocupação com as faixas, incluindo uma maneira de “limpar” as que tiverem menos qualidade.

Vale o investimento? Para quem é muito fã de música e faz questão de ouvi-la sempre perfeita, sim. Mas tem que enfiar a mão no bolso: como já mencionamos, ele sai, na pré-venda, por 300 dólares!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Vagner Alexandre Abreu
Felipe Costa falo por aqui mesmo. Estou louco para um dia comprar um rádio DRM. Quero ver como é :D
Felipe Costa
Em outros países eles são..
oandresilva
Sério que não existe um app que toque flap? Ou que não e possivel, para os ouvidos mais exigentes reduzir a compactação do mp3 e aumentar o bitrate? E que além disso ainda precisa ter este formato e botões medonhos, que não vai ficar agradável no bolso e ainda assim, tendo maior volume ele não pode suportar uma bateria que dure mais tempo? Sinceramente, acho que se der certo é pelo nome por trás do produto do que mérito próprio.
Heitor Rodrigues
No filme Sound City, Neil Young fala que o formato digital como um todo possui uma perda de qualidade. O próprio FLAC é considerado um formato de baixa compressão, mas a compressão ainda existe. Além disso, pra que vc precisa de FLAC com o barulho do trânsito em volta? No fim das contas, quem quer ouvir música com a máxima qualidade vai fazê-lo em casa, no PC ou sound system, com speakers monitores ou um fone de ouvido absurdos.
Robson C.
Bitch please pra qualquer um que acha que precisa de uma coisa dessas.
Carlos Felix
Então tu é facilmente satisfazível, ou é tipo um cropófilo musical.
Thiago Tietze
Ideia boa, mas já nasce morta. 1 - Sansa Fuse é barato e já cabe no bolso, ao contrario desse. 2 - FiiO Y3 pra quem realmente quer um player Hidef, e ainda serve de Dac/Amp.
Carlos Felix
Esperemos os reviews no headfi.
Emerson Alecrim
Nossa, tive um momento de nostalgia agora. Um dos meus primeiros players foi um Sansa. Tinha até esquecido que a Sandisk já fez dispositivos do tipo.
Rodrigo Campos
Existem dezenas de Players iguais ou melhores que possivelmente esse vai ser... E Beats não representa qualidade de som também, não.
RamonGonz
É interessante, mas eu jamais usaria algo com este formato. Pra mim, na correria, é inviável. Além disso já estou totalmente acostumado a usar tudo centralizado no Windows Phone / Xbox Music. Acho que o produto tem um publico alvo bem restrito (não estou dizendo que isso é necessariamente ruim).
trovalds
Mas já existe players que reproduzem FLAC nativamente... o único diferencial seria a loja de música atrelado a ele.
Marcos Japiassú
o iTunes já não atende aos usuários com as músicas em alta qualidade, e agora ainda estão oferecendo a opção "Masterizado para iTunes"???
Vagner Alexandre Abreu
Torço pelo dia que rádios "on the air" (FM e/ou AM) virem digitais e transmitam música em boa qualidade :) Pena que não tem muitos esforços quanto a mudanças de padrões no país.
Rogério Santos
Meu sansa fuze também toca flac, tem um design que respeita nossos bolsos e ainda possibilita a instalação do rockbox. Aliado a um bom headphone da akg, não faz feio. Ainda assim, tô muito curioso pra testar o toblerone. Achei interessante a ideia de uma loja com arquivos flac.
Exibir mais comentários