Início » Arquivos » Internet » Agora é oficial: aplicativos do Chrome poderão ser portados para Android e iOS

Agora é oficial: aplicativos do Chrome poderão ser portados para Android e iOS

Emerson Alecrim Por

A descoberta de um repositório no GitHub no final do ano passado levantou fortes suspeitas de que o Google estaria se preparando para permitir que apps do Chrome rodem no Android e no iOS. A confirmação veio hoje: a empresa acaba de liberar uma prévia do kit que permitirá a qualquer desenvolvedor explorar esta possibilidade.

O Chrome suporta aplicativos offline desde setembro de 2013. No desktop, estes programas acabam se comportando como se tivessem sido desenvolvidos desde o início para o sistema operacional e não necessariamente para o navegador.

O plano atual é o de levar esta ideia às mencionadas plataformas móveis, com o kit de desenvolvimento recém-liberado sendo peça fundamental para esta finalidade: com ele, os desenvolvedores poderão portar apps baseados no Chrome para o Android ou iOS fazendo apenas uma adaptação ou outra, não precisando criar uma versão específica do programa para a plataforma de destino.

Exemplo de app para Chrome rodando no Android

Exemplo de app para Chrome rodando no Android

Como explicado no primeiro post sobre o assunto, o kit é baseado no Apache Cordova, um pacote de APIs que “transforma” os recursos em HTML5, CSS e JavaScript – os padrões usados nos aplicativos para Chrome – em um pacote que pode ser instalado no Android ou no iOS.

Ainda que não esteja em versão final, a ferramenta já está bastante documentada e capaz inclusive de tornar os aplicativos aptos à sua distribuição no Google Play e na App Store, uma vez que “empacota” os softwares gerados de acordo com os requisitos de cada plataforma.

Tudo muito interessante, mas o que o Google ganha com isso, se a ideia atende até mesmo um sistema rival? Atrair mais interesse para o Chrome é uma das hipóteses: ao saber que seu aplicativo poderá ser portado com relativa facilidade para plataformas móveis, um desenvolvedor poderá se sentir mais motivado a criar algo para o navegador.

Com informações: The Next Web

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

_dann_o
Como sempre a Google sai na frente..
Welder Satiro
E la se vai o Firefox OS lkkkkkk
qgustavor
Agora é oficial: além de ter que pagar $5 para postar o aplicativo na Chrome Webstore ainda teremos que pagar as despesas das outras lojas. Considerando que o máximo que ganhei com a internet (desconsiderando promoções) foi um real por isso que não entro nisso, mas quem já está vai gostar: faz para uma plataforma, fica pronto para as outras. A tecnologia não é nova: PhoneGap está aí, quem já usou o antigo aplicativo para Android do Facebook sabe que é um pouco mais lento que aplicativos nativos mas dá para usar; mas o que muda é que agora é integrado as APIs do Chrome: aprendeu fazer pra um, aprendeu pra todos.
Yan Gabriel Minário
Não pensei que eles iriam usar a velha gambiarra do Cordova, espero que seja mais rápido pelo menos.
Yan Gabriel Minário
Não barrou o PhoneGap até hoje, porque barraria o do Google?
Gabriel Menossi Suriano
Não dou 1 mês para a Apple barrar