Se você foi uma criança nos anos 90, talvez tenha tido que optar entre um console da Nintendo ou da Sega (a não ser que seus pais ganhassem muito bem), o que automaticamente te colocava em um dos lados da guerra travada entre as empresas pela maior fatia do mercado de games da época.

Então, a história de Console Wars não lhe deve ser muito estranha.

Console Wars: Sega, Nintendo and the Battle that Defined a Generation é, originalmente, um livro que está sendo escrito por Blake Harris. Para juntar o material, Harris entrevistou mais de 200 pessoas que trabalharam na Sega e na Nintendo durante a “era de ouro” das empresas e “conta a história de como Kalinske [Tom Kalinske, fundador da Sega] miraculosamente transformou uma piada da indústria em um líder do mercado” – descrição da Amazon.

sega-vs-nintendo-pad-e1319769240900

O livro ainda nem foi lançado e a Sony Pictures já está de olho em levá-lo para o cinema – talvez inspirada pelo sucesso de A Rede Social, longa de 2010 baseado no livro The Accidental Billionaires que conta a história da criação do Facebook.

Scott Rudin será o produtor de Console Wars (e também foi de A Rede Social). O roteiro e a direção ficarão a cargo de Seth Rogen e Evan Goldberg (ambos de Superbad). Harris, que escreve o livro, será o produtor executivo. Paralelamente, Harris também está co-dirigindo um documentário sobre a guerra dos consoles, com Rudin, Rogen e Goldberg como produtores. Bastante coisa, não?

Console Wars, o filme, não tem previsão de estreia. O livro será lançado no dia 13 de maio.

Com informações: The Verge

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

zoiuduu .

Eu discordo, nem tinha como receber nudes, e hoje em dia qualquer celular emula os consoles.
O bom era que não tinha tempo de loading hehe.

Jefferson Pio
Na verdade foram os japas que cavaram a própria cova, achei bom kkkk
Rodrigo Silva Barretos
Que fim deu isso?
Wagner Andrade
irônico né? ela que afundou as outras duas kkkkkkkkkkkkk
nelson-almeida
Disparada a melhor época de todos os tempos para quem era criança ou já adolescente nos anos 90: a lendária "guerra dos 16 bits"!!! Eu era Seguista doente e defendia com unhas e dentes o Mega Drive (o que eu tinha com pelo menos 11 jogos) e a Sega mas não tinha como não dar méritos ao Snes, é claro... Não faz muito tempo comprei um Mega Drive da TecToy (aquele que vinha com o Altered Beast) e uma penca de cartucho e hoje me divirto um bocado nas jogatinas retrô! Com certeza serei um dos primeiros da fila a assistir na minha cidade (isso se chegar aqui)
Tales Cembraneli Dantas
kkk a melhor parte foi a Sony produzindo o filme...
Haeckel França
Lembro como se tivesse sido ontem. Meu Mega Drive III chegando na caixinha preta e vermelha! *-* Março de 1995! E funciona até hj! Sonic, a saga MK, Boogerman, Flintstones, Streets of Rage... Ê tempo bom da zorra!
portela.thiago
Cara, que sensacional... eu tive os dois, mas não ao mesmo tempo.. primeiro tive um Mega Drive II e depois o SNES. Pena que, por aqui, muitos dos recursos que foram surgindo para os dois consoles nem sequer cogitaram em serem lançados.
portela.thiago
Tu quis dizer "nostalgia", né?
Vagner Alexandre Abreu
Na década passada (ou retrasada), lembremos do livro "Impérios Acidentais", que resultou no documentário "O Triunfo dos Nerds", e a briga Steve vs. Bill resultou no filme "Piratas do Vale do Silício". Não sinto que a briga Sega vs. Nintendo resulte em um filme interessante, mas em pelo menos um documentário bom imagino que daria. :)
May Figueiredo
Gostava do Sonic, mas nada se compara a todas as evoluções de Super Mario, nem a Donkey Kong, Top Gear e Street Fighter! NINTENDO ROCKS!
Carlos Alex
Bons tempos.
Diogo Ramos Gutierre
Legal o tema, mas as referencias colocados para o filme são muito ruins. O filme "a rede social" é péssimo.
Vagner Oliveira
Ohh que tempo bom!
RamonGonz
Quero um!! Foi muito top essa disputa
Exibir mais comentários