Início / Arquivos / Brasil /

Empresa brasileira mostra relógio que faz ligações e roda Android

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A Locke, empresa brasileira que fabrica relógios de pulso, anunciou hoje um produto mais tecnológico: além de mostrar as horas, o smartwatch da empresa roda Android e pode inclusive fazer ligações telefônicas. Diferente dos relógios lançados recentemente por Samsung e Sony, o smartwatch da Locke tem uma entrada para o chip da operadora e funciona independentemente de smartphones e tablets.

locke-smartwatch

Dentro do relógio, que possui uma pequena tela TFT de 1,54 polegada com resolução de 240×240 pixels, há um processador dual-core de 1,2 GHz, 4 GB de armazenamento interno, 512 MB de RAM e bateria de 400 mAh, além de conexões Bluetooth, Wi-Fi e 3G. Também há uma câmera de 3 megapixels, que estranhamente está localizada na lateral direita do corpo do relógio.

Na pulseira, há um slot para o Micro-SIM. Ele é basicamente um “telefone de pulso”: dá para fazer ligações e enviar mensagens de texto, por exemplo. O Android, que infelizmente ainda é o velho Ice Cream Sandwich, se comporta como num smartphone normal: é possível instalar aplicativos da Play Store, como Instagram, WhatsApp, Twitter e Facebook. Você pode inclusive fazer chamadas em vídeo com o Skype.

locke-smartwatch-3

Só que rodar aplicativos de smartphone num relógio não é exatamente bom. Como a tela é minúscula, as teclas do teclado virtual do Android ficaram absurdamente pequenas, então a digitação foi bem difícil nos poucos minutos em que mexi com o dispositivo. As fontes do sistema ficaram quase ilegíveis; há uma tela que imita as Live Tiles do Windows Phone e mostra atalhos para os aplicativos do sistema de forma mais amigável, mas esta parece ter sido a única adaptação na interface para que o sistema rodasse no relógio.

smartwatch-locke-1

Outro problema é que esses aplicativos, em conjunto com o hardware mais potente em relação aos outros smartwatches, parecem drenar rapidamente a pequena bateria. A Locke não informou exatamente o modelo do processador, então nós fizemos uma pesquisa com base no modelo informado pelo Android (EC308) e descobrimos que se trata de um projeto chinês, usado por várias outras empresas, que possui um SoC dual-core de 1,2 GHz da MediaTek. De acordo com a Locke, a bateria dura até 10 horas em standby e apenas 3 horas em uso.

smartwatch-locke-2

Conclusão: não, este ainda não é o smartwatch que você terá vontade de comprar.

O smartwatch será vendido por 999 reais no site da Locke. Ele entrará em pré-venda em breve, e a empresa afirma que pretende vender 1.000 unidades no primeiro semestre de 2014. No futuro, a empresa planeja montar o relógio no Brasil e vendê-lo em lojas físicas.