A TIM é a segunda maior operadora do Brasil em termos de clientes, mas está prestes a ser dividida e vendida para as três outras principais operadoras brasileiras. Pelo menos é o que diz o jornal italiano Il Sole 24 Ore, que afirma ter fontes confiáveis que declaram que essa negociação entre as operadoras está acontecendo.

Para quem não está por dentro, um breve resumo: no segundo semestre de 2013, a espanhola Telefónica, dona da Vivo no Brasil, aumentou sua participação no consórcio Telco, da Telecom Itália, dona da TIM Brasil. Isso significa que agora a Telefónica é dona da Vivo e de boa parte da TIM. Entretanto, o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) não permitiu que uma empresa controlasse duas grandes operadoras no Brasil.

Para resolver esse problema, existem algumas possíveis soluções. Uma delas é a Telefónica encontrar um sócio para dividir os negócios da Vivo (o que é improvável). A outra é vender sua participação na TIM.

Tempos atrás, o VP da TIM disse que a operadora "não é linguiça para ser fatiada". Não é bem assim...

Tempos atrás, o VP da TIM disse que a operadora “não é linguiça para ser fatiada”. Não é bem assim…

Desde o aumento de participação na Telco, a Telefónica detém, atualmente, cerca de 10% da TIM Brasil. O que o jornal italiano relata é que a Telefónica estaria criando um fundo de investimento junto a Claro e Oi, para que juntas consigam comprar a TIM Brasil e, por fim, dividir a empresa entre elas.

A Folha de São Paulo estima que a TIM Brasil deve valer entre R$ 29 e 36 bilhões. Entretanto, isso se trata apenas de um grande rumor, e as operadoras brasileiras possuem muitas dívidas com os últimos investimentos, sobretudo em expansão de rede e o que foi gasto no leilão de frequências do 4G.

A Oi, por exemplo, está nadando em dívidas, mas agora com a fusão da brasileira com a Portugal Telecom, as chances desse negócio acontecer ficam ainda maiores: o mercado financeiro já se aqueceu com as especulações e as ações da PT e Oi dispararam em 6% e 9%, respectivamente.

Não podemos deixar de destacar que a divisão da TIM entre as operadoras não seria boa para o consumidor final: é menos um player no mercado, a concorrência diminui e, consequentemente, o mercado de promoções também. Por mais que a TIM tenha inúmeros problemas de qualidade, é fato que a operadora foi a principal precursora dos planos com ligações ilimitadas para clientes da mesma operadora, bem como a operadora com a primeira oferta de internet móvel pré-paga acessível ao consumidor.

Com informações: Reuters, Jornal de Negócios

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

ELIVALDO BERTIN CONTILHO
ELIVALDO BERTIN CONTILHO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL EFETIVO ID FUNCIONAL 2112.635-6 CELULAR 9 8610~2929
Elton Fabricio
Balela... segue comunicado oficial da Vivo sobre o assunto.
Carlos Carlos
Em vez de aumentar a concorrência ! Vergonhoso o governo permitir que as tarifas permaneçam as mais caras do mundo !
TI MANIAC
Não fala isso não cara, você não sabe o perrengue que é a GVT...
Alexandre Gyn
A única empresa que tem $$$$ neste mercado é a CLARO, que é do Carlos Slim o homem mais rico do Mundo, VIVO, TIM e OI estão todas devendo, e muito...
geudiano
O melhor que a tim tem vai acabar : [ adeus TIM BETA : /
Engnaldim
Isso é um absurdo, pois acabar com umas empresa do tamanho da TIM é brincadeira!! gvt, at&t e vodafone tentando comprar e o governo brasileiro pra atrapalhar!!! Esperem que os preços vão ficar absurdamente caros!!!
Rangel
a Tim vai virar claro .,,excelente tudo de bom!! vai ficar melhor a rede
Francisco Junior
Existe sim e o nome dela é VODAFONE.
Adinei Gazani
Ferrou
andre.lista
como faz pra conseguir um? alguma forma direta? internet nele bomba sem limites?
DevlonBR
Rodrigo, Você sabe que existe uma barreira física para a entrada de novos competidores que é a disponibilidade de radiofrequência? As frequências disponíveis para os serviços de telefonia celular estão "lotadas" no Brasil.
Kim Vilá
Concordo que poderíamos ter esse tipo de empresa aqui. Mas esse tipo de empresa já existe por aqui, a diferença nas ofertas e relacionamento com o cliente reside na cultura empresarial para com os clientes brasileiros: se vc usa o plano de todo mundo e não é um cliente VIP em nenhuma forma, não tem a atenção mínima, se vc paga um plano super caro com benefícios corporativos, vc tem a atenção desejada. Mas que dá vontade de ter uma AT&T por aqui, isso dá!
Rodrigo Callado
O boato que eu sabia era que a Vodafone queria entrar no Brasil, na época, acho que já havia a conversa da venda da TIM Brasil, então o pessoal começou a juntar 2+2 e fazer dar 5. Mas não havia nada oficialmente vindo da empresa britânica (claro que poderia ser uma tática só pra despistar mesmo). Só torço mesmo para que viesse uma nova empresa, com disposição para investir e melhorar a qualidade do serviço, fazendo (talvez) com que as outras três se mexessem.
André Fontinelle
Rodrigo Fante Fiz uma correção. Agora entendo a lógica da coisa!
Exibir mais comentários