Início / Arquivos / Internet /

Ainda não recebeu a nova interface do Facebook? Talvez você nunca receba

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Em março deste ano, Mark Zuckerberg reuniu a imprensa para anunciar uma interface totalmente redesenhada no Facebook, que deixaria o feed de notícias não só mais bonito como também mais organizado. Estamos no final de 2013 e muita gente está se perguntando: cadê a tal nova interface? Bom, provavelmente, não a veremos mais.

Fontes próximas ao Facebook revelaram ao AllThingsD que os trabalhos de redesign simplesmente estagnaram. Um número reduzido de usuários escolhidos aleatoriamente recebeu a nova interface e pode utilizá-la até os dias de hoje, mas não há planos de incluir mais contas neste grupo.

Não que o Facebook tenha desistido de vez de mudar a sua interface, afinal, é necessário fazê-lo de tempos em tempos. O que a empresa está fazendo agora, de acordo com as fontes ouvidas, é utilizar o feedback obtido com os usuários que receberam a prévia do novo design para elaborar outro projeto, que sabe-se lá quando ficará pronto.

facebook-novo-newsfeed-br

O novo feed de notícias, pelo jeito, ficará só na promessa

O que deu errado, exatamente, não está claro, mas parece ter havido um conflito de intenções e expectativas. De um lado, estão os planos de Zuckerberg e sua turma de fazer o Facebook um “hub” de conteúdo com qualidade e variedade, daí o ênfase em imagens maiores e em recursos mais aprimorados de compartilhamento na prometida nova interface, por exemplo.

Por outro, está o comportamento da maioria dos usuários de não levar a questão do conteúdo tão a sério assim – vide a quantidade de memes que vemos todos os dias – e de utilizar a rede social prioritariamente como uma ferramenta de comunicação com amigos e conhecidos.

Se a causa do problema está mesmo aí, a disponibilização massiva da nova interface poderia ter sido um desastre.

É para evitar este tipo de problema que as empresas testam novos designs e recursos com um número pequeno de usuários. Esta é uma prática que o Facebook segue com fervor, tanto que também foi aplicada à nova interface. O erro aqui foi a empresa ter alardeado a mudança prematuramente e gerado expectativas.

Deve ter ficado a lição, pelo menos. Se o Facebook vier mesmo a anunciar uma “nova nova interface”, o fará quando houver certeza de sua implementação. Ou, com maior probabilidade, a companhia seguirá pelo caminho seguro de aplicar mudanças aos poucos.