Na semana passada, foram postados vários rumores relativos aos planos da Microsoft neste ano para o Xbox One no fórum NeoGAF. Falamos deles aqui no TB: vieram de um usuário anônimo, mas que parece realmente ter alguma ligação com a empresa, e ela supostamente está tentando identificá-lo para tomar as providências legais.

Isso não comprova que nada era verdadeiro, apesar de ser um movimento um tanto quanto inesperado; normalmente, as empresas só deixam para lá os rumores. A pessoa, identificada somente como ntkrnl, falou de vários jogos e versões do Xbox One que devem ser lançadas em breve, sendo a que mais chamou atenção a relativa a uma versão mais barata do console.

Segundo a postagem, essa versão seria lançada em 2015 e perderia o leitor de Blu-ray, ou seja, só aceitaria jogos em cópias digitais. Com isso, o preço final seria reduzido em 100 dólares e ficaria igual ao do PS4.

Mas, antes que você se anime, o boato foi desmentido por Aaron Greenberg, chefe de staff para dispositivos e estúdios da Microsoft, em uma postagem no Twitter. Alguém lhe perguntou se era verdade e ele, curto e grosso, disse para “não acreditar em tudo que lê na internet”.

Isso não quer dizer, no entanto, que a empresa nunca cogitou fazer o console, tampouco que as outras informações reveladas também foram desmentidas. Entre elas, estão uma versão comercial do Xbox One branco e várias relacionadas a jogos, sendo a principal um Halo 2 totalmente refeito para o console com lançamento no dia 11 de novembro. Será?

Com informações: Engadget

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ademar Abiko Jr.
Matheus Oliveira E sempre tem aquele negócio... é só a empresa resolver desligar os servidores e adeus jogo. Cópia física tu pode manter pra uma futura sessão nostalgia.
Mike Metralha
Só digo uma coisa: Se ele falasse assim comigo eu já o mandaria a M&%@!$... =X
eduardocosta
Microsoft, tem é que tomar vergonha na cara e permitir logo o uso de HDs externos! Um HD de 400GB num console onde os jogos chegam a mais de 50GB é uma grande piada! A propósito: não vc não tem os 500GB do HD disponíveis para jogos e apps, pode verificar...
trovalds
Um XONE sem leitor de BDs... seriam eles a dar o primeiro passo em abolir as mídias físicas do mundo dos consoles? SE isso acontecer aí sim vamos poder (finalmente) colocar uma lápide no túmulo das mídias ópticas (pra mim mídia óptica é algo inútil faz bastante tempo, aliás). Armazenamento não é problema, já que mesmo um jogo que tenha 50GB (algum alcançou isso já?) já temos HDs de 1,5TB (2,5") e 4TB (3,5"). E antes que venham falar de "internet ruim" lembremos que qualquer plano SEMPRE visa primeiro os países desenvolvidos que em geral tem internet boa, rápida e relativamente barata.
Alisson Silva
Já dá pra encontrar no varejo blu-ray player por R$ 200,00, ou seja, só o drive vendido em volume para pessoa jurídica deve custar muito menos que isso. Posso ter exagerado nos US$ 10,00, mas com certeza custa menos de US$ 50,00 para a Microsoft, o que me faz crer que a limitação de um eventual Xbox One mais barato não será somente a ausência do leitor.
Alan Silva Ferreira
vc acha que a Sony realmente só cobra 10 Dolares de licensa eo Drive custaria 10 Dolares ?, No Minimo só o Bluray custa ums 100 Dolares.
Diogo Ramos Gutierre
Matheus Oliveira Todas estas vantagens que você citou, a compra do jogo físico também tem hoje. Hoje em dia, nesta nova geração um game físico ocupa a mesma coisa do HD que o game virtual, o que mostra que já é tudo a mesma coisa, só que o físico vem com manual, caixinha, você pode revender, emprestar, trocar...
Matheus Oliveira
Na verdade, tem motivos sim: Lançamento global, comodidade, backup garantido... Se baratear, obviamente vai ter um impacto maior, mas o conteúdo online já tem vantagens por si só (apesar de que a falta de retrocompatibilidade entre gerações possa ser um problema, coisa que o PC sofre pouco)
Diogo Ramos Gutierre
U$10? Esse valor não deve ser nem a licença para pagar a sony pela patente do blu-ray. Tirar um dispositivo físico como este afeta todo o resto do preço do aparelho. Eles poderiam colocar uma placa mãe mais simples, talvez um cooler mais simples....
Diogo Ramos Gutierre
As pessoas esquecem que o leitor de blu-ray é licenciada pela sony, e portando vender um console com este dispositivo da lucros para o rival. Mas enquanto o jogo físico custar o mesmo preço do virtual, não há muitos motivos para uma pessoa querer comprar o virtual. Tanto a Sony quanto a Microsoft só vão conseguir alavancar este modelo "a lá steam", quando derem vantagens para a venda virtual, e a principal vantagem seria baixar o preço. Contudo eles não conseguem devido a acordos com os varejistas.
Alisson Silva
Estranho o console perder US$ 100 só pela retirada do leitor de blu-ray, visto que esta peça não deve custar nem US$ 10,00 para vendas em grande escala. Ainda acho que em um eventual Xbox One mais barato, a limitação seja outra e não somente a falta de um driver. Lembrando que nenhuma empresa no mundo revela que vai diminuir seus preços, pois corre o risco de ver suas vendas caírem, já que as pessoas deixariam de comprar o produto esperando o preço cair.
Lucas Novelli
É bem possível que eles façam mais barato, mas não iriam anunciar assim, tão longe, porque com certeza prejudicaria as vendas da versão atual.