Sony SmartBand

Celulares são a base de uma empresa de dispositivos móveis, mas nada impede a invenção de outros apetrechos. A Sony, por exemplo, aproveita o Mobile World Congress (MWC) para lançar o Xperia Z2 e Z2 Tablet, mas também mostrou o SmartBand. Eu não sei muito bem como chamar o produto, mas ele com certeza é um wearable e depende de um celular para funcionar com toda a capacidade.

O SmartBand lembra muito (mesmo) o FitBit: tem formato de pulseira emborrachada com um sensor interno que acompanha as condições de saúde do dono. Por meio dele, é possível saber quantos passos foram dados num dia; quais músicas a pessoa ouviu; e que fotos tirou com o celular. A Sony reforça que o aparelhinho te acompanha nas atividades físicas, mas também permite entender melhor o estilo de vida. Serve até para medir a qualidade do sono.

Sony SmartBand cores

Dentro da pulseira tem um sensor chamado Core. É por meio dele que o sistema faz o relatório das atividades corporais. A Sony diz que se trata do menor gadget do planeta. Naturalmente que a propaganda fica forçada nesse caso, já que o Core precisa estar em algum lugar para funcionar. Ele se conecta ao smartphone tanto por Bluetooth quanto por NFC, a uma distância máxima de 10 metros.

Ou embaixo d’água: os japoneses da Sony estão viciados em inventar produtos que ficam submersos. O novo smartphone topo de linha e o tablet são assim, bem como o SmartBand.

A sincronização das informações é feita em conjunto com uma conta na Sony Entertainment Network. O aplicativo Lifeliong para celular mostrará os dados por meio de relatórios diários. O software será lançado na Google Play em março, segundo informou a Sony brasileira.

Sony SmartBand app

Essa história de mandar os dados para a nuvem da Sony é algo que me preocupa. Passou da hora de termos legislações mais claras – e também incisivas – proibindo as empresas de repassarem o material para parceiros no futuro. De qualquer, é o que tem pra hoje. Portanto, se você compra um SmartBand, FixBit ou FuelBand da Nike, fatalmente correrá o risco.

A Sony Brasil não informou quando o produto chega às lojas em território nacional.

Os wearables estão bombando nesse início de ano. A Samsung, por exemplo, mostrou os relógios inteligentes Gear 2 e Gear 2 Neo também na MWC 2014.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel
Bom, testei e não funciona longe do celular, não servindo então para a coleta de dados de esportes.
Gabriel Ribeiro
Reitero a pergunta do Daniel. Se eu for correr ou andar de bicicleta e deixar o aparelho em casa, a Smartband vai catalogar as informações e depois repassar para o aplicativo?
Daniel
Olá, saberiam informar se posso deixar o celular em casa e usar a smartband para correr? Ela armazena os dados e depois sincroniza ou depende do celular por perto o tempo todo? Abraços
Tiago Coimbra de Araújo
Só LEDs ??? Não sei não...
Josiel Hen
Ia fazer um comentário sobre a área geográfica do Japão e da incidência de tsunamis do lugar, mas isso soaria rude para com a mania deles de fazer produtos a prova d'água.
Thássius Veloso
Oi Bruno! O SmartBand tem LEDs para indicar o funcionamento, mas nada de display. E você tem razão: fiquei devendo uma imagem frontal do aparelho. Adicionei aí ao artigo. Obrigado pelo toque ;]
Bruno Di Castro
Não tem display? Três imagens e nenhuma mostra a parte de cima do aparelho.